SIP QUER PF INVESTIGANDO A MORTE DE MANOEL LEAL

Do site de A Região.

manoel+leal+máquina– assassinato no dia 14 de janeiro de 1998, no bairro Jardim Primavera, em Itabuna. Durante o encerramento de sua 66ª Assembleia Geral, em Buenos Aires, Argentina, a Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP) voltou a pedir que a Polícia Federal apure os assassinatos de jornalistas na Bahia.

Os crimes ocorreram na década de 90 e para SIP houve descaso do estado nas investigações. O entendimento é de que houve uma ação estatal para acobertar os assassinatos de 10 profissionais de comunicação na Bahia.

A entidade também quer que a Polícia Federal investigue mortes de jornalistas em outros estados brasileiros. Os crimes dos profissionais na Bahia ocorreram entre 1990 e 1998.

Leia mais.

CRIADO EM ILHÉUS CORREDOR ECOLÓGICO LAGOA ENCANTADA/SERRA DO CONDURU

Do blog Acorda Meu Povo.

Com a sanção do projeto de lei de autoria do vereador Alisson Mendonça, Ilhéus passou a ter, a partir de agora, a Área de Relevante Interesse Ecológico (Arie), que atuará sob a denominação de Corredor Ecológico Lagoa Encantada/Serra do Conduru, localizado no distrito de Aritaguá. O corredor ecológico vai conectar a Área de Proteção Ambiental (APA) da Lagoa Encantada e do Rio Almada com o Parque Estadual da Serra do Conduru, duas unidades de conservação estaduais em território municipal.

Leia mais.

O VACILO DO JORNAL A TARDE

Do Política Etc.

O jornal A Tarde cometeu um vacilo em sua edição deste domingo. Na página B1, o diário traz matéria sobre o estado de saúde do surfista venezuelano Alejandro Mendez Mozato, de 16 anos, que, na última quinta-feira, sofreu uma crise epilética e se afogou quando disputava uma bateria do Panamerican Surf Games na Praia de Batuba.

Segundo a matéria que A Tarde traz hoje, o quadro de saúde de Mozato ainda seria grave e, inclusive, ele ainda estaria sendo mantido em coma induzido. Ocorre que a notícia foi produzida com informações colhidas na última sexta-feira e não houve preocupação da repórter em atualizá-la.

O surfista realmente chegou a ser colocado em coma induzido, mas seu quadro evoluiu bem e ele recebeu alta ontem. Hoje pela manhã, já estava novamente na Praia de Batuba, como se nada tivesse acontecido.

Um dos integrantes da comissão organizadora chegou a brincar, quando soube da notícia velha publicada no jornal de Salvador:

– Coma?! Agora, só se for por ingestão excessiva de acarajé!

Do Blog do Gusmão.

O Política Etc publicou uma foto do surfista, tirada hoje pela manhã. Clique aqui.

GOSTEI! GOSTEI MUITO DO FILME “BESOURO”

cartaz besouroAlguns motivos me levam a elogiar o filme que assisti ontem (sábado/14), no tradicional Cine Santa Clara (Ilhéus), onde até o final da década de 80, ninguém podia entrar vestido com uma bermuda (entrei também de sandálias havaianas, os tempos mudaram).

O filme é muito carinhoso com a cultura afro-brasileira, trata o candomblé com respeito, revelando através de imagens que apelam para o imaginário místico e altamente representativo em relação à natureza, características de orixás importantes, como Iansã e Exu. O candomblé, religião genuinamente brasileira, é reverenciado em sua riqueza simbólica, o que representou para mim, também uma espécie de desagravo, já que é vítima constante do preconceito gerado pelo “ortodoxismo cristão protestante”, refratário e cego diante de uma visão plural e compreensiva, sobre as culturas que colocam o cristianismo de lado.

Mas, o filme não é só candomblé, é essencialmente capoeira, evidenciada através de uma adaptação livre, bem montada sobre a história de “Besouro Mangangá”, capoeirista e ícone importante, jamais esquecido, sempre homenageado nas rodas que se formam no Brasil e pelo mundo afora.

(mais…)

NO LUGAR DO PRECONCEITO, O TOQUE, AO INVÉS DA DOR, O PRAZER

dia+mulher1

Por Maria José Moreno.

A sexualidade feminina, sempre resguardada, tabú na maioria das culturas, vem de fato se descortinando. Grande parte das mulheres não se tocam, não se masturbam e não conseguem se realizar sexualmente. É muito freqüente a queixa de “fêmeas” casadas há muitos anos, que nunca tiveram um único orgasmo. Muitas fazem do sexo o momento de satisfação do parceiro, e o que deveria ser prazer, na verdade, com a intensificação do coito, se transforma em dor.

Para mães e pais.

Não se surpreendam, caso vejam suas filhas tocando o próprio corpo, não tratem isso como algo impróprio, não bloqueiem a descoberta do prazer, que inicia com o amadurecimento dos órgãos, ainda na primeira infância. Os homens são especialistas em obter o próprio orgasmo, pois quando começam a descobrir a genitália, normalmente são gabados pelos pais: “meu filho está crescendo”, “já tá um hominho”, comentários que servem de incentivo.

(mais…)