DINHO GÁS ESCONDE CONTAS DE JAILSON

O presidente da câmara de vereadores de Ilhéus, Dinho Gás, está disposto a dificultar o acesso às contas do seu antecessor Jailson Nascimento.

Dinho determinou que seus assessores impeçam os membros da campanha “Quem Não Deve Não Teme” de tirar fotos dos processos de pagamento, relacionados aos dois anos em que Jailson presidiu a casa (2009 a 2010).

A medida foi tomada após este blog divulgar que o Ministério Público Estadual vai investigar a suposta compra de cds superfaturados (clique aqui).

Elisângela Santos, membro da campanha “Quem Não Deve Não Teme”, contou ao Blog do Gusmão que na manhã de hoje (terça, 19) o assessor de Dinho Gás, conhecido como Valdo, a proibiu de usar o celular.

Neste caso, quem deve tem todos os temores.

PORTO SUL: ARITAGUÁ NÃO É ALTERNATIVA LOCACIONAL

Por Paulo Paiva

O anuncio de Aritaguá como alternativa do porto é um retrocesso perigoso, pois indica claramente que os técnicos do IBAMA, ao analisarem o projeto isoladamente, tende agora ao licenciamento, ainda que repleto de condicionantes, por considerarem resolvidos os principais impasses, os corais da Ponta da Tulha e o desmatamento, já que no trecho de Aritaguá, a vegetação é menos densa.

A APA da Lagoa Encantada e do Rio Almada deve ser respeitada como a lei determina. Ela é uma área de proteção ambiental reconhecida em todos os níveis, e um espaço destinado por políticas públicas anteriores para atividades de conservação, turismo sustentável e empreendimentos de baixo impacto ambiental.

Portanto, a alternativa locacional do Porto Sul apresentada pelo governo, também dentro da APA, não pode ser considerada porque continua a ilegalidade. Não podemos esquecer que essa licença determina a localização de uma geração de empreendimentos que irão desmatar, não sendo possível realizar uma análise isolada, sem um planejamento da ocupação em médio e longo prazo, visualizando o complexo de industriais que pretendem se instalar nos arredores dessa localização porto ferroviária.

(mais…)

ÍNDIO PODE TER A PERNA AMPUTADA

Nerivaldo.

Lideranças indígenas ligadas à tribo Tupinambá de Olivença denunciam a situação do índio Nerivaldo Nascimento, baleado no dia 04 de abril, na perna direita, após um confronto com a Polícia Federal (clique aqui).

Nerivaldo está internado no Hospital Regional de Ilhéus, algemado no leito, e necessita de cuidados médicos especializados, pois corre o risco de ter a perna amputada.

A direção do hospital e a Polícia Federal informaram à FUNAI que o quadro do índio é grave, sendo necessário transferi-lo para Salvador. O problema é que a Fundação Nacional de Saúde (FUNASA), responsável pelo atendimento médico aos índios, até agora, não conseguiu fazer a remoção.

MPF MOVE AÇÃO CONTRA A FIOL

O Ministério Público Federal (MPF), de Ilhéus/ BA, propôs ação civil pública, com pedido de liminar para suspensão imediata de todas as ações relativas à construção do subtrecho Barreiras/ Ilhéus da Ferrovia de Integração Oeste Leste (FIOL), contra a Valec Engenharia Construções e Ferrovias S/A, concessionária de outorga de construção, uso e gozo da ferrovia.

O MPF entende que as obras não devem continuar, pelo menos, enquanto os procedimentos de licenciamento ambiental do Porto Sul e do terminal de uso privativo (tup) da BAMIN sejam concluídos. Os procuradores federais Flávia Arruti e Eduardo El Hage declaram que o MPF não se opõe a construção da ferrovia ou mesmo a utilização dessa alternativa de transporte moderna e econômica.

A medida visa evitar a malversação dos recursos públicos federais. Principalmente, depois da notícia de que o presidente da Valec, José Francisco das Neves, o Juquinha, e outros executivos da empresa foram acusados de terem superfaturado obras da ferrovia Norte Sul, segundo o relatório de peritos criminais da Polícia Federal (clique aqui). Além disso, o terminal e o porto público não possuem licença ambiental, nem sequer localização definitiva, visto que o IBAMA não concedeu licença prévia para a construção dos dois empreendimentos no distrito de Ponta da Tulha, conforme a intenção dos empreendedores.

A FIOL pretende transportar grãos e minérios no trajeto que se inicia em Figueirópolis (TO), atravessando os estados de Goiás e Bahia, tendo seu termino em Ilhéus. A obra da FIOL, de acordo com informação do Tribunal de Contas da União (TCU), está orçada em R$ 4,5 bilhões. Mesmo sem a definição do local de instalação do terminal e do porto público.

JORGE RAPOSO DE VOLTA À RÁDIO SANTA CRUZ

O radialista Jorge Raposo, depois de alguns meses na rádio Bahiana AM 1310, de Ilhéus, retorna à rádio Santa Cruz AM 1090. O papa da comunicação, como é conhecido, já trabalhou também nas rádios Cultura (de Ilhéus), Difusora (de Itabuna), Federal (de Niterói – hoje, Manchete), Continental e Carioca, ambas do Rio de Janeiro.

Sua caminhada profissional começou em 1958, ano do primeiro título do Brasil na Copa do Mundo realizada na Suécia. Em 1965, decidiu ganhar a vida no Rio de Janeiro, onde atuou também na divulgação de cantores, na função de agente das gravadoras Continental Disco, RGE e a multinacional Polygram (atual Universal). Divulgou artistas famosos, a exemplo de Alcione, Chico Silva, Erasmo Carlos, Jair Rodrigues, Peninha, Sidney Magal e Zizi Possi.

(mais…)

SUPEROUVIDORIA PARA MELHORAR OS SERVIÇOS PÚBLICOS

O governo federal pretende implantar um sistema integrado de ouvidoria que vai envolver todos os órgãos públicos, incluindo bancos, empresas, hospitais e universidades públicas.

Através dele, a união saberá quais os setores mais ineficientes na prestação de serviços públicos. O sistema também será responsável por definir critérios para a mediação entre os cidadãos e todos os órgãos do governo.

“Não há democracia sem direitos. Em tempos de “tuitaços e novas mídias, precisamos abrir espaço para a voz dos cidadãos”, afirmou o ouvidor-geral da União, José Eduardo Elias Romão.

Hoje, há 165 ouvidorias do governo. O próximo passo, segundo Romão, será integrá-las. Com isso, elas terão um padrão de funcionamento para atender as reclamações.

O maior desafio da Ouvidoria-Geral será o de organizar as reclamações de todos os órgãos públicos do país. Se atingir essa meta, a “superouvidoria” terá em suas mãos informações que farão com que sucessivas demandas isoladas possam ser observadas em conjunto, melhorando os serviços prestados.

Informações do Valor Econômico

DIA DO ÍNDIO COM PROTESTO EM OLIVENÇA

Povo Tupinambá de Olivença.

A comunidade Tupinambá iniciou o dia do Índio com manifestação no Km 18 da rodovia Ilhéus – Olivença.

Os índios reclamam das péssimas condições das vias de acesso à aldeia, que impede crianças e jovens que moram distantes, de frequentarem as aulas da escola indígena.

Lideranças deverão protocolar, ainda hoje, um pedido de providências junto ao Ministério Público Federal de Ilhéus, e solicitam também um posicionamento da FUNAI  quanto à situação dos índios.

PROJETO DO GOVERNO DIFICULTA FISCALIZAÇÃO DE OBRAS

O governo incluiu um dispositivo no projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), de 2012, que pode reduzir a lista elaborada anualmente pelo Tribunal de Contas da União (TCU), com as obras públicas que tenham indícios de irregularidades graves e, que devem ser paralisadas.

O governo propõe que só sejam listadas aquelas obras que foram analisadas e julgadas por pelo menos um ministro do TCU, ou tenham sido objeto de uma decisão final do tribunal.

A intenção do governo, segundo o Ministério do Planejamento, é evitar que as listas encaminhadas ao Congresso, que dá a palavra final sobre a paralisação ou não das obras, sejam elaboradas com base apenas em relatórios técnicos preliminares, como é hoje.

Para técnicos da Comissão Mista de Orçamento, isso indica que obras suspeitas cujas investigações do tribunal estejam na fase inicial não entrariam na lista. Assim, quando o TCU ouvir todos os envolvidos, elas já estarão em estágio avançado, sendo impossível reverter problemas como superfaturamento de preços ou falhas na licitação.

Com informações do jornal o Globo.

REDE CHAME CHAME EM DIFICULDADES

Após o fechamento das lojas de Itabuna e Eunápolis, a rede de supermercados Chame Chame  fechou também sua loja em Itamarajú, que funcionava há 20 anos.

Segundo os administradores da rede, a forte concorrência, principalmente dos grupos Atacadão e Rondelli, ocasionou a diminuição das vendas, forçando a rede a fechar a unidade.

O Chame Chame, apesar dos problemas financeiros, continuará com suas lojas em Guaratinga, Porto Seguro e Eunápolis.

Com informações do Teixeira News.

NEWTON LIMA RECUA, ENVERGONHA BEZERRA E MANTÉM GREVE DOS PROFESSORES

Newton voltou atrás.

O prefeito de Ilhéus amarelou e colocou em situação constrangedora seu já desgastado secretariado.

Newton Lima havia dado aval ao secretário de administração, Antonio Bezerra, para negociar todos os pontos de reivindicação dos trabalhadores da educação. O acordo realizado agradou todas as partes, só faltando a assinatura do mandatário.

Mas na hora de concretizar e encerrrar a greve, Newton recuou, argumentando que o reajuste era incompatível com a receita do município. Diante da negativa, Antonio Bezerra não soube onde esconder a cara de vergonha e constrangimento.

Indo contra o argumento do prefeito, circula na câmara um projeto que prevê a criação de novas secretarias, aumento no número de cargos comissionados e um reajuste de 120% nos salários dos procuradores municipais.

Afinal, se os cofres públicos não suportam 6% de reajuste aos professores, como suportará uma enxurrada de novos cargos e um aumento que supera os 100%, para os procuradores?

JUSTIÇA PROÍBE REAJUSTE NA CONTA DE ÁGUA

O juiz Ricardo D’Ávilla (5ª Vara da Justiça Federal) concedeu liminar na noite de ontem (segunda, 18) proibindo o aumento de 13,64% na tarifa de água. O aumento proposto pela Empresa Baiana de Saneamento e Água (Embasa) entraria em vigor a partir do dia 1º de maio.

A liminar foi pedida pelo deputado estadual Bruno Reis (PRP), que afirmou ser abusivo o reajuste, já que é praticamente o dobro da inflação de 2010, que ficou em 5,91%.