O PORTO SUL E A INGLATERRA DO SÉCULO XIX

"O modelo de desenvolvimento da revolução industrial, típico da Inglaterra no século XIX, não deve ser encarado como um modelo a ser seguido pelos países que buscam o crescimento econômico. Cada país tem as suas características, peculiaridades e matrizes energéticas, muitas vezes capazes de gerar riqueza sem destruição". Francisco Teixeira (à esquerda), economista, prof Dr. da UFBA, durante o seminário “Estratégia de Desenvolvimento para o Sul da Bahia: realidade e vocações”, que ocorre hoje (10), na UESC.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *