SEGUNDO PRESIDENTE

Por Marcos Pennha.

Não pretendo alongar-me nesse tema. Acredito, meu caro leitor, minha cara leitora, que eu caminharei pela trilha do segundo presidente. Vamos que vamos, conforme anima a companheira Socorro. No inesquecível humorístico Viva o Gordo, apresentado durante bom tempo na TV Globo, o humorista Jô Soares interpretava um político convidado a ser vice numa chapa. Ele não aceitava, alegando que vice é insignificante, não tem função, é só peça decorativa. Daí, questionava, desfilando um montão de exemplos de que o vice nunca é homenageado: “Já viu alguém erguer uma estátua em homenagem a um vice?” Concluía afirmando: “Tirante Aureliano (Chaves, vice do general João Batista de Oliveira Figueredo), que fala, vice não tem valor.

Boas lembranças à parte, notamos que houveram mudanças significativas ao longo do tempo. O personagem do Jô estava certo. Ninguém atenta para o vice do cargo executivo da administração pública. Quem era, por exemplo, o vice do presidente general Ernesto Geisel? Adalberto Pereira da Silva. Um espaço para o piteco de humor. Houve época em que a ‘porra’ era considerada palavrão. Segundo a piada (ou foi verdade?) o povo ficou sabendo que o tal palavrão passou a não sê-lo. Um repórter, para confirmar, perguntou: “Presidente, é verdade que o senhor liberou a porra?” Geisel, que governou o país de 1974 a 1979, respondeu, com seu jeitão fechado de militar no poder: “Eu não liberei porra nenhuma”.

(mais…)

PENTE-FINO DO TCU REDUZ ORÇAMENTO DA OESTE-LESTE

Do Valor Econômico.

Para evitar o comboio de problemas com contratação de mão de obra que até agora tomou conta das obras da Ferrovia Norte-Sul, o Tribunal de Contas da União (TCU) passou um pente-fino no edital que prevê o início das obras da Ferrovia da Integração Oeste-Leste (Fiol). A obra, com 1.527 km de extensão, vai de Ilhéus, no litoral baiano, até Figueirópolis (TO), onde se encontra com a Norte-Sul.

A análise do edital original, feita pelo TCU, encontrou uma série de irregularidades. “Foram identificados problemas de restrição à competitividade e sobrepreço”, diz fonte do TCU. No processo de fiscalização, a Valec, responsável pela obra, teve de corrigir vários itens, o que resultou em redução de R$ 166,4 milhões do orçamento previsto. O custo estimado passou de R$ 4,41 bilhões para R$ 4,24 bilhões. “O edital original permitia que os consórcios fossem formados por três empresas, no máximo”, diz uma fonte. “Foram excluídas as cláusulas que restringiam a competitividade.”

(mais…)

O PORTO DA BAMIN E AS BALEIAS-JUBARTE

Nos últimos 15 dias, dois filhotes de baleia-jubarte apareceram mortos na Ponta da Tulha, em Ilhéus, local onde a BAMIN deseja construir o seu porto de exportação de minério de ferro.

Segundo a veterinária Adriana Colósio, do Instituto Baleia-Jubarte, há um aumento significativo na população desse animal na região.

Atenção! É logico e evidente que a morte recente das “baleiazinhas” não tem qualquer relação com o projeto, mesmo porque, sua construção ainda não foi autorizada pelo IBAMA. Porém, o fato serve como um aviso para os órgãos ambientais, já que, no Estudo de Impacto Ambiental, realizado pela própria BAMIN, consta que dois cetáceos (baleias e golfinhos), e também, as tartarugas marinhas serão ameaçadas quando o porto iniciar a fase de operação.

Leia  o que diz o estudo da mineradora, nás paginas 36 e 37, do capítulo “Identificação e Avaliação dos Impactos Ambientais e Medidas”:

“Na fase de operação, com o aumento do trânsito de embarcações, poderá haver um incremento na probabilidade de colisões (atropelamento) com quelônios (tartarugas marinhas) e cetáceos (baleias e golfinhos), o que poderá provocar mortes de indivíduos.

Cabe lembrar que as tartarugas marinhas utilizam a região como área de vida e de alimentação; a baleia-jubarte (Megaptera novaeangliae) a aproveita como sitio de alimentação, cria dos filhotes e rota migratória para o litoral norte do Estado da Bahia”.

Vale repetir que esse alerta está no EIA apresentado pela BAMIN, não é invenção deste Blog.

No vídeo abaixo, imagens da baleia morta, encontrada no último dia 06 de setembro.

SECRETÁRIO DE COMUNICAÇÃO FALA SOBRE O COMBATE À CORRUPÇÃO NO GOVERNO WAGNER

Robinson Almeida, secretário de comunicação do governo da Bahia.

Ontem (20/09), durante o seminário “Seu voto faz o amanhã”, promovido pelo jornal A Tarde, no auditório da Unifacs (universidade Salvador), o secretário de comunicação do governo da Bahia, Robinson Almeida, falou sobre os mecanismos usados no combate à corrupção.

Na oportunidade, Robinson citou a criação do site transparência Bahia e a realização de três operações policiais de combate ao desvio dos recursos públicos na estrutura do governo, além da demissão de 1,3 mil funcionários pela corregedoria geral do Estado, devido a irregularidades.

Segundo o secretário, a atual gestão implantou um plano de participação plurianual, que ouve 40 mil pessoas nos 26 territórios de identidade da Bahia sobre quais medidas o governo deve tomar para melhorar o combate à corrupção e ações na saúde, educação e moradia.

JORGE PORTUGAL PARTICIPA DE ENCONTRO EM ITABUNA

Na próxima quinta-feira (23) acontecerá um encontro regional, em Itabuna, com a participação de professores, estudantes e a comunidade. O evento contará com a presença do professor e compositor, Jorge Portugal, e do candidato a deputado estadual Rosemberg Pinto (PT).

Portugal vai falar sobre o acesso ao ensino superior, políticas de cotas e outros assuntos ligados à educação.

RABAT QUER DEIXAR A SECRETARIA DE SAÚDE

Rabat está de malas prontas.

Rumores que correm nos bastidores da política ilheense alardeiam que o médico Antônio Rabat, atual secretário municipal de saúde, pretende pedir exoneração ao prefeito Newton Lima.

Ele não está satisfeito com a função, devido aos “grandes pepinos” deixados pela sua antecessora, Marleide Figueiredo.

Durante reunião com a promotora Karina Cherubini, o secretário foi advertido: “cuidado com o que anda assinando”. A recomendação se refere aos pagamentos irregulares a prestadores de serviços (clínicas, laboratórios e hospitais), realizados todos os meses, apesar da inexistência de contratos.

Possíveis problemas no futuro assustam Rabat.

UM PLEITO SUB JUDICE, SE NADA FOR DECIDIDO SOBRE FICHA LIMPA

Do Valor Econômico.

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve decidir amanhã se a chamada Lei Ficha Limpa, que torna inelegíveis os condenados por decisões colegiadas (a partir de segunda instância), vale para essas eleições. Mas são tantas as questões que envolvem a decisão que o país corre o risco de ir para as urnas, em 3 de outubro, sem saber se os candidatos impugnados pelos TREs e pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) são elegíveis. Os eleitores têm chances de escolher candidatos sem saber se as postulações deles são legítimas, e correm o risco de escolher mandatários com candidaturas sub judice e, depois da posse, ver os seus mandatos cassados, se o STF não se pronunciar claramente sobre a constitucionalidade da lei, aprovada há dois meses pelo Congresso.

No STF, o ministro Gilmar Mendes foi o primeiro a suspender uma inelegibilidade decidida pelo TSE, a do senador Heráclito Fortes (DEM-PI). Dias Toffoli fez o mesmo com a candidata a deputada estadual Isaura Lemos (PDT-GO), argumentando que era preciso analisar a constitucionalidade da lei. Em compensação, o ministro Carlos Britto negou quatro pedidos de liminar de candidatos cujos registros foram negados e os ministros Ricardo Lewandowski e Carmen Lúcia tendem também a acatar a vigência imediata da lei.

(mais…)

CRIAÇÃO DE ALGAS MARINHAS GERA RENDA PARA MARISQUEIRAS BAIANAS

Algas são alternativas de renda para marisqueiras baianas.

As macroalgas marinhas, abundantes nas águas da Baía de Todos os Santos, estão sendo produzidas por marisqueiras das localidades de Manguinhos e Misericórdia e, em alguns meses, se transformarão em sabonetes, mousses e balas.

A atividade faz parte do projeto de cultivo de macroalgas marinhas, realizado pela secretaria de agricultura, irrigação e reforma agrária (Seagri), através da Bahia Pesca com o apoio do fundo estadual de combate e erradicação da pobreza (FUNCEP).

Segundo o presidente da Bahia Pesca, Isaac Albagli, as mudas de algas com cerca de 30 gramas, são plantadas em cordas presas a balsas. Em dois meses elas poderão ser colhidas, secadas e transformadas em produtos diversos. Durante esse período, cerca de quarenta famílias produtoras passarão por um curso de capacitação, onde irão aprender a transformar as algas em produtos manufaturados.

A expectativa é de que as duas comunidades produzam 24 toneladas de algas por ano, o que pode gerar um acréscimo de 500 reais na renda de cada produtor.

DIA NACIONAL DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

Hoje (21/09) é o dia nacional de luta das pessoas com deficiência.

Em Itabuna, acontecerá uma passeata na Avenida Cinquentenário, com distribuição de panfletos abordando o tema: Inclusão social. A concentração será no Jardim do Ó, a partir das 16:00 horas.

O evento contará com a presença das entidades defensoras dos direitos das pessoas com deficiência e a população da cidade que apoia os movimentos sociais. O convite é aberto para todos que desejam contribuir com a causa.

“Compreendam: A ausência de sensibilidade não significa a ausência de sentimentos. A incapacidade de movimentos não significa uma pessoa incapaz.” Cadeirante Ângela Góes.

CRACK- O RELATO DE UMA MORTE PROGRAMADA

Por José Ricardo Chagas.

Ilhéus, Delegacia de Polícia, sexta-feira, 23h. Lá estava, ao chão, A.S.M., 35 anos de idade, algemado. Fora conduzido à DP por portar 03 pedras de crack e 01 cachimbo improvisado de pvc para o consumo da droga.

Seu estado físico era característico dos usuários de crack. Rosto com ossos salientes, magreza doentia, pontas dos dedos queimados. Apresentava odor em demasia. Suas vestes estavam imundas, típicas de moradores de rua. Chamava atenção, apesar de muito sujas, as roupas que o vestiam. Camisa da Rip Curl, bermudão quadriculado, tênis reebok e um relógio de pulso da Mormaii.

“O crack, droga sete vezes mais potente do que a cocaína, tanto no aspecto narcótico como no aspecto necrosal, atua no organismo elevando a temperatura corporal, podendo a qualquer momento causar um AVC. Os neurônios são lesados e o coração atua entre 180 a 240 batimentos por minuto”.

Em poucos minutos, A.S.M. relatou sua vida. Na verdade, relatou a sua morte.

(mais…)