FTC NÃO PAGA O DÉCIMO

Funcionários da FTC de Itabuna reclamam que a instituição de ensino até agora não pagou o décimo terceiro salário.

Outras faculdades particulares já efetuaram o pagamento.

Vale lembrar que a FTC, apesar de ter um curso de direito, não dá exemplo. O número de ações trabalhistas movidas por ex-funcionários é gigantesto. Sair é fácil, receber a indenização, muito difícil (clique aqui).

NILTON CRUZ É O NOVO PRESIDENTE DA ACI

"Nilton, quem?" foi o escolhido.

A diretoria da ACI (Associação Comercial de Ilhéus) elegeu ontem  (terça-feira, 21) o seu novo presidente, Nilton Cruz. O empresário  não teve concorrentes, e em chapa única, foi aprovado por unanimidade. O mandato será de dois anos, vigendo em 2011 e 2012, ano de comemoração do centenário da entidade.  “Trata-se de um nome forte e uma liderança empresarial, com livre trânsito nos governos estadual e federal, por não dizer, também, municipal”, afirmou um dos participantes da reunião.

Fonte: Pactos&Impactos

BANDEIRA 2 EM QUALQUER HORÁRIO É ILEGAL

Bandeira 2 pode custar R$ 100 mil ao município.

No dia 15/12, o prefeito de Ilhéus, Newton Lima, assinou o decreto nº 119/2010, publicado no Diário Oficial, no qual autoriza os taxistas a circularem com bandeira 2, em qualquer horário, durante o mês de dezembro.

Para a promotora de justiça, Karina Cherubini, do Ministério Público Estadual, a medida é indevida, já que não houve sequer aumento do preço do combustível, e, sendo o mês dezembro época em que a demanda de passageiros aumenta, por causa das compras de natal e chegada de turistas, não há necessidade de onerar o passageiro.

Ela recomenda que os passageiros peçam recibo, com a identificação do veículo (placa/motorista), horário da corrida e da bandeira cobrada, para posterior ressarcimento em juízo. Cópias dos recibos poderão ser entregues no MPE, na Avenida Lomanto Junior, 50, Pontal, pois serão prova documental na ação. Os recibos de cartão de crédito, se utilizados como tal modalidade de pagamento nos táxis, também devem ser guardados.

Uma condenação no valor de R$ 100.000,00 foi pedida como punição ao município de Ilhéus, para reembolsar o dano material e moral causado aos passageiros.

Segundo o Blog do Anderson, em Vitória da Conquista, o prefeito  Guilherme Menezes não liberou o aumento para os taxistas.

PLANO TRAÇA POLÍTICAS PÚBLICAS PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

Lançamento do Plano Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência. Foto: Jorge Cordeiro/AGECOM

A Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH) e o Comitê Gestor Estadual de Políticas de Inclusão das Pessoas com Deficiência lançaram na tarde desta terça-feira (21), na Biblioteca Pública dos Barris, em Salvador, o Plano Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência. O documento é fruto de uma ampla discussão que envolveu o poder público e a sociedade civil e lista 24 ações e propostas voltadas para o segmento.

Durante o lançamento, o coordenador executivo dos Direitos da Pessoa com Deficiência da SJCDH, Alexandre Baroni, disse que o Plano vai nortear a elaboração de políticas públicas para o segmento, incluindo os deficientes nas discussões.  “O plano prevê ações em áreas como saúde e educação, mas, o melhor é que a partir de agora nada sobre as pessoas com deficiência vai ser discutido sem a participação de pessoas com deficiência, isso está sendo reconhecido pelo Governo do Estado.”

(mais…)

FUTURO MINISTRO PAGOU MOTEL COM DINHEIRO DA CÂMARA

Pedro Novais. Foto: Dida Sampaio/AE

Mais uma vez o futuro ministro do Turismo,  Pedro Novais (PMDB-MA), foi acusado de irregularidade. Dessa vez o parlamentar, de 80 anos, pediu o ressarcimento por despesas em um motel de São Luís (MA). Ele apresentou uma nota fiscal de R$ 2.156,00 do Motel Caribe na prestação de contas da verba indenizatória de junho.

A suíte mais cara do local leva o nome “Bahamas”,  tem garagem dupla e custa de R$ 98 (três horas) a R$ 392 (24 horas). Segundo a gerente, o deputado Pedro Novais alugou um quarto para fazer uma festa e enfatizou que o local “É antigo.Nunca funcionou como hotel.É motel”.O peemedebista considerou o episódio um “erro”.

Com informações do Estadão.

O CORONEL QUE ENFRENTOU A HIERARQUIA CEGA E SUBSERVIENTE

A "casa do coronel Ivo", imóvel do estado que gerou o protesto do tenente-coronel Batista.

Na última segunda-feira (20), o tenente-coronel José Carlos Batista Reis, comandante do 2º batalhão da polícia militar, de Ilhéus, teve uma atitude mais do que audaciosa.

Desde que chegou na cidade, Batista vinha reivindicando junto ao comando geral da PM, o direito de alojar sua família na casa (propriedade do governo estado) que sempre serviu aos comandantes do 2º batalhão.

O imóvel, localizado no bairro Jardim Savóia (nº610), é utilizado pelo comandante regional, tenente-coronel Ivo Santos, apenas para veranear.

Cansado de pagar aluguel, Batista decidiu protestar. Através de um ato administrativo oficial, por duas horas instalou seu gabinete em frente à residência questionada.

O protesto não agradou o comandante geral da PM, coronel Nilton Mascarenhas, que solicitou ao governador Jaques Wagner a exoneração de Batista.

Nesta entrevista ao Blog do Gusmão, o tenente-coronel, já exonerado, expõe os motivos que o levaram a praticar um ato digno, porém, incomum no militarismo.

Corajoso, ele não poupa críticas (respeitosas) ao comando geral, ainda preso “à etica do carlismo”. A política de segurança pública do governo Wagner também foi questionada por Batista. Segundo ele, o governador está mal-assessorado.

“Nunca na história deste” blog um oficial de alta patente ousou tanto, foi tão sincero e direto nas críticas à cúpula da PM.

Vale a pena conferir.