UM CARNAVAL DE MENTIRINHA

Por Marcos Pennha.

“O Porto Sul, outrora, tido como “realidade”, agora é motivo do clamor do governador para que todos se mobilizem, sendo que o governo ainda não fez a sua parte de apresentar o Estudo de Impacto Ambiental (EIA) ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Hídricos Renováveis (IBAMA), para que este convoque a audiência pública”.

É tempo de carnaval. Ilhéus, apesar dos pesares, não ficou de fora. O povo caiu na folia, enquanto a festa momesca, na polêmica. Um dos motivos de tanto ti ti ti reside no fato de se realizar algo tão mixuruca, quando se sabe que Ilhéus é uma das grandes cidades brasileiras, beirando os 500 anos de existência.

O governador Jaques Wagner (PT), juntamente com seu secretário de Turismo Domingos Leonelli, trata Ilhéus com desdém. Ofereceu, apenas, um trio elétrico e duas atrações tão fora da mídia, como estão os excelentes cantores baianos Tonho Matéria e Viviane Tripodi. A Bahia, para Wagner, é só Salvador. Os demais municípios só servem para, em época de eleições, o garimpo de votos.

As opiniões dividem-se relacionadas o ter ou não o carnaval. A cidade vive um caos total nos diversos segmentos. Boa parte dos alunos das escolas públicas municipais começará a estudar um pouco mais adiante, porque alguns colégios, incluindo o Centro de Aprendizagem e Integração de Cursos (CAIC), precisam de reformas; e o governo não dispõe de recursos suficientes. A área de saúde encontra-se comprometida. Os profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), há muito tempo, fazem justas reivindicações, que incluem condições de trabalho e aumento salarial. Portanto, vêm trabalhando com pequena parte do efetivo em sinal de protesto e pressão. Os servidores da Polícia Civil, identicamente, têm suas queixas, embora por questão de sensibilidade resolveram não paralisar neste momento.

Isso e muito mais acontecendo. Inevitável a pergunta: Por que carnaval? Pondero que uma cidade com a história de Ilhéus não pode ficar sem essa festa tradicional. Avaliemos que o carnaval é um fator de geração de emprego e renda. De certa forma, os turistas – mesmo não vindo por causa do evento em si – consomem nos bares, restaurantes, pizzarias, lanchonetes, cabanas de praia e tudo o mais. Quantos pais de família sustentam-se trabalhando como ambulantes, vendendo acarajé, sanduíches, espetinhos, pizza mais bebidas em geral?

O que falta, no entanto, é a formatação do setor turismo. Profissionalização e planejamento são as palavras de ordem. É necessário que haja programação para que a festa aconteça da melhor maneira possível. Para tanto, deve-se passar o ano inteiro trabalhando em prol desse grande fomentador de emprego e renda, sem que se descuide das outras atribuições da administração pública.

A responsabilidade pelo município é da autoridade política máxima, no caso de Ilhéus, do prefeito Newton Lima (PSB). Claro que ele não deve envolver-se sozinho. Por isso é que existem secretários e demais assessores. Os vereadores devem ser mais incisivos nos seus deveres de cobrar, severamente, do executivo, bem como na formulação de leis que beneficiem a população. O povo não fica feliz só com os discursos inflamados, enquanto as práticas erradas continuam, e sem a devida punição aos culpados.

O carnaval de mentirinha acontece, também, por culpa da omissão da gente da sociedade civil, que assiste a tudo passivamente. O governador Wagner foi eleito com expressiva votação em Ilhéus para seu primeiro mandato. Nada fez pela cidade, além de promessas. Ainda assim, recebeu outra excelente votação, contribuindo com a sua reeleição em primeiro turno no último pleito (2010). A gente ilheense não pode mais permanecer na inércia, permitindo que os políticos, principalmente de fora, façam o que bem entenderem em “nossa casa”.

O Departamento de Polícia Técnica (DPT) começou a ser construído num local inadequado, no centro. O povo de Ilhéus, que conhece a cidade, não foi consultado para eleger um lugar apropriado, de preferência afastado do centro urbano. O Porto Sul, outrora, tido como “realidade”, agora é motivo do clamor do governador para que todos se mobilizem, sendo que o governo ainda não fez a sua parte de apresentar o Estudo de Impacto Ambiental (EIA) ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Hídricos Renováveis (IBAMA), para que este convoque a audiência pública. O exemplo de desdém e autoritarismo do governo para com Ilhéus ficou evidenciado quando se concebeu a ideia do porto sul na Área de Proteção Ambiental (APA) da Lagoa Encantada e Rio Almada, sem ao menos comunicar antes ao prefeito Newton Lima. Outro exemplo de falácia é a Zona de Processamento de Exportação (ZPE), que teve sua obra paralisada. Falta representatividade política. Falta vergonha na cara dessa gente que só aparece para pedir voto e depois dá tchau, como se dissesse: “Até a próxima eleição, bobos”. É preciso um BASTA nesses aproveitadores que fazem de Ilhéus suas latrinas.

Contatos com o autor: [email protected]



18 responses to “UM CARNAVAL DE MENTIRINHA

  1. CARO GUSMÃO:

    A CIDADE DE ILHÉUS ESTÁ ÓRFÃ, SEM PREFEITO, SEM DEPUTADO, SEM VEREADORES, SEM SECRETÁRIOS SÓ TEMOS AUXILIARES ADMINISTRATIVO QUE
    ESTÃO CUIDANDO DO DINHEIRO DA PREFEITURA, SUAS OBRAS MAIS RECENTES SÃO: COMPRA DE FAZENDA, COMPRA DE SÍTIO, COMPRA DE CASAS, FRAUDE DE LICITAÇÃO, DESVIO DE DINHEIRO PÚBICO PARA CAMPANHA DA ANJA DO MAL, BANQUETES NO BAR DO “GENERAL CAFURINGA”.
    ESSAS SÃO ALGUMAS OBRAS QUE ESTÃO SENDO FEITAS NO MUNICÍPIO DE ILHÉUS, QUE SORTE ESTA CIDADE TEM NÉ!!!

  2. Caro Marcos
    Em primeiro lugar parabéns para sua coluna que trata nossos problemas de forma séria e sem cara eleitoreira.
    Realmente é um absurdo esse carnaval de Ilhéus. Uma cidade deste porte, conhecida em quase todo o mundo em vez de investir em uma festa decente, com atrações de nível e valorizar a tradição, faz uma festa pífia, onde os estabelecimentos comerciais ficam vazios, sem turistas e sem público.
    Esse governo é ridículo e a prefeitura segue o mesmo caminho. Mas a verdade é que quem escolheu nossos governantes fomos nós mesmos.
    Para mudarmos a postura dos nossos governantes será preciso mudar a nossa postura. Quando digo “nossa” digo a postura da população.
    Paulinho Martins

  3. nao adianta falar , escrever e nao agir essa cidade tem uma grande cabeca de jegue enterrada e esses que estao sao a bola da vez e o povo so tomando e tomando , nao sei como aguenta tomar tanto !!!

  4. A verdade que os politicos de hoje se comportam da mesma forma, preocupando apenas com interesses pessoal e dos grupos politicos e o população fica reclamando por carnaval tudo que eles querem.

  5. E O POVO AINDA CAI NA LABIA E VAI À SOARES LOPES PRESTIGIAR UMA PALHAÇADA QUE ELES INSISTEM EM CHAMAR DE CARNAVAL. REALMENTE: CADA POVO TEM O GOVERNO QUE MERECE.

  6. 500 anos de exploração! É assim que defino a nossa cidade e seu mandatários. Podemos pensar que a ordem para permanecer no atraso..vem de cima.

  7. O nosso governador hoje trabalha para o cazaquistão!!!!!!!
    Uma coisa ele tem tudo a ver com o momento; é carnaval e ele pode usar a mascara que quiser,até de governador que pensa no nosso municipio falido….de prefeito,vereador,secretários e de homens honestos wque realmente pensem nossa cidade e região de outro forma

  8. que carnaval ~e este numa cidade tão linda como Ilheus cheia de turistas e a recepção e esta um carnaval tipico de roceiros ate as bandas que nós de brasilia curtimos muito e ja vem de brasilia pensando em brincar com a banda como s4 e cia onde seu cantor e muito animado e tira a galera do cão ha anos noss e nossa equyipe de mais de 30 pessoas que vem todo ano ficamos decepcionado quando soubemos que apesar do nome desta banda maravilhosa es~ta na progrMAÇÃO DO CARNAVAL DE ILHEUS POIS PESQUISAMOS NA INTERNET E CONSTAVA NO SITE DO JORNAL TROPA DE ELITE E Dai quando chegamos a ilheus ficamos sabendo que não foi contratado e como coloca para ludibriar os foli~eoes que vem de fora queremos explicação sobre isto isso e demais cade as autoridades desta cidade estamos muito tristes pra nós o carnAVAL NÃO PRESTA NÃO DESMERECENDO AS OUTRAS BANDAS E QUE TEMOS ÇPREFERTENCIAS

  9. CONCORDO COM A FOLIÃ AI EM CIMA SOU DE VITORIA DA CONQUISTA E VIM COM UMA GALERA DE MAIS 38 PESSOAS E NÓS ACOMPANHAMOS SEMPRE ESTA BANDA S4 E CIA HA MUITO TEMPO É O MAXIMO E NÃO VAI TOCAR AMANHA SOUBE AGORA ESTAMOS PASSADOS UM ABRAÇO

  10. BOTA CARNAVAL DE MENTIRINHA NISSO SO PRA FOLIÃO ANALFABETO E QUE NUNCA ASSISTIU UM BOM CARNAVAL EM ILHEUS

  11. E PRA FALAR NISSO ALGUEM SABE ONDE ESTA TOCANDO ESTA BANDA QUEM SOUBER NOS AVISA ESTAMOS INDO PRA LA SERA MAIS FACIL KKKKKKKK
    VERDADE VAMOS MESMO AINDA DA TEMPO CORRER ATRAS DO PREJUIZO

  12. ai que saudades dos carnavais de anos atras com muits atrações a gente era feliz e não sabia tambem votamos nas pessoas erradas e nisso que da mais ainda ha tempo pra corrigir e so esperar as eleições e votar certinho ai sim teremos carnavais de verdade

  13. MEU CARO AMIGO PORQ/ O MINISTERIO PUBLICO NO FAZ UMA CPI NESTA PREFEITURA JUNTAMENTE COM A POLICIA FEDERAL!!!!!!!!!! ILHEUS ACABOU ISSO AI É ROÇA!!!!!!!!! BOM DIA !!!!!!!!

  14. rapaz eu fico muito triste com a falta de informação a respeito do que na verdade uma festa momesca.achar que carnaval e feito de grandes bandas e preciso ir a salvador e procurar saber sobre o que a populaçã de salvador pensa a respeito delas. quase 85% da população de salvador e folião pipoca. isso quer dizer que de cada 100 abadas vendidos apenas 15 são comprados pelos foliões de salvador 85 são vendidos para fora. em salvador a população não da tanta importaçãoes para os famosos de lá e so v os presos dos ingressos e as praças que os famosos estão procurando para ganahr dinheiro. carnaval e uma festa populkar sim do povo para o povo. ate o rio de janeiro volto esse ano a ter o carnaval de rua. vá ao rio e pergunte o que a polação acha do governo ter dado dinheiro as escolas que tiveram seus carros e todo os materais queimados. veja as arquibancadas como ficarm vazias. carnaval e coisa do povo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *