OS GUIAS QUE EXPLORAM

O Blog do caderno de Turismo & Lazer do jornal Comércio da Franca (Franca/SP), “Malas Prontas”, traz o depoimento de um casal  que visitou Ilhéus, Renata Rezende e Luis Carlos.

Entre os comentários sobre as praias da cidade, arquitetura e história, um alerta feito pela visitante: “Como são muitos os lugares a serem visitados, muitos guias turísticos costumam cobrar além do que vale. É necessário ficar atento também com o perfil e os valores dos passeios e se eles se adequam ao perfil do turista. Isso ajuda a não cair em armadilhas.”

O texto foi publicado hoje (30). Clique aqui para ler.



5 responses to “OS GUIAS QUE EXPLORAM

  1. MEU DEUS…COMO VC É DESPREPERADO MEU FILHO…COMO JOGA UMA REPORTAGEM DESSA NO BLOG?? VC TEM CONHECIMENTO QUE HJ EM ILHÉUS FUNCIONA UM CURSO TÉCNICO PROFISSIONALIZANTE DE GUIA DE TURISMO? APOSTO QUE NÃO!!! POIS BEM, REPRODUZ UMA NOTÍCIA DESSAS E JOGA UM BALDE ÁGUA FRIA NUMA TURMA DE EXCELENTES PROFISSIONAIS QUE JÁ LUTAM CONTRA UMA ÁREA TOTALMENTE ABANDONADA NO MUNICÍPIO…JÁ VI QUE VC É UM “SIMPLES” BLOGUEIRO MESMO…PROFISSIONALISMO PELO AMOR DE DEUS!

  2. CONCORDO PLENAMENTE GUSMÃO , ELES ABUSAM MESMO DOS TURISTAS QUE VIZITAM A CIDADE , NAO SO ELES COMO OS CAPOERISTAS QUE SE APRESENTAM EM FRENTE AO TEATRO .EU COMO FILHO DE ILHEUS AS VESES FICO MORTO DE VERGONHA EM VER AQUILO.

  3. Muito interessante o assunto abordado neste Blog. Eu tambem nao sabia que existe um curso de guia de turismo em Ilheus, pecou nossa SETUR pela nao divulgação. Agora muito boa a reportagem abaixo:

    http://www.gcn.net.br/jornal/index.php?codigo=115027&codigo_categoria=91

    E a observação feita pela turista deveria servir de parametro para a SETUR corrigir erros e sugiro tambem um contato com a Turista agradecendo os comentarios sobre nossa cidade. Fica a sugestao para a ATIL, alias essa nova Diretoria esta de parabens, pois em pouco tempo, tem mostrado serviço.

  4. Além do que foi citado pelo casal de turistas, está acontecendo algo inédito em Ilhéus. Um grupo de pequenos guias, que se denominam guias mirins, despertam a sensibilidade dos turistas e conseguem ser levados para os hotéis. Comos os proprietários dos hotéis devem agir? Esse grupo “guias mirins”, pode existir? menor pode trabalhar? A quem os proprietários de pousadas deve recorrer? Todos os órgãos estão em recesso e aí? Se algo acontecer neste mundo em que tudo é possível? E a preocupação com a prostituição infantil? Se alguém puder dizer o que faria, já ajudará e muito. Esperemos que a Secretaria de Turismo envie correspondência para todos os hotéis e pousadas informando que, se o estabelecimento permitir este tipo de prática, estará sujeito a multa e fechamento do empreendimento, a fim de poder não permitir e assim, não ficar “mal” diante dos turistas “bonzinhos” que querem oferecer um dia diferente para estes menores. Na realidade eles estão querendo apenas passar um dia tomando banho de piscina, comendo e bebendo refrigerantes gratuitamente, mas nem sempre quem leva quer apenas isso.
    Portanto, se existem guias bons e formados, que se façam maioria e façam bonito, com o objetivo de evitar observações como esta. Espero que os bons sejam maioria e sejam justos, respeitando a nossa cidade, mostrando o que de bom e bonito ela tem.
    Tomara todos retornem e/ou recomendem Ilhéus. Ah e o Comércio ainda acha que movimenta a cidade, mais que o Turismo. Como seria o nosso Comércio sem o turismo que dizem não existir em Ilhéus? Ilhéus é tão maravilhosa que mesmo sem gestão nesta área, teríamos turistas. Os que aqui vêm, o fazem porque ouviram falar, por causa de Jorge Amado, por causa da sua natureza, por causa do seu povo. Portanto façamos todos, muito bonito.

  5. Gusmão, turismo é para quem pode. Vá em Porto Seguro, pague gasolina a quase R$ 4,00 um acarajé por R$ 5,00 ou mais. Ilhéus é o lugar mais barato para veranear. Quem ãchar as coisas caras que leve sua farofa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *