TREINAMENTO DE TÉCNICOS FORTALECE AGRICULTURA FAMILIAR

Da AGECOM.

roberto muniz sec agricultura  bahiaO desafio da Secretaria da Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária (Seagri) de capacitar 840 técnicos da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), no sentido de melhorar a produtividade na implementação das políticas públicas, voltadas para a comercialização na agricultura familiar continua a partir desta terça-feira (15) e segue até quinta-feira, no auditório da Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac), em Ilhéus. A abertura do programa de capacitação contará com a presença do secretário de Agricultura da Bahia, Roberto Muniz.

Serão mais de 150 técnicos, gerentes, subgerentes e chefes de escritórios locais das regiões de Cruz das Almas, Teixeira de Freitas e Itabuna capacitados, dentro da proposta de contemplar todas as regiões do estado, através de sete encontros regionais. “A EBDA articula e organiza as atividades voltadas para a agricultura familiar e esses treinamentos reforçam o compromisso de colocar o agricultor como prioridade dos trabalhos”, disse o presidente da EBDA, Emerson Leal.

COMERCIALIZAÇÃO 

A comercialização será abordada por técnicos da EBDA, SUAF, Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Um dos focos das discussões será o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), que promove a inclusão social, no campo, por meio do fortalecimento da agricultura familiar. Os alimentos adquiridos diretamente dos agricultores familiares ou de suas associações e cooperativas são destinados à formação de estoques governamentais ou à doação para pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional, atendidas por programas sociais locais.

Ainda serão destacados na capacitação a concepção, objetivos, beneficiários e funcionamento de programas como Garantia Safra, Distribuição de Sementes, Mais Alimentos, Programa Sertão Produtivo, DAP, Alimentação Escolar, dentre outros, discutidos pelos participantes. Também estão em pauta as novidades do Novo Plano Safra 2009/2010, o PRONAF Sustentável (concepção, metodologia, abrangência) e a Renegociação de Dívidas do PRONAF (prazos, adesão, pagamentos).



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *