PREFEITURA PAGA BANQUETE NA CABANA DO IRMÃO DO PREFEITO

Na cabana de Cafu só rolou moqueca. O amigo leitor (a), também contribuinte, pagou a conta.

No dia 14 de janeiro deste ano, numa sexta-feira, o prefeito Newton Lima reuniu todo o secretariado e assessores de alto escalão, nas dependências do Instituto Nossa Senhora da Piedade, para fazer uma ampla avaliação do seu péssimo governo.

Na hora do almoço, todos (cerca de 120 pessoas) se dirigiram ao restaurante do irmão do prefeito (antiga cabana Mirante) para saborear deliciosos frutos do mar às custas do erário público.

A conta deu aproximadamente 3 mil reais. O que chama atenção é o fato do banquete ter ocorrido justamente em um estabelecimento cujo proprietário é o senhor Cafuringa, amado irmão de Newton.

Segundo o chefe de gabinete, José Nazal, o local foi cedido gratuitamente e a refeição não foi preparada pelas cozinheiras do restaurante, e sim por uma empresa contratada.

Entretanto, fontes palacianas que estiveram no banquete e se deliciaram com as moquecas, afirmam ter visto o irmão do prefeito calculando o valor da farra. A despesa foi paga no mesmo dia, sem atraso.

Considerando que a prefeitura está em crise, e funcionários aguardam os salários de dezembro, não seria nada demais pedir aos convidados que fossem comer em suas casas, para depois retornar.

Um governo sério não deve patrocinar mordomias enquanto servidores aguardam proventos atrasados.

AMBIENTALISTA DIZ QUE TRAGÉDIA É RESULTADO DO DESRESPEITO À MATA ATLÂNTICA

Por Paulo Virgilio, repórter da Agência Brasil:

Mata Atlântica. (Foto: Fabio Coppola)

Tragédias como a que ocorreu nas cidades serranas do Rio de Janeiro são nada mais que o resultado do processo de ocupação da Mata Atlântica. A afirmação é da escritora e ambientalista Anne Raquel Sampaio, que mora no Parque do Imbuí, um dos bairros mais afetados pela catástrofe em Teresópolis.

“Nós não estamos aqui simplesmente sobre o solo de Teresópolis, e sim sobre o solo da Mata Atlântica, um bioma que precisa ser mais respeitado”, diz a escritora. Como muitos cariocas, ela se mudou há 25 anos para a cidade serrana fugindo da violência urbana do Rio e em busca de paz e de contato com o verde. “Na época, o clima era mais frio, e a cidade tinha menos favelas e menos gente.” (mais…)

A VOLTA DE DORINHO

O prefeito de Ilhéus, Newton Lima, convidou o ex-secretário do interior, Izidório Gesteira (Dorinho), para retornar ao cargo.

A passagem do “convidado” pela secretaria foi controversa. Consta que máquinas da prefeitura foram utilizadas para melhorar um ramal que dá acesso a uma fazenda do então secretário.

Numa certa ocasião, Dorinho guiou o prefeito pelo interior, e os dois acabaram perdidos (clique aqui).

Apesar disso, o que importa é a grande amizade com o prefeito, condição fundamental para o preenchimento da função. O resto é resto!

O TIME DOS PARDAIS

Segundo o bem humorado jornalista, Marcos Pennha (colunista deste blog), os quatro pardais instalados pela prefeitura de Ilhéus, para fabricar multas contra os motoristas, torcem para um determinado time de futebol.

Toda a vez que os famigerados eletrônicos multam um veículo, uma mensagem musical é enviada para o Palácio Paranaguá:

“Mais um, mais um Bahia!”

FESTA DE ANIVERSÁRIO E BOLO DE CHOCOLATE CONFEITADO COM MACONHA

O caso aconteceu nesta quarta-feira (26), em Arraial D’Ajuda, Porto Seguro. Policiais civis e militares receberam denúncia sobre uma festa de aniversário, de uma mulher de 18 anos, onde rolava  drogas e até um bolo de chocolate confeitado com folhas de maconha.

Quando a polícia chegou, os participantes da festa já haviam fumado, aliás, ingerido a iguaria. Mas em uma câmera digital ficou a certeza do bolo “cannabis”.

O bolo com cobertura de cannabis! (Foto: Divulgação/Polícia Civil da Bahia)

IBAMA PERMITE O DESMATE DE 238 HECTARES PARA CONSTRUÇÃO DE BELO MONTE

O Ibama concedeu nesta quarta-feira (26) autorização para o começo da construção do canteiro de obras da Usina Hidrelétrica de Belo Monte (uma das principais obras do PAC), no Rio Xingu (PA). A empresa responsável pelas obras será a Norte Energia.

A autorização de supressão de vegetação, assinada pelo presidente substituto do Ibama, Américo Ribeiro, permite o desmate de uma área de 238 hectares no local de construção da usina. Na prática, ela equivale a uma licença parcial de instalação, que não está prevista no processo regular de licenciamento ambiental.

O Ministério Público Federal já havia anunciado que irá entrar com uma nova ação na justiça caso o Ibama emitisse alguma autorização parcial antes da licença de instalação.

Do total de 238,1 hectares de vegetação, 64,5 hectares pertecem a Área de Proteção Permanente. A autorização emitida prevê uma série de condicionantes que deverão ser cumpridas pelo consórcio, incluindo a recuperação dessa área.

Com informações da Carta Capital.

MEU AMIGO AUGUSTO PITU

Recebi com pesar a notícia do falecimento do meu amigo Augusto Mario Mendes do Carmo (de camisa verde), conhecido carinhosamente como Augusto Pitu, ex-funcionário de meu pai e instrutor de trânsito muito querido em Ilhéus.

Com o passar do tempo, a gente vai perdendo os diletos companheiros, pessoas que fazem falta por terem deixado grandes lembranças, provas inequívocas de amizade e lealdade.

Pitu, como se costuma dizer, era gente finíssima, um cara de grande coração, amigo do peito.

Morreu porque necessitava trocar o órgão crucial onde ele abrigava todo o amor e carinho que demonstrava pelos amigos.

Vai lá companheiro! Os ensinamentos do volante ficaram (sempre com prudência!) e a amizade sincera nos momentos difíceis jamais será esquecida.

Um forte abraço, saudoso e alegre, como você sempre foi.