PRESIDENTE DO CAMAÇARI DETIDO EM ILHÉUS

Fernando Lopes.

 

O presidente do Camaçari, Fernando Lopes, foi preso em Ilhéus por ter agredido um gandula, menor de idade, com um soco no rosto, durante a partida contra o Colo Colo, ontem (quarta/02)

Mesmo vencendo a partida, Fernando ficou indignado com a reposição de bola dos gandulas, que estava sendo feita de forma rápida.

Sem advogado, o presidente do Camaçari foi ouvido pelo delegado de plantão e não tem previsão de saída. O presidente da Federação Baiana de Futebol, Ednaldo Rodrigues, foi acionado e está tentando contratar um advogado para acompanhar o caso em Ilhéus.

Atualizado às 09h47min.

Em contato com a 7ª COORPIN hoje pela manhã, tivemos a informação de que o presidente do Camaçari, Fernando Lopes, já foi liberado.

Após o depoimento do gandula, foi realizado um termo circunstanciado. Lopes responderá um processo por agressão a menor.



5 responses to “PRESIDENTE DO CAMAÇARI DETIDO EM ILHÉUS

  1. Bom dia Gusmão,
    mas que coisa hein???
    bem feito pra esse indelinquente, espero q fique mais algumas horas preso e responda por agreção, danos morais e td mais… isso não pode acontecer no esporte, é uma pena que ainda existam pessoas como esse senhor… “um presidente de um clube de futebol não pode ser um desequilibrado mental”

    João Paulo Garcia

  2. Lamentável a atuação deste dirigente.
    Ele começou a vociferar que o time dele não tinha viado, em voz alta, e eu so vi ele junto do gandula e o gandula partir para cima dele e ele dar um soco no jovem, como vi um jovem tentando agredir um velho, um ancião, eu fui contra o gandula, mas o gandula disse que ele o tinha chamado de preto viado .
    Isso é conduta de um dirigente de uma equipe de futebol que brilhantemente venceu um jogo???
    Ele quis apanhar. ser agredido, só pode.
    Tumultuar.

  3. Caro Gusmão,
    Não dar pra acreditar, como que um criminoso desse que agride um menor, onde neste país chamado Brasil, existe um estatuto da criança e do adolescente,ele agride o estatuto, é preso em flagrante com testemunhas de acusação e tudo mais, agora o cara é liberado, gostaria de saber se possível Gusmão se foi impetrado habeas corpus, se não como um delegado(a) poderia liberá-lo, pois fico preocupado pois o garoto que foi agredido conhecido como paraíba, treina no sub-17 junto com meu filho, e meu filho também estava de gandula ontem, e quando terminou o jogo fui buscar meu filho e soube desse episódio fiquei até pensando que podia ter sido meu filho, é inadmissível essa cidade está desmoralizada, pela primeira vez na história vejo algumas pessoas do colo-colo em especial o Mario e Tyrine, que coordenam com muita competência o sub-17 dar uma oportunidade aos talentos da cidade, vem um bandido desse e age dessa forma. Mas é coisa de Ilhéus.

  4. COVARDIA, VAGABUNDAGEM deste pilantra que agrediu um menor sob olhares de dezezenas de pessoas. acontece que o referido estava possivelmente drogado, pois o mesmo antes tinha reclamando que não havia AMBULANCIA com o suporte de profissionais para o jogo. Só que a equipe tinha atendido um atleta junior do colo-colo e enviado de imediato para o regional e o mesmo BERRAVA que não foi a ambulancia que tinha levado. Ele é tão covarde que foi interprelado pelo SOCORRISTA HELIO BITATE e ficou cabisbaixo. Prova então que ele só quer bater em menor, pois em MULHER como EU, ele tem que comer abaixado. Obrigada, DALILA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *