ITABUNA: SERVIDORES SACRIFICADOS

Funcionários da prefeitura de Itabuna que prestam serviço na zona rural estão abandonados a própria sorte.

Eles trabalham num vilarejo longe e isolado da cidade, o Cerrado. Não recebem alimentação na hora adequada e o veículo que os leva até o local, não faz o transporte após o final do expediente.

Os trabalhadores procuraram o órgão responsável, ADEI, em busca de soluções para as péssimas condições de trabalho e foram tratados de forma truculenta pela chefia, que além de não resolver o caso, cortou o dia de trabalho dos funcionários.



2 responses to “ITABUNA: SERVIDORES SACRIFICADOS

  1. Essa categoria não tem sindicato não?
    Ou o sindicato deles é igual a maioria dos que tem aqui na região, de fachada?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *