DENÚNCIAS FEITAS POR ANÔNIMOS. SIM OU NÃO?

Recentemente, este blog publicou uma carta anônima, cujo conteúdo denuncia um secretário do governo Newton Lima (clique aqui).

Ressaltamos que a correspondência não trazia provas, entretanto, o assunto é de interesse público. Sendo assim, resolvemos publicá-la para que as autoridades competentes pudessem investigar a veracidade ou não dos fatos narrados.

Alguns rábulas de plantão, a serviço de gatunos do erário público, decidiram protestar. “Sendo anônima e carente de provas,  não deveria ser publicada”.

Felizmente, a frágil opinião vai de encontro ao que escreveu o respeitado juiz federal Fausto De Sanctis, colunista da revista Carta Capital, o mesmo que decretou duas vezes a prisão do “câncer” da república, o banqueiro Daniel Dantas, pego na operação Satiagraha.

Na edição de 22 de dezembro, De Sanctis recomenda algumas medidas para o combate à corrupção. Abaixo as duas primeiras:

“1. Reforçar a liberdade de imprensa como preceito indispensável à sociedade democrática e instrumento vital ao Estado de Direito, vedando-se qualquer tentativa de manipulação e controle.

2. Reconhecer a legitimidade do uso das Técnicas Especiais de Investigação (Delação Premiada, Interceptação de Fluxo de Dados, inclusive telefônicos, Transferência de Sigilos, Ação Controlada etc), bem como admitir denúncias anônimas, desde que consistentes, atendendo à Convenção da ONU contra a Corrupção”.

Quem trabalha numa função pública deve estar sempre preparado para dar explicações à sociedade, quando necessário. Quem se coloca acima disso, de maneira autoritária, não está apto a exercer cargos em benefício da coletividade.

Cópias autenticadas da carta publicada por este blog serão entregues ao IBAMA, Ministério Público Federal e Câmara de Vereadores.



7 responses to “DENÚNCIAS FEITAS POR ANÔNIMOS. SIM OU NÃO?

  1. ACOMPANHO O SEU BLOG DIARIAMENTE E QRIA TE DEIXAR UMA PERGUNTA. QDO MINHA CIDADE VAI VOLTAR A SER O ERA QDO EU ERA PRE-ADOLESCENTE AI? TENHO MEDO DO Q PODE ACONTECER A MINHA CIDADE, AKI E ILHEENSE NASCIDO E CRIADO AI Q TEM 7 ANOS MORANDO NA CIDADE VIZINHA E Q TEM MEDO DE IR AI, ISSO EH MUITO TRISTE

  2. O NOME PUBLICO JÁ DIZ QUE ELE TEM QUE DAR SATISFAÇÃO A QUALQUER CIDADÃO QUE PAGUE SEUS IMPOSTOS EM DIAS.
    JÁ DIZ O VELHO DITADO: QUEM NÃO DEVE NÃO TEME E PERGUNTAR NÃO OFENDE.

  3. Bom dia Gusmão,

    venho com este ajudar um pouco nesta denuncia, já estava na hora dos chamados vereadores de oposição a Newton Lima tomar as providências devidas para dar uma satisfação ao povo, esta denuncia faz sentido, basta fazer uma apuaração seria, vai ai uma prova, perguntar ao Motorista da prefeitura que dirige o carro pipa branco, onde ele comentou no dia do show, que estava levando o restante do material que sobrou da reforma da concha para a casa do secretário, onde também foi dito que um dos ajudantes pedio um trocado a Carlos Freitas e cada ajudante recebeu R$ 10,00 cada um, eles estavam em 05 fora o motorista.
    e pra reforçar as madeiras tem documentos assinado pelo sr. Iran Chefe do IBAMA em Ilhéus, ainda deve ter algumas toras de madeira no Carandiru, por isto os documentos tem que ser periciados.

  4. GUSMÃO, SABEMOS QUE ESTE GOVERNO ESTÁ EMBEBECIDO PELA CORRUPÇÃO, NO ENTANTO CABE SEMPRE LEMBRAR APÓS QUALQUER TIPO DE DENÚNCIA ANÔNIMA QUE ELA É MERECEDORA DE PROVAS PARA OBTENÇÃO DE CREDIBILIDADE.
    É IMPORTANTE DIVULGAR DO ACUSADO TODA E QUALQUER DEFESA ENCAMINHADA, PARA QUE AJA JUSTIÇA.
    O ESPAÇO PARA DEFESA TEM QUE SER SEMPRE POSSÍVEL, POIS NO BRASIL TEM-SE MANIA DE JOGAR O NOME DOS OUTROS NO LIXO E DEPOIS NINGUÉM DEFENDER O ACUSADO. VALE LEMBRAR QUE O ÔNUS DA PROVA CABE AO ACUSADOR E AQUI QUEM É ACUSADO TEM QUE PROVAR QUE É HONESTO.

  5. Caro Gusmão.
    O que o juiz De Sanctis quiz dizer é que a investigação deve ser levada adiante quando oriunda de “denúncias anônimas” consistentes. A jurisprudência brasileira não permite e anula o processo. O anônimato normalmente não é bom, mas é uma arma eficiente no combate ao crime organizado, sobretudo para preservar a vida do denunciante. No jogo político provinciano, na maioria das vezes, é jogo de vingança. Porém, é o jogo da vida, que também permite tais práticas.
    Um abraço
    Carlos Pereira

  6. Amigo Pereira,
    o juiz Fausto De Sanctis fez sugestões, dentre elas o acatamento de denúncias anônimas.
    A denúncia em si, não sugere a culpa do denunciado, apenas levanta a necessidade da investigação.
    Foi o que este blog fez, nada mais.
    Pior do que a denúncia anônima é a indústria de factóides, caluniosa e inescrupulosa.
    Governos municipais passados se especializaram nisso.
    Um forte abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *