FÁBIO MAGAL RECORRE À JUSTIÇA PARA GARANTIR POSSE

magalO líder comunitário Fábio Magal, candidato a vereador nas eleições de 2008 pela coligação PSC-PV, entrou com um pedido na 25ª zona eleitoral de Ilhéus, na última quinta-feira (24), requerendo ao juiz responsável, o cumprimento da emenda constitucional que criou 7.709  vagas nas câmaras de vereadores do país.

Magal obteve 1197 votos, e só não foi eleito porque a junção PSC-PV não atingiu o quociente eleitoral.

Caso a justiça reconheça que a lei aprovada recentemente deve vigorar na legislatura atual, Magal será o primeiro nome da lista de novos vereadores.

CARLOS FREITAS COLOCA A CULPA EM JOSÉ NAZAL QUE COLOCA A CULPA EM JORGE BAHIA

carlinhos, nazal e bahia copy

Deu a louca no governo Newton Lima.

O radialista Vila Nova entrevistou o presidente do grupo Eros, Valtércio Costa, um dos organizadores da Parada Gay, realizada no último domingo (27/09).

O evento virou notícia devido ao tiroteio entre gangues rivais, que não tiveram participação direta na festa.

A polícia militar mandou apenas 22 policiais e a prefeitura não fez o ordenamento do trânsito.

O secretario Carlos Freitas afirmou que não recebeu ofício dos promotores da Parada, solicitando agentes de trânsito e colocou a culpa no secretário de governo, José Nazal, que por sua vez passou “a bola” para Jorge Bahia, chefe de gabinete do prefeito Newton Lima.

Ouça na Rádio Gusmão, um trecho do programa de Vila Nova, e tente entender a desorganização e a incompetência do atual governo.

Duração: 4 minutos.

ESCOLA DE ILHÉUS NÃO TEM ÁGUA POTÁVEL E FUNCIONA COM UM “GATO” DE ENERGIA

A escola Nossa Senhora D’Ajuda, que fica no Acuípe, próximo à Olivença, é um pequeno exemplo do descaso que tomou conta da rede municipal de educação em Ilhéus.

A unidade de ensino não oferece água potável. Uma professora abnegada traz “o líquido precioso” de casa, para que as crianças não passem sede. A educadora garante: “a água que eu trago vem de um poço, mas, já foi analisada e é apropriada para o consumo”.

Além de educar, ela é merendeira, pois tem a incumbência de preparar o lanche dos alunos, que apesar de não faltar, vem de um cardápio restrito, que inclui quase sempre biscoitos, leite com chocolate e doces. Vale lembrar que o fundo nacional de desenvolvimento da educação (FNDE) exige a aplicação de um cardápio com alto valor nutritivo, como por exemplo: feijão, arroz, macarrão, carne, sopa, mingau e etc.

Pasmem os senhores! A escola tem energia elétrica, graças a um gato improvisado por alguns pais de alunos.

É de espantar!

Veja na TV GUSMÃO.

CÂMARA DE ILHÉUS DISCUTE O DIA MUNICIPAL DA CONSCIÊNCIA INDÍGENA

ASCOM: câmara de vereadores de Ilhéus.

vereadora carmelitaA Câmara de Vereadores de Ilhéus realizará amanhã a tarde uma sessão especial para discutir o dia municipal da consciência indígena. Comemorado todo dia 30 de setembro, o dia municipal da consciência indígena foi instituído através do parágrafo 10 do art. 282 da Lei Orgânica Municipal e visa resgatar a história do massacre indígena ocorrido no Rio Cururupe.

O requerimento de nº 153/2009 para a realização da sessão foi de autoria da vereadora Carmelita Ângela, que espera que os povos indígenas sitiados em Ilhéus tenham seu devido reconhecimento. “É preciso valorizar o povo indígena, afinal nos brasileiros temos um pouco de índio em nossa raça”, lembrou a vereadora.

Foram convidados para a sessão: O Executivo Municipal, Conselho Municipal de Educação, Direc 6, Secretaria Municipal de Educação, APPI/APLB, Movimento Negro Unificado (MNU), Movimento Indígena, Movimento da Negralidade e o Grupo Dilazenze.

A sessão acontecerá na Câmara de Vereadores, no Plenário Gilberto Fialho a partir das 16h.

MÁCULAS E ESPINHOS

Elias ReisJá dizia minha avó Isaura, que a inveja mata. Creio que ela era criancinha lá em Mocambo (Frei Paulo), no estado de Sergipe, quando ouviu isso, possivelmente da sua avó. Assim deve ter sido desde o começo dos tempos. E não é de hoje que a inveja é uma praga no jardim da humanidade. Caim Matou Abel por quê? Inveja! Se há milênios os irmãos já se matavam por tal motivo, não é de estranhar que num mundo competitivo a situação seja diferente. Tem gente que se mata por não suportar ver o outro de bem com a vida e se relacionar bem com as pessoas. Esquece até de suas virtudes. Eis aí a questão. Ao contrário do que muitos pensam, a inveja não se caracteriza por alguém querer ser melhor do que o outro, mas em não querer que o outro seja melhor. Como se vê, a inveja é cega e egoísta.

Querer ser como o outro não pode sempre ser classificado como inveja. Os bons exemplos estão aí para serem seguidos, sem eles a humanidade ficaria engessada. E a humanidade vive se superando, o que é necessário para sua sobrevivência. Quando vemos alguém sendo reconhecido devido ao seu empenho, trabalho ou estudo, devemos seguir esse exemplo. Espelhar-nos nas pessoas que são modelos é um passo para sermos melhores. Se eles, tão humanos como nós, conseguiram atingir um estado avançado em determinada área, nós também poderemos fazer o mesmo. Lógico que é preciso ir à luta! Não chamaria isso de competição, mas evolução. Como se costuma dizer, o discípulo um dia supera o mestre. Todos esperam isso, a começar pelo próprio mestre.

(mais…)