VELOSO TAMBÉM DEFENDE A CONCILIAÇÃO ENTRE ÍNDIOS E PRODUTORES DE OLIVENÇA

Bom sinal! Veloso também defende o "bom senso"
Veloso também defende o "bom senso".

Ao contrário de certos segmentos que se deixam levar por contra-relatórios fabricados, e de péssimo nível, os políticos de bom senso já perceberam que a solução ideal, passa pela conciliação entre Tupinambás e pequenos produtores.

O deputado federal Raimundo Veloso (PMDB) defende a revisão do relatório da FUNAI, que prevê a delimitação de 47 mil hectares aos índios Tupinambás de Olivença, porém, Veloso ressalta que nenhuma das partes deve sair prejudicada.

Quando admite que os índios formam uma “parte”, ao contrário de alguns oportunistas que sonham com Brasília, Veloso sinaliza que o entendimento é possível.

Para os que valorizam o respeito mútuo, como premissa básica para tentar resolver essa questão (difícil de ser resolvida) é muito bom ver os representantes de Ilhéus valorizando a necessidade do diálogo.

Na região de Olivença há um bom número de grandes proprietários dispostos a entregar suas terras para o governo, na perspectiva de uma boa indenização, desde que, não só as benfeitorias, e sim, toda a propriedade seja considerada na avaliação.

A conciliação passa por esse caminho.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *