AGÊNCIA INATIVA QUE “FUNCIONA” NA CASA DO PROPRIETÁRIO QUER “MELAR” LICITAÇÃO EM ITABUNA

As informações são da prefeitura de Itabuna que aponta a agência Publix, de Gerson Menezes, como a única que apresentou discordâncias às regras estabelecidas na licitação para o setor de publicidade.

Os balanços da Publix não apresentam movimento financeiro entre os anos de 2004 a 2008. Possui apenas um imóvel que é a casa do publicitário, servindo também como sede da empresa.

Sua configuração jurídica, conforme os documentos apresentados, é de uma sociedade simples, situação que lhe impede de vender serviços, atribuições típicas de uma agência de publicidade.

O processo licitatório exige qualificação técnica, critérios que Gerson Menezes não tem condições de suprir, visto que está praticamente fora de mercado e sem clientes. Segundo informações, a última empresa que contratou a Publix foi “Moisés Materiais para Construção”, que encerrou suas atividades há mais de cinco anos.

A presidente da comissão de licitação do município, Janice Borges, informou que a documentação da Publix apresenta outras irregularidades, e que está disposta a apresentá-las na justiça, caso seja necessário.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *