ESTE HOMEM CRIOU OS PARDAIS

 

Foi este homem, chamado Carlos Freitas, que implantou a indústria das multas em Ilhéus. A empresa que ele trouxe, GCT, responsável pela instalação dos pardais, foi investigada pelo MPE do Rio de Janeiro, que apurou denúncia de irregularidade no tempo de exposição dos sinais semafóricos. Recentemente, a Juíza Carine Nassri determinou a suspensão das multas aplicadas a um motorista autuado pelos odiados aparelhos, que têm Freitas como "pai". Se você foi apanhado e tem certeza de que não errou, lembre-se, na época de Freitas os pardais foram colocados.

OBRA DA FIOL ESTÁ EM RITMO NORMAL

Do Jornal A Região

Obra no trecho de Ubiraçaba.

O processo de construção da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol) segue o cronograma, com obras iniciadas nos quatro primeiros lotes entre Ilhéus e Caetité. O andamento foi avaliado durante encontro na Governadoria, no Centro Administrativo da Bahia (CAB).

Participaram a secretária da Casa Civil, Eva Chiavon, os secretários da Educação, Osvaldo Barreto, e da Indústria Naval e Portuária, Carlos Costa, além do assessor especial do governador, Edmon Lucas, representantes da Valec, do governo federal e dos consórcios.

No lote 1, próximo a Barra do Rocha, foi iniciada a terraplanagem. Nos lotes 2 e 3 estão sendo implantados os canteiros e no 4 começou a produção de aduelas e premoldados. Segundo o presidente da Valec, José Francisco Neves, a obra atingirá o auge em agosto.

(mais…)

AZEVEDO NÃO FOI

O sindicato dos servidores públicos de Itabuna, Sindserv, juntamente com a Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB) iniciaram hoje (06) as negociações pela campanha salarial de 2011.

O prefeito Nilton Azevedo e o secretário de administração Maurício Athayde  não compareceram à reunião que daria inicio às negociações.

“Essa atitude do executivo é lamentável para todos. É uma demonstração de descaso, irresponsabilidade e falta de sensibilidade para com as demandas urgentes dos trabalhadores”, disse Wilmaci Oliveira, diretora do Sindserv.

STF QUEBRA SIGILO DE PROCESSO CONTRA MICHEL TEMER

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou o fim do sigilo no inquérito em que o vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), é investigado por um suposto esquema de pagamento de propinas no Porto de Santos.

Segundo Marco Aurélio não há necessidade de sigilo, já que se trata de uma pessoa ligada à administração pública. O caso foi para o STF porque Temer tem direito a foro privilegiado.

Em nota, o vice afirmou que as supostas acusações “já foram examinadas pelo Ministério Público Federal, em 2002, com parecer final do então procurador-geral da República que o arquivou por absoluta ausência de provas e inconsistência da denúncia”.

Temer ressaltou que o caso voltou à tona em setembro do ano passado, em pleno fervor eleitoral, podendo ser obra da oposição.

Informações do Valor Econômico

ALUNOS DA UESC AVALIAM A EROTIZAÇÃO INFANTIL NA PUBLICIDADE

“Erotização e Infância: as Duas Faces da Publicidade” é o título do artigo escrito pelos alunos Alice Lacerda Pio Flores, José Nunes de Oliveira Júnior, Maria Eduarda Viana Santos e Suellen Souza Teixeira, do curso de Comunicação Social – Rádio e TV, da  UESC.

O artigo está publicado na Anagrama: “Revista Científica Interdisciplinar da Graduação”, da Universidade de São Paulo – USP.

Os alunos, orientados pela Professora Sylvia Teixeira, elaboraram uma análise comparativa entre duas peças publicitárias que têm o mesmo público-alvo, e observaram como essas diferentes abordagens geram respostas diversas. Os produtos anunciados em ambas são produtos infantis, roupas e acessórios.

No artigo, os estudantes se propõem a mostrar como se dá o fenômeno da erotização infantil nas peças publicitárias, como ela se relaciona com o gênero, quais os elementos utilizados para explicitar/camuflar essa intenção.

Como a erotização infantil influencia na mudança do público-alvo, qual é a sua influência na formação identitária das crianças que consomem esse tipo de publicidade, são temas abordados no artigo.

Confira o artigo na íntegra.

OBRAS DO VILELA ESTÃO PARALISADAS. 272 CASAS CORREM RISCO DE INVASÃO

Casas podem ser invadidas a qualquer momento.

Em primeira mão.

A empresa Gemec, responsável por uma obra de infraestrutura no bairro Teotônio Vilela (Ilhéus), incluindo a construção de 272 casas, paralisou o serviço no final de fevereiro.

A construtora alega que a prefeitura não cumpriu cláusulas contratuais, ligadas a reajustes de valores, que somam 2 milhões de reais. A  obra  ganhou novos componentes, sendo assim, foi necessário acrescentar mais recursos.

Por outro lado, sindicalistas acusam a Gemec de não cumprir a legislação trabalhista e de não aceitar a fiscalização imposta pela CIPA (comissão interna de prevenção de acidentes). A paralisação teria “vindo a calhar”, já que a demissão dos 180 operários culminou na dissolução da CIPA.

O Secretário de Planejamento Alisson Mendonça disse ao Blog do Gusmão que o problema será resolvido nos próximos dias. A obra será retomada em maio e a Secretaria de Desenvolvimento Urbano da Bahia (SEDUR) vai bancar os dois milhões de reais.

Enquanto a obra “adormece” alguns moradores do bairro Teotônio Vilela ameaçam invadir as 272 casas que estão quase prontas. O projeto original, financiado principalmente pela Caixa Econômica Federal (CEF), prevê a mudança das famílias que moram na Rua do Mosquito (área de manguezal) para as novas residências em fase de acabamento.

A possibilidade de invasão pode inviabilizar o sucesso do projeto.

OEA PEDE SUSPENSÃO DE BELO MONTE

Rio Xingu, onde será construída a hidrelétrica.

A Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) da Organização dos Estados Americanos (OEA) solicitou oficialmente ao governo brasileiro a suspensão imediata do processo de licenciamento da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu (PA). 

O órgão pede que nenhuma obra seja iniciada sem antes consultar e mostrar as comunidades indígenas os impactos ambientais, além de garantir a integridade física dos índios.  A entidade deu prazo de 15 dias para que o governo brasileiro adote uma série de medidas em defesa da proteção dos povos indígenas da Bacia do Rio Xingu.

A decisão da CIDH é uma resposta à denúncia encaminhada, em novembro de 2010, por entidades dos setores indígenas e ambientais.

Em nota oficial divulgada ontem à noite (05), o governo disse ter recebido com “perplexidade” a recomendação e considera as orientações “precipitadas e injustificáveis”.

O Itamaraty lembra que o processo de licitação foi autorizado pelo Congresso Nacional, em 2005, com base em estudos técnicos de ordem econômica e ambiental.

Também ressalta que houve consulta a órgãos como a Fundação Nacional do Índio (FUNAI) e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA).

Informações Yahoo!

A REVOLUÇÃO É ÍNTIMA, SÓCIO-AMBIENTAL E COLABORATIVA

Por Fabrício KC

Quais são hoje em dia os caminhos e os meios para alcançar a revolução universal que poderia redistribuir e gerenciar melhor os recursos humanos, os recursos naturais, os mercados comerciais e as riquezas espirituais?

Sim, o termo é revolução – e tudo o que essa palavra invoca hoje deve ser rechaçado ou aceito, desde que assumamos que a vida mesma é revolução e o conservadorismo – que defende o status quo – defende a utopia total, pois supõe a imobilização da história.

Outra consideração sobre a palavra: revolução não se restringe mais a substituição de grupos de poder, nem deve ser pensada só em termos nacional nem continental, ou mesmo ocidental ou oriental – mas sim Universal e Local.

A revolução é íntima, sócio-ambiental, limpa e colaborativa – e tal processo está em curso.

(mais…)

WAGNER APRESENTARÁ RELATÓRIO DAS OBRAS PARA 2014

Do Poder Online

De olho no atraso das obras do Itaquerão, em São Paulo, o governador da Bahia, Jaques Wagner, entregará ao governo federal um relatório que reúne todas as informações sobre o andamento das obras da Fonte Nova e dos preparativos para a Copa de 2014 em Salvador.

O documento inaugura o projeto que está sendo chamado de “mesa de monitoramento da Copa”. A ideia é que a prefeitura de Salvador, em parceria com o governo federal, preste contas mensalmente do andamento de todas as atividades de preparação para o Mundial.

O primeiro relatório baiano será apresentado amanhã (quinta-feira, 07) em Brasília, durante reunião com representantes de vários setores envolvidos na organização da Copa de 2014.