INFORME DO STERT-I: DATAS HISTÓRICAS E ATIVIDADES

História.

STERTA história do Dia do Radialista teve início em 1943, no Governo Getúlio Vargas. O então Presidente sancionou uma Lei com a qual fixava um piso salarial, ou remuneração mínima para os profissionais da categoria. “Consta que numa reunião realizada na Rádio Nacional teria sido decidida a escolha da data do referido decreto Lei, 21 de setembro, como referência para se comemorar o Dia do Radialista. Na primeira comemoração, todas as emissoras do Rio de Janeiro silenciaram. Os profissionais foram à rua participar de uma gincana com corridas de calhambeques e foi servido um churrasco na Quinta da Boa Vista”, informa Elias Reis, Presidente do Sindicato dos Radialista de Ilhéus.

Em Ilhéus, os profissionais de rádio começaram a se organizar, oficialmente, a partir do ano de 1989, quando da fundação do STERT-I, numa luta incansável de bravos radialistas à causa da categoria.

O dia 21 de setembro será sempre uma data especial. É nessa data, por sua relevância histórica para a categoria dos radialistas, que os profissionais da radiodifusão eternizaram como o Dia do Radialista. Esta data se eterniza com marco dos avanços, das conquistas e o futuro da luta desses trabalhadores que desempenham papel fundamental na sociedade moderna, verdadeiros formadores de opinião e sujeitos ativos na informação, na comunicação e na interação com os cidadãos. A imprensa hoje se destaca como o organismo de maior credibilidade do país e o rádio como o maior meio de comunicação direto com o povo, principalmente com os excluídos e menos favorecidos. Ainda no século XXI, é o rádio que continua como o maior elo com as autoridades constituídas. O rádio é a verdadeira voz do povo!

Outras datas foram pensadas para homenagear o rádio e os radialistas, mas não têm, para os profissionais do rádio, o mesmo peso histórico do 21 de setembro. A confusão de datas teve início quando o 25 de novembro foi instituído o Dia do Rádio, pelo Marechal Castelo Branco.

Essa é a data de aniversário de Roquette Pinto, considerado o pai da radiodifusão Brasileira.

Recentemente surgiu a Lei nº. 11.327, de 24 de julho de 2006, que instituiu o dia 7 de novembro como Dia do Radialista. Proposta pelo deputado federal Sandes Junior (GO), a Lei remete à data natalícia do compositor Ary Barroso, autor de Aquarela do Brasil.

Fonte: Jornal do Radialista – Edição n° 13, fev/2008.

[email protected]

DIA DO RADIALISTA

A partir deste ano, será comemorado oficialmente em Ilhéus, sempre dia 07 de novembro. E, para tanto, o STERT-Ilhéus já programa algumas atividades institucionais, como também uma grande confraternização para esses profissionais que têm a radiodifusão como um verdadeiro sacerdócio.

Maiores informações:

Dino Rocha

Secretário Geral

73 9962 2321



One response to “INFORME DO STERT-I: DATAS HISTÓRICAS E ATIVIDADES

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *