AÇÕES DA PREFEITURA DE ITABUNA FAVORECEM A POLÍTICA DE SEGURANÇA PÚBLICA

Ações do município favorecem a política de segurança pública-01-foto Vinícius BorgesAções e projetos da Prefeitura de Itabuna têm funcionado como medidas importantes para o enfrentamento da violência no município. Tais iniciativas vão desde o cultivo da cidadania nas escolas da rede municipal, por meio do Projeto Formando Constelações, até obras de infraestrutura nos bairros periféricos, onde ruas estão sendo abertas e o saneamento básico já chega a várias localidades.

Para o prefeito Capitão Azevedo, ações como essas favorecem um clima de maior segurança, principalmente na periferia. “Há lugares em que a população não via a presença do governo há mais de 20 anos e hoje as máquinas estão lá, abrindo ruas, tirando o esgoto que corria a céu aberto”, afirma.

A presença do poder público do bairro – salienta Azevedo – dá ao cidadão um sentimento de proteção e é importante também para o trabalho específico da segurança pública. Em Itabuna, havia locais em que as viaturas da polícia não conseguiam chegar, devido à precariedade das ruas, mas hoje o acesso se tornou possível após o trabalho da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (Sedur).

Outra área que tem afinidade com a segurança e vem recebendo atenção especial é a iluminação pública. Desde o início deste ano, mais de 5.300 lâmpadas foram instaladas. Neste número, estão incluídos reatores substituídos e cerca de 480 pontos em que foi instalado todo o kit de iluminação, composto de “braço”, lâmpada e reator. “Havia lugares onde jamais existiu iluminação pública e agora tem, como trechos do Parque Verde, Novo Lomanto, Santa Catarina, Nova Ferradas, Novo Jaçanã, São Pedro e Vila da Paz”, elenca o diretor do Departamento de Iluminação Pública, Marcos Magalhães.

“Ações como essas estão inegavelmente relacionadas ao Pacto Municipal contra a Violência”, atesta o secretário de Assuntos Governamentais e Comunicação Social”, Walmir Rosário, que coordena as ações do governo municipal no Pacto. Nesta quarta-feira (14), o fórum de debates sobre a segurança teve mais uma reunião, na Câmara de Vereadores de Itabuna, com a presença de representantes de diversos setores.

Autoridades como o comandante da Polícia Militar na Região Sul, Coronel Ivo Silva Santos, o comandante do 15º BPM, Tenente-Coronel Jorge Ubirajara Pereira e o promotor público Clodoaldo da Anunciação apresentaram sugestões e encaminhamentos para o Pacto. Entre as propostas, está a de ampliar o envolvimento da sociedade civil organizada neste fórum. “É preciso que contemos com a participação dos clubes de serviço, maçonaria e toda a classe empresarial no Pacto”, salientou o Coronel Ivo. Outros membros do Pacto presentes à reunião cobraram apoio efetivo às ações de segurança, como a doação de combustível para abastecer as viaturas, uma vez que a cota fornecida pelo Estado é insuficiente.

“Todos os encaminhamentos serão observados com absoluto critério, para que busquemos soluções”, frisou Walmir Rosário, para quem esta última reunião do Pacto foi “a melhor que já ocorreu, tendo em vista a participação efetiva de seus membros em torno das questões que geram violência”. O secretário afirma que, no próximo encontro, serão levadas respostas para diversas sugestões que foram apresentadas agora. Para o vereador Wenceslau Júnior, que participou do encontro, é importante que os signatários do Pacto “procurem se unir em torno dos pontos convergentes e discutam democraticamente aqueles em que há divergência”.

As ações do Pacto contra a Violência contam com o engajamento de outras instituições, como a Polícia Civil, OAB, Defensoria Pública, Gapa, FTC e representantes de diversas denominações religiosas. O professor Guilhardes Júnior, do Departamento de Direito da FTC, aposta no esforço conjunto para promoção da paz em Itabuna e acredita na proposta dos mutirões nos bairros. “Esta é uma forma de criar uma aproximação e um vínculo com a comunidade”, frisa o professor.

A reunião desta quarta-feira também serviu para definir a data do próximo Mutirão da Paz, que será realizado no dia 21 de novembro entre os bairros Corbiniano Freire e Novo Horizonte. Diversos serviços serão levados àquelas comunidades, a exemplo da emissão de documentos, orientação jurídica, revisão de benefícios sociais e exames de saúde. Antes do mutirão, os dois bairros já estão sendo atendidos com obras de melhoria viária e saneamento básico.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *