ELE QUER USAR SUNGUINHA

Marão sonha em ficar com esse físico.

O vice-prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, será submetido a uma cirurgia de redução do estômago, em Salvador.

O cirurgião responsável será o médico Euler Ázaro Filho.

No momento, Marão acumula 160 Kg que lhe rendem problemas de hipertensão arterial.

Segundo informações, quando findar o período da convalescência, o glutão pretende voltar a comer o suculento “pato ao molho pardo”, sua iguaria predileta. A ave já está guardada, na engorda, e não será prometida a um despacho.

Mário sonha em perder muito peso, para usar uma sunga, de preferência, uma sunguinha.

Desejamos a Marão boa sorte e tudo de bom.

TELEANÁLISE: PRESENTEAR É CRIME?

Por Malu Fontes.

A semana televisiva começou sob o impacto do assassinato do cartunista Glauco juntamente com seu filho e todos os desdobramentos surreais que o sucederam. Das circunstâncias absurdas da motivação, ao modo como se deu e ao desfecho, com um rapaz de classe média atormentado pela mistura explosiva de drogas com disfunções psíquicas sabe-se lá de que ordem. Na segunda-feira, todas as emissoras de televisão exibiam o rosto alucinado e sorridente de um homem atrás das grades após atirar contra policiais federais ao tentar fugir em um carro roubado para o Paraguai.

Desde a divulgação do crime o que se viu na TV foram advogados e familiares argumentando em favor da inimputabilidade do assassino, sob a tese de desordem mental severa, e jornalistas costurando toda a sorte de argumentos associando ou desvinculando o crime duplo e as propriedades alucinógenas do chá usado nos rituais do Santo Daime. As relações entre o cartunista e seu assassino tiveram início pela freqüência de Carlos Eduardo Sundfeld ao Céu de Maria, templo criado por Glauco para rituais do Santo Daime. A família do moço, para além do seu envolvimento com drogas, já tratou de deixar bem claro quais serão seus argumentos: trata-se de um menino ótimo, mas (agora) com um ‘diagnóstico’ de esquizofrenia, herdado geneticamente da mãe, que somente teria se tornado sintomático e violento apenas após freqüentar o tempo e ingerir o chá.

(mais…)

CAMPANHA DE NEWTON LIMA E MÁRIO ALEXANDRE TEVE “CAIXA DOIS”

O Blog do Israel Nunes revela: a campanha que reelegeu o prefeito de Ilhéus, Newton Lima, em 2008, teve o incremento do famoso “caixa 2”.

A construtora EMA doou 40 mil reais, entregues ao homem de confiança de Newton, Gilmar Delmiro, porém, a grana – nada modesta – não consta na declaração enviada ao TSE.

A denúncia é muito grave, clique aqui para ler toda a reportagem.