NOTA DE ESCLARECIMENTO DO DEPUTADO ESTADUAL AUGUSTO CASTRO

Venho, publicamente, esclarecer um mau entendido: não sou contra Ilhéus. Como poderia, se 1.783 eleitores residentes neste município me escolheram para lhes representar na Assembleia Legislativa? Também não tenho interesse em acirrar disputa entre Ilhéus e Itabuna. Entendo que os mesmos são municípios vizinhos, irmãos que são afetados pelos mesmos problemas e que buscam, de forma idêntica, promover a qualidade de vida do seu povo. Por isso defendo a integração entre os dois e pauto meu mandato parlamentar na defesa de desenvolvimento para toda a região Sul. A questão dos limites territoriais que envolvem Ilhéus e Itabuna é polêmica por si mesma. Nenhum município quer perder um milímetro sequer da sua área. Ao divulgar release ontem, 16, relatei minha participação na Comissão Especial de Assuntos Territoriais e Emancipação, na Assembleia Legislativa, e a conversa que tive com o diretor de Informações Geoambientais da SEI – Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia, Antonio Cunha, a respeito do tema. Não defendo que os impostos gerados pela circulação de mercadoria no Makro e no Atacadão, localizados na Rodovia Jorge Amado, simplesmente deixem de ir para Ilhéus e sejam destinados a Itabuna. Defendo, sim, atendendo reivindicações de Itabuna, que os limites ora vigentes possam ser conferidos com o apoio da SEI, que dispõe de equipamentos de maior precisão (o que já foi dado início hoje pela manhã com a participação de representantes dos dois municípios). A partir daí, caso seja constatado que os marcos não estão colocados no local correto, que possam ser corrigidos; estando corretos, que os municípios possam encontrar soluções para conviverem em harmonia. Meu mandato está à disposição da região Sul para que possamos, através da Assembleia Legislativa, buscar investimentos e ações que beneficiem a todos.

Salvador, 17 de março de 2011

Augusto Castro

Deputado Estadual (PSDB)



2 responses to “NOTA DE ESCLARECIMENTO DO DEPUTADO ESTADUAL AUGUSTO CASTRO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *