“A MULHER DO PRÓXIMO”, DE GAY TALESE

“Numa noite de domingo, quando voltavam ao campus num ônibus da Greyhound, na sequência de uma troca de beijos e carícias cada vez mais apaixonados no veículo escuro, ele instou-a a fazer uma felação nele ali mesmo, sob um cobertor. Ela ficou surpresa com o pedido e mais ainda com a própria disposição de ceder ao desejo dele sem relutância ou constragimento, tão ansiosa estava no momento para agradar-lhe, bem como excitada pela idéia de executar aquele ato nas costas dos outros passageiros. Quando abaixou a cabeça e pôs o pênis de Hugh na boca, sentiu não somente amor por ele, mas também o despertar intenso de sua própria libertação”.

Trecho do livro A Mulher do Próximo. Uma crônica da permissividade americana antes da era da Aids, do escritor norte-americano Gay Talese.



2 responses to ““A MULHER DO PRÓXIMO”, DE GAY TALESE

  1. para quem não o conhece, Gay Talese, foi o pai do jornalismo novo da década de 60’s…….. escrevia crônicas, que eram motivo de debates e polêmicas em auditórios da Universidade de Columbia(New York)…. e ele adorava MPB…..

  2. e eu achando que o escritor Gay Talese, já havia falecido…. mas não, ele está vivo sim!!!! que bom!!! conversando com amigo agora por fone, me disse que o próprio cotinua vivo e vivaldino, morando na ilha de Manhattan(NYC), em um maravilhoso duplex na 5ª avenida em NYC, em frente ao Central Park….. é mole ou quer mais??!!!
    ele merece e muito mais!!!! parabéns Gay Talese….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *