NOMEAÇÃO DE GEDDEL É DERROTA DE WAGNER

Do Poder Online

A nomeação do ex-deputado Geddel Vieira Lima (PMDB-BA) como vice-presidente da área de Pessoas Jurídicas da Caixa Econômica Federal acabou se transformando numa derrota do governador da Bahia, Jaques Wagner (PT).

Por culpa do próprio petista, que divulgou ter dado parecer contrário ao aproveitamento do seu adversário nas últimas eleições em qualquer cargo do governo federal.



4 responses to “NOMEAÇÃO DE GEDDEL É DERROTA DE WAGNER

  1. Wagner fez muito bem em vetá-lo. Se não todos, mas a maioria sabe quem é Geddel, ou melhor, sua passagem no Baneb.

    Qual a finalidade de Geddel no setor jurídico da CEF? Angariar recursos das empresas para o partido e tentar manter alguns políticos no PMDB. Qual o resultado disso a longo prazo na CEF? Desvio de função da empresa.

    Aliás, Palocci mais uma vez quase ferra Wagner, quem precisa de um aliado desse dentro do próprio partido não tem necessidade de inimigos externos.

    Palocci quase ferra Wagner no Paulistério e agora com a indicação de Geddel. Ah, qual foi a razão mesmo? O balcão de negócios firmado entre Palocci e Temer. Afinal o PMDB, o partido da boquinha, precisa sobreviver não é mesmo?

  2. Quem manda no governo é o PMDB. Se não fosse o PMDB o PT hoje não seria governo. Portanto manda quem pode e o PT obedece porque presta subserviência ao PMDB.

  3. Aguardem a nomeação do Deputado Federal que perdeu a eleição aqui em Ilhéus e de seu filho em algum cargo importante….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *