HISTÓRIA: POR QUE BRIZOLA NÃO FOI PRESIDENTE

Por Sebastião Nery.

brizolaPresidente da Comissão contra a Corrupção no Senado, em 1989, Itamar Franco estava com a bola toda. Tinha um sonho, que era um projeto : ser vice de Leonel Brizola na eleição de outubro. Disse-me que Brizola ia ganhar e ele ia ganhar com Brizola. Brizola sabia disso. Helio Garcia, governador de Minas, também queria ser o vice de Brizola. E mandou dizer a Brizola. Mas Brizola nunca disse que sim nem que não. Deixou os dois, meses a fio, ansiosos, esperando.

Um pequeno grupo de amigos de Itamar, comandados por José Aparecido, Hélio Costa e Renan Calheiros, afinal o convenceu a ser vice de Fernando Collor. Numa quase madrugada, no gabinete de ministro da Cultura do governo Sarney, Aparecido usou um argumento final bem mineiro: “Itamar, se você se eleger vice de Brizola, não muda nada na política de Minas. E, se perder com Brizola, você fica mal. Mas, se você se eleger vice de Collor, você comanda Minas. E, se perder com ele, não perde nada.

Mesmo assim, Itamar esperou até o último instante uma resposta de Brizola. Que não veio. Brizola escolheu Fernando Lyra, de Pernambuco. E Itamar se inscreveu no PRN, em Juiz de Fora, na última hora do último dia.

Itamar

No velório de Brizola, no palácio Guanabara, de repente, no meio daquela multidão em lágrimas, apareceu um topete bem alto e, embaixo dele, um homem triste, tenso, emocionado. Era Itamar Franco. Aproximou-se do caixão e ficou longos minutos parado, calado, pensando.

Ali estava um surpreendente instante de um momento político que podia ter acontecido e não aconteceu e poderia ter mudado a história do País. Se aqueles dois homens, Brizola e Itamar, um ali morto e o outro ali em pé, se tivessem unido em 89, teria sido inevitável a vitória de Brizola.

A diferença de Lula para Brizola no primeiro turno foi de meio por cento : Lula 16,08% e Brizola 15,45% (Collor 28,52%). Lula : 11.622.673 votos. Brizola : 11.168.228 votos (Collor, 20.611.011). Brizola não foi para o segundo turno com Collor por exatos 454.445 votos.

Se Itamar tivesse sido o vice de Brizola (ou mesmo Helio Garcia), Brizola teria tido mais 500 mil votos em Minas. E, em um segundo turno de Brizola com Collor, Brizola teria sido o presidente da República.

Por uma razão fundamental, hoje totalmente comprovada, através da análise dos resultados, Estado por Estado, no primeiro e no segundo turno. Quem decidiu a vitória de Collor no segundo turno foi o PMDB, que votou contra Lula e teria votado em Brizola em São Paulo, Minas, Rio, o País todo.



One response to “HISTÓRIA: POR QUE BRIZOLA NÃO FOI PRESIDENTE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *