HÁ 29 ANOS MORRIA A PIMENTINHA

Em São Paulo, no dia 19 de janeiro de 1982, morria Elis Regina. Apelidada por Vinícius de Moraes de “Pimentinha”, a cantora deixou uma vasta obra na música popular brasileira (mais de 35 títulos).

Nos “anos de chumbo”, quando vários artistas foram perseguidos e exilados, ela criticou a ditadura brasileira através de canções que interpretava, como “O Bêbado e o Equilibrista”, de João Bosco e Aldir Blanc.

Sua morte ocorreu quando ela tinha 36 anos, devido a complicações decorrentes de uma overdose de cocaína, tranquilizantes e bebida alcoólica.

PF FLAGROU LARÁPIOS COMEMORANDO LICITAÇÃO SUSPEITA

Dentre as muitas escutas feitas pela Polícia Federal, através da operação vassoura de bruxa, uma chama bastante atenção.

A PF ouviu secretários do governo Newton Lima dando “vivas” à vitória de uma empresa amiga, que venceu uma licitação mais do que suspeita.

Prisões preventivas podem ser decretadas a qualquer momento.

HUMOR: BEBÊ ABANDONADO

Este "bebê político" está abandonado, esperando abrigo e conforto. Trata-se de um ser humano da mais alta envergadura moral e possui um grande coração, mas infelizmente, não gosta de ouvir e se comporta com auto-suficiência. Toma decisões precipitadas e costuma dar crédito para pessoas de reputação duvidosa. Tenha cuidado, pois se você lhe der um beijo no rosto "fofo", ele poderá morder seu dedo. Depois sopra, pede desculpa e não guarda mágoa.

JABES QUER SER PREFEITO, DE NOVO. JOABES, O IRMÃO, DISCORDA

A idéia do retorno de Jabes desagrada muitas pessoas.

Há quem afirme que o retorno de Jabes Ribeiro ao Palácio Paranaguá, em 2013, seria um grande retrocesso.

Jabes foi prefeito três vezes e teve enorme influência no governo do seu correligionário João Lyrio.

Críticos explicam que a era “jabista” trouxe muitos transtornos à maquina administrativa e citam a avalanche de precatórios gerados por “culpa” da equipe do ex.

Além do mais, Jabes, segundo os analistas, teria deixado a cidade desorganizada, com muitas invasões, que não foram reprimidas no nascedouro para evitar desgaste eleitoral.

Por mais que Valderico e Newton tenham causado grandes decepções, não são poucos os que não aceitam o retorno de Jabes, uma vez que ele concentra poderes e não tem capacidade de revelar novas lideranças.

“A democracia é assim, um amadurecer constante. É preciso errar para aprimorar. Retroceder é um equívoco”, afirma um analista político que se diz amigo pessoal do ex-prefeito.

Um dos irmãos de Jabes, o advogado e ex-vereador Joabes Ribeiro, tem expressado opinião parecida. Várias pessoas já ouviram o “mano” dizer em alto e bom som que é contra a candidatura de JR à prefeitura em 2012.

“Se é do mesmo sangue e pensa assim, devemos refletir bastante para não errar’, enfatizou o analista.

MÃE E FILHAS FORAM MORTAS EM CHACINA

Uma mulher e as duas filhas foram mortas a golpes de faca, um pouco antes do começo da madrugada desta terça-feira (18), no bairro Alecrim I, Zona Norte de Eunápolis. No local havia ainda três crianças, de cinco, quatro e três anos, que presenciaram a chacina. Uma delas ficou ferida no rosto.

Segundo a polícia, o crime pode ter ligação com drogas, já que, segundo um sobrevivente, os assassinos teriam dito que queriam receber o seu dinheiro. O marido de uma das mulheres – Josevaldo Andrade Souza, 40 anos, mais conhecido como ‘Solteiro’, fugiu para não ser morto. Conforme a polícia, ele seria o alvo principal dos bandidos.

Leia mais no Brasil Vitrine.

O GOVERNO DAS ESPECULAÇÕES

Prefeito Newton Lima

Um novo burburinho no Palácio Paranaguá, em Ilhéus, indica que o prefeito Newton Lima realizará mudanças no governo. Essa é uma estratégia usada há tempos pelo prefeito, que tanto promete e nunca faz. A suposta “lista de mudanças” inclui a secretaria de  serviços públicos, chefiada  por Carlos Freitas, sujeito de bastante prestígio no governo Newton Lima.

A população espera que, dessa vez, as promessas se realizem.