OBRAS BENEFICIAM BAIRRO FERNANDO GOMES

ASCOM: prefeitura de Itabuna.

Pacote de obras beneficia ao bairro Fernando Gomes-03-foto Waldyr GomesCom ruas pavimentadas a paralelepípedo, esgotamento pluvial e sanitário, além de obras de urbanização, o bairro Fernando Gomes, implantado a partir de uma invasão na periferia da cidade ganha um novo visual e infraestrutura urbana. Com o projeto de R$ 2,6 milhões, através de recursos do Ministério das Cidades repassados pela Caixa Econômica Federal e mais uma contrapartida da Prefeitura de Itabuna, o bairro ganhará também 97 casas populares, das quais 31 deverão estar concluídas e entregues à população ainda nos próximos dias.

O mestre de obras Gideoni Nascimento dos Santos explica que a construção de moradias populares será realizada por etapas e que a Construtora Verti tem ainda um contrato com a Prefeitura de Itabuna para implantar a pavimentação asfáltica do trecho compreendido entre a BR 415 e o matadouro municipal, o que também beneficiaria aos moradores do Fernando Gomes com melhores condições de acesso. As obras da pista incluem a implantação de um sistema de drenagem e esgotamento pluvial.

Gideoni destaca, ainda, que as primeiras 31 habitações estão bem adiantadas, já no ponto de colocação de telhado, reboco e do piso. Cada unidade tem em média 30 metros quadrados de área construída, com sala, quarto, cozinha e banheiro, com espaço para ampliação futura pelos próprios moradores, os quais contarão com ruas pavimentadas, áreas comunitárias, luz, água e esgoto.

Para Gideoni Nascimento Santos, a realização das obras exigiu também a superação de uma série de dificuldades, uma vez que o bairro foi implantado numa invasão, com ruas desordenadas, sem alinhamento e com largura variando entre quatro a seis metros, que estão recebendo drenagem, saneamento e calçamento, além de uma praça. Nas ruas transversais foi colocado um manilhamento de 60 e de 80, bem como de um metro nas ruas principais, que terão uma maior densidade de trafego. As obras da rede de esgotamento sanitário são realizadas pela Emasa, que também participa da execução do projeto de saneamento.

O aposentado Fernando Avelino, que mora no bairro há mais de uma década, tem casa de alvenaria e por isso não foi cadastrado para receber casas populares, mas lembra que em função das obras, o preço de um terreno no bairro subiu 400% passando de R$ 1.000,00 para R$ 4.000,00 por lote. Os imóveis também foram valorizados com o projeto.

Uma de suas filhas está construindo no bairro uma habitação com recursos próprios, uma obra que ainda está na fase de colocação da alvenaria e preparação do terreno, que fica nas imediações da praça central e a 50 metros da pista de acesso.

Avelino considera que as obras realizadas numa parceria entre o Governo Municipal e o Ministério das Cidades já beneficia de forma indistinta a todos os moradores do bairro, que sai fortalecido e com outra infraestrutura, melhorando a qualidade de vida da população. “Agora temos ruas pavimentadas, eliminação dos barracos de madeiras e esgoto, que com água e luz é bom demais”, destacou.

A estudante Juliana Maria de Jesus espera que a casa da sua família seja beneficiada na segunda fase do projeto, que já trouxe uma nova fisionomia para o bairro onde duas ruas estão pavimentadas. Segundo ela, faltam outras quatro ruas e a praça central, que também será urbanizada, inclusive com uma rede de esgoto já em fase de conclusão, além de iluminação e espaços de lazer para a comunidade, que vive junto ao Sítio V da Fundação Marimbeta, onde foi destinada uma área para construção de uma creche e um posto médico.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *