UM BRAÇO DE MANOBRA CHAMADO “MINA DE TALENTOS”

A empresa do Cazaquistão (BAMIN) sabe que seu projeto tem problemas técnicos graves e sérias implicações que vão de encontro à legislação ambiental.

A mineradora aposta em duas frentes: o poder político do governador Jaques Wagner, que pode tratorar o parecer técnico desfavorável do IBAMA (clique aqui), e a grande aceitação do projeto junto à população “desinformada” de Ilhéus.

Para reforçar a segunda frente, a empresa cazaque criou o “Mina de Talentos”, um programa de capacitação de mão-de-obra, direcionado a um empreendimento não licenciado,  que não tem sequer data para começar.

Além do mais, não se deve pensar em porto, sem ferrovia. A construção do trecho Ilhéus/Caetité, da ferrovia Oeste-Leste,  pode durar no mínimo 3 anos. Vale lembrar que o traçado não foi definido e o IBAMA ainda não concedeu a licença de construção.

Outro impasse que atrasa a colocação dos trilhos, diz respeito ao fato de que a localização precisa do porto da BAMIN ainda não foi definida. Resumindo: a rota da ferrovia depende do local onde o terminal portuário será construído.

Levando em consideração essas informações, uma pergunta fica latente. Por que a empresa cazaque deseja capacitar “antecipadamente” milhares de pessoas?

Este blog desconfia que a mineradora pretende, na verdade, formar mais militantes simpáticos ao seu projeto. O objetivo é aumentar a expectativa na população.

A BAMIN quer transformar pessoas honestas, ansiosas por um emprego, em massa de manobra para pressionar os governos estadual e federal.

Quando Hitler começou a perder a II Guerra Mundial, Joseph Goebbels, ministro da propaganda nazista, intensificou a publicidade, convocando os alemães para o esforço total.

A campanha da BAMIN em torno do “Mina de Talentos” guarda semelhanças sutis com a prática nazifacista: “propaganda e mobilização no momento da derrota”.

"Mina de talentos": inspiração de Goebbels.


15 responses to “UM BRAÇO DE MANOBRA CHAMADO “MINA DE TALENTOS”

  1. Você tem problemas…como pode criticar uma iniciativa como essa? Como pode ser contra a educação/qualificação dos filhos de Ilhéus? Você deveria ter vergonha de escrever isso! Caso a empresa Bahia Mineração não fique em Ilhéus as pessoas não perderão sua qualificação. O que chama de MANOBRA chamo de BENEFICIO ou até manobra que beneficia pessoas, que qualifica, que educa…seus argumentos estão bem claros, caro Gusmão, você é uma pessoa contra Ilhéus – sem escrúpulo, não tem respeito por nós que estamos lutando para conseguir uma oportunidade no mercado de trabalho, ou ao menos ter capacidade de lutar. Não sou burro Gusmão, sei o quanto nos usam nessa vida, porém estamos colhendo frutos, estamos tendo uma oportunidade real, pois a seleção já está ocorrendo e as aulas logo iniciarão…acredito que pela criação dos cursos eu não me venderia a empresa, mas após ler seu artigo só tenho a certeza que o lado que você defende é o lado que jamais nós ilheenses vamos ficar.
    Tenho vergonha por você!!!

  2. Amigo, vc parece aquele povo bitolado da UESC. Da turma da maconha de comunicação social que só quer saber de “natureza”. Pior vai acontecer se não fizermos nada e ficarmos esperando o tempo passar. O povo que tem fome vai invadir e acabar com tudo que resta de mata atlântica.

  3. GOSTARIA DA SABER BAMIM? POR QUE ELA NÃO ESCREVE TODO MUNDO PELA INTERNET, VEJO QUE O POVO ESTÁ CHEGANDO MEIA NOITE NO COLÉGIO ESTADUAL DE ILHÉUS PARA PEGAR UMA SENHA PARA FAZER INSCRIÇÃO,,,,DEVERIA FAZER COMO O SENAI FAZ,,,FAZ A INSCRIÇÃO DE TODOS CANDIDATOS PELA INTERNET, E A PESSOA VAI LÁ FAZER A PROVA, QUEM É APROVADO FAZ O CURSO……O SETOR DE RECURSOS HUMANOS DA BAMIM DEVERIA OLHAR PARA AS PESSOAS COM MAIS DIGNIDADE…E USAR A TECNOLOGIA PARA MELHORAR ESSA SITUAÇÃO HUMILHANTE QUE AS PESSOAS ESTÃO PASSANDO PARA FAZER UMA INSCRIÇÃO.

  4. Pelo amor…

    Tem certeza que vc’s dois não são bitolados?
    O primeiro disse que estão investindo em educação/qualificação? Presta atenção, estão TREINANDO (essa é a palavra correta), uma quantidade muito superior de pessoas para, quem sabe, trabalhar na CONSTRUÇÃO do porto. Lógico, haverão muitos empregos mas com data e hora para terminar e mesmo assim não serão para todos.

    A segunda chama o povo da UESC de bitolado? E quem é a intelectual crítica desta cidade? A juliana?
    E ainda diz: “O povo que tem fome vai invadir e acabar com tudo que resta de mata atlântica.” Detalhe: depois, o povo que invadiu
    vai continuar faminto e SEM a mata atlântica, enquanto os cazaques riem dos miseráveis acríticos.
    Juliana, a conservação da mata atlântica é apenas um ponto deste debate. PENSE NISSO TBM!!!

  5. Não acreditei que alguém fosse capaz de defender os argumentos desse Gusmão.
    – Thiago, o “treinamento” é para trabalhar na empresa da Bamin ou em qualquer outra empresa. Esse “treinamento” que você chama, não se perde, as pessoas podem agregar valor ao seu currículo, pois é feito por instituição de respeito – SENAI. Cuidado com seus argumentos, pois bitolado são os que não reconhecem uma ação como essa. Se você é contra o Porto Sul, é um problema seu e que deve ser respeitado, porém ser contra uma qualificação profissional – é ser hipócrita…você deve ser mais um mentiroso que quer destruir Ilhéus acima de tudo!

  6. Entendo que todos estejam interessados em se capacitar para buscar melhores condicoes em suas vidas. O SESI exixte a decadas, sempre forneceu cursos e capacitações para os brasileiros, não entendo por que usar o nome da BAMIN.
    Mais uma prova do uso do nosso dinheiro para favorecimento de uma empresa do casaquistão, assim como a doação de quase 2000 hectares de terra, a constraução da ferrovia e o emprestimo do nosso dinheiro para a construção de um porto para empregar apenas 450 pesoas.
    Acredito que com esse valor empregariamos centenas de milhares de moradores de noss região e não atrairiamos mais desempregados de outras.
    6.000.000.000,00 da ferrovia
    2.000.000.000,00 para emprestimo para o porto
    2.000 hectares de terra para a Bamim do pó de ferro
    Mais toda a estrutura do governo trabalhando para essa empresa.

    Vamos aproveitar os cursos, vamos nos capacitar, mais vamos para de fazer de contas que esse é um processo honesto!

    O hospital e maternidade Santa isabel empregaria mais ou menos 100 pessos e o governo deixou um cidadão comum comprá-lo por 3.000.000,00
    divididos em parcelas suaves de 300.000,00!

    Gusmão, continue assim, voce é um dos poucos meios de comunicação que é independente e está prestando um grande serviço para a nossa região e será lembrado aconteça o que acontecer(será lembrado por ser um dos que informou a verdadeira arapuca que estão tentando enfiar em nossa região)PARABENS!

    Se todos os outros tivessem a sua coragem, o numero de pessoas que estariam procurando o curso seria at´e maior, mas o numero de pessoas que estariam acreditando nessa turma seria consideravelmente menor.

    meu nome é pedrooo!
    [email protected]

  7. Temos que parar tanto com essa ideia de Mata Atlantica… Tanto se defende ela, que ela vai ficar no lugar dele e milhares de ilhenses sem emprego! Voces preferem preservar a mata atlantica e deixar muitos pais de familias desempregados? Voces tanto criticam a Bamin e não fazem nada por Ilhéus, se vocês (GUSMÃO e TIAGO) são tão bons assim, arruma emprego para todos que estão nas filas do desemprego! Vocês são contra, porque já tem seus empregos certo, todo mês tem o salario na conta… Vê se param de falar besteira e ajuda Ilhéus a crescer! Todo desenvolvimento tem um custo ambiental a pagar!

  8. E que seja manobra política……..

    Vc acha realmente que as inúmeras pessoas que todos os dias formam as filas no CIEE estão preocupadas em saber se isso é manobra política ou deixa de ser? Elas buscam qualificação, coisa que hj em dia está muito difícil, não é mesmo Sr. Gusmão?! A vida é feita de trocas, nada é de graça e nem por acaso(muito menos esse seu texto acima, as pessoas não são tão desinformadas quanto vc diz, os cidadãos de hj estão muito mais críticos do que vc imagina, apenas estão vendo uma oportunidade de qualificar-se e assim estão o fazendo, deixando essa questão de “braço de manobra” para avaliarem depois que conseguirem algum “lugar ao sol”, coisa tão difícil ultimamente. E por falar nisso, aproveito para te sugerir que ao invés de ficar aqui escrevendo pensamentos filosóficos sobre a História Mundial e fazendo um comparativo com a Bamim, poderia tomar alguma iniciativa digna de elogios, a qual ajudasse o povo Ilheense.

    Saudações!

  9. Caro Gusmao..felicitaciones..seu vision é clara e muito verdadeira..enche para valer..lamentavelmente os que vêem dantes são sempre mau julgados…algum dia o povo de Ilheus lhe agradecerá seus avisos.,para a Bamin foi muito facil enganar a tantos precisados,o que eles não se dão conta é que só estan sendo utilizados para fins futuros
    GRACIAS !!!

  10. Eu li e reli o que escreveu Gusmão e não consegui entender e nem encontrei no texto, o Editor deste Blog escrever que as pessoas não devem aproveitar o treinamento, mesmo porque está envolvido o SENAI e as salas de aula são do povo, pois o Colégio Estadual é nosso! é óbvio que as pessoas devem aproveitar ao máximo tudo que o governo oferecer em nome da BAMIN, pois é o nosso dinheiro. Ainda que a BAMIN esteja pagando algo agora, o governo já assinou um contrato de cessão de uso público gratuito, entregando por 30 anos, renovável por mais 30 anos, sem custos para a empresa, uma área de 500ha. Portanto, deveriam estar treinando 30.000 pessoas.
    O que Gusmão está alertando é para o fato de ser engodo, estão fazendo o povo carente de emprego acreditar que realmente serão gerados muito mais emprego do que é real. Para a construção, a oferta de treinamento é para 1960 vagas e para a fase de operação, me parece que são 60 vagas para a área administrativa. Basta acessar o site do projeto. A propaganda cega o povo para a realidade. O que o povo quer de verdade é emprego e está desqualificado. O povo quer a BAMIN ou qualquer outra empresa que prometa gerar emprego. No entanto, a expectativa é mentirosa! Simples assim. No primeiro dia de inscrição, ninguém deu publicidade à toda confusão gerada, as brigas, quebra quebra, etc. O povo estava lá carente de emprego prometido. Será que está certo isso? A aceitação da BAMIN e todo o projeto é por causa da geração de emprego alardeada pelo Governo, inicialmente de 10.000 que já chegou a 30.000, mas de fato não são 1000. É isso que Gusmão está alertando, basta ler sem paixão ou BAIXÃO. Os BAMINS apelam demais para a emoção. O que precisamos e merecemos é o respeito e não propagandas enganosas.

  11. GOSTARIA DE SABER O QUE VOCÊ FAZ PARA MELHOR NOSSAS VIDAS Sr.ª MARIA DO SOCORRO? VOCÊS SÓ FAZEM CRITICAR, NÃO TEM NADA QUE ALGUMA EMPRESA OU QUE O PODER PÚBLICO VENHA CRIAR QUE VOCÊS NÃO SEJAM CONTRA – PELO AMOR DE DEUS – ESTAMOS QUERENDO SOLUÇÕES, ATITUDES, E ATÉ O MOMENTO O “POUCO” QUE VEJO É POR PARTE DA BAMIN…MOSTRE-ME ALGUMA SAIDA…DEIXE DE SER UM PROBLEMA E PASSE A TERTAR CONSTRUIR UM CAMINHO MELHOR…PARA DE CAVAR BURACO!!!

  12. Mãos para baixo, a loja da Apple app ganha por uma milha. É uma enorme seleção de todos os tipos de aplicativos contra uma seleção um pouco triste de um punhado de Zune. Microsoft tem planos, especialmente no campo de jogos, mas eu não tenho certeza se eu gostaria de apostar no futuro, se este aspecto é importante para você. O iPod é uma escolha muito melhor nesse caso.

  13. soluçoes, gente, podem ser simplesmente conferidas no site http://www.cidadessustentaveis.org.br , aonde Açao Ilheus è associada. SoluçOES, gente, podem ser simplesmente realizadas se for colocados a disposiçao do investimento da populaçao 6.000.000.000,00 da ferrovia
    2.000.000.000,00 para emprestimo para o porto
    2.000 hectares de terra para a Bamim do pó de ferro
    …. que na realidade JA E’ DINHEIRO DA POPULACAO!!!

    Vçs acham que se conseguiria criar lugares de trabalhos com estes recursos? Acham que investimentos assim, colocados no turismo, no cacau, na agricoltura, nao dariam lugares de trabalho? Nao se esquecem que è muito facil investir com o dinheiro dos outros 🙂 Abraço a toda a maravilhosa Ilheus.
    Ciao, Claudik

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *