E, se, ou!

Por Gustavo Pestana.

Dormindo, andando ou correndo.
Parado, comendo ou chovendo.
Sorrindo, gritando ou cantando.
Ou nada disso fazendo.

Calculando, melhor dizendo, pensando.

Pensando nas contas a pagar e se dinheiro vai sobrar.
Se sobrar como gastar, melhor dizendo, como guardar.
Guardar pra não faltar.

Mas se faltar o que fazer?
Devo me preparar então!
Preciso economizar!
Gasto um pouco menos ali e um pouco aqui!
(mais…)

LULA NEGA EXTRADIÇÃO DE BATTISTI PARA A ITÁLIA

Do G1:

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva rejeitou nesta sexta-feira (31) a extradição do ativista de esquerda Cesare Battisti para a Itália. Lula acatou o parecer elaborado pela Advocacia Geral da União (AGU) que recomendava a manutenção de Battisti em território brasileiro. Os argumentos do governo brasileiro para rejeitar o pedido de extradição do governo italiano ainda não foram divulgados. O anúncio foi feito por meio de nota lida pelo ministro de Relações Exteriores, Celso Amorim.

Com a decisão de Lula, que será publicada no Diário Oficial da União, caberá ao Supremo Tribunal Federal (STF) decidir sobre a libertação do italiano, que está preso no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília, onde aguarda a conclusão do processo de extradição. O governo italiano pode recorrer ao STF contra a decisão de Lula.

LEVANTA A CABEÇA

Por Tico Santa Cruz, em seu blog.

O que te prende nessa atitude?Tudo o que acontece na sua vida é fruto das suas escolhas.  Por que tanta mágoa, tanta frustração, tanto sofrimento? Quem é que te obriga a viver assim? Por que você não levanta a cabeça, se olha no espelho e retoma o seu olhar de força, de amor, de coragem? O que te faz crer que és uma vítima da sorte?

O que te mantém onde estás? Por que tanto medo?

Medo de que? Medo de estar só? Medo de estar longe? Medo de perceber que a realidade é bem diferente do que o mundo encantado que enfiaram pelas suas vísceras quando lhe contavam historinhas de príncipes e princesas encantadas?

O mundo é assim. Duro. Denso. Cruel algumas vezes. Mas somos nós quem permitimos ou não que ele nos curve a seus tormentos. E as coisas boas? As crianças, a família, as viagens, os dias de sorriso, de sol, de mãos dadas, de beijos lentos, de amor de ladinho?

Tome uma atitude. Pare de chorar e reclamar da vida como se não fosse possível mudar o que não lhe agrada. Depende de quem esta transformação? De mim? Dos seus pais? Do seu patrão?  Quem pode te ajudar? Deus? Shiva? Buda? Oxalá? Cristo? Maomé?  Por que você não assume o papel principal no seu crescimento, na virada desse jogo?

(mais…)