ISRAEL NUNES DESMENTE PROPRIETÁRIA DE AREAL

Procurador explica que por conta própria entregou as imagens à Polícia Federal.

A Polícia Federal vai investigar acusação feita por Linda Souza Sirqueira, sócia-proprietária do Areal Aliança, situado no litoral Sul de Ilhéus, que disse ter sido vítima de coação, feita por agentes da FUNAI. A investigação, iniciada ontem (quinta, 28) é um desdobramento do confronto entre índios da tribo Tupinambá e agentes da PF, ocorrido no dia 05 deste mês (clique aqui).

Durante a manhã dessa sexta-feira (29), mantivemos contato com o Procurador Federal Israel Nunes (AGU), que desmentiu categoricamente a denúncia. Segundo ele, no dia 20, Linda Sirqueira, acompanhada por seu advogado, participou de uma reunião com os agentes da FUNAI, onde, de maneira espontânea, admitiu que os índios jamais praticaram extorsão contra o areal. O encontro, que durou cerca de três horas e trinta minutos, foi gravado com o conhecimento de todos participantes.

Israel explica que após o confronto com a Polícia Federal (no dia 05), a tensão entre índios e os responsáveis pelo areal aumentou, e que o objetivo da reunião era promover a pacificação de uma vez por todas.  “A minha atuação foi como mediador, no sentido de ouvir as duas partes e firmar um acordo”.

No final, Linda Sirqueira, na presença do seu advogado, aceitou assinar um “Termo de Depoimento e Retratação”, onde inocentou os índios Estanislau e Robson da prática de extorsão, inclusive explicando que eles prestavam serviços de “vigilância e guarda” da entrada do areal.

No outro dia (21), ela voltou atrás. Na tentativa de invalidar a sua retratação, se disse vítima de coação e encaminhou denúncia à Polícia Federal. Na verdade, ela pode ter percebido que a “mea culpa” dará origem a um novo processo. Linda Sirqueira denunciou os índios por extorsão, ao voltar atrás, pode ser processada por falsa comunicação de crime.

“Consciente de que em nenhum momento ela foi coagida, através de um ofício, eu mesmo encaminhei as imagens, na íntegra, para auxiliar as investigações”, ressalta o procurador.

Segundo Israel, o fato rendeu interpretações equivocadas. A Advocacia Geral da União (AGU) está colaborando com as investigações, e com o passar do tempo, tudo ficará devidamente esclarecido.



6 responses to “ISRAEL NUNES DESMENTE PROPRIETÁRIA DE AREAL

  1. Indio não pode fazer vigilância nem tampouco guarda. Se o faz, logicamente é clandestina, devendo ser coibida pela Polícia Federal. Agora em relação aos areais, pe preciso que sejam, tomadas medidas drasticas, pois estão cometendo o maior crime ambiental e, os “supostos” ambientalistas nada fazem. Cade a natura? Cade Socorro Mendonça? Cadê Dr. Paulo Lago? Será que só se preocupam nas áreas que recebem benencieis $$$$. É preciso que acabem de imediato com todos os areiis da Zona Sul, pois estão fabricando imensas crateras e destruindo os rios.

  2. Dr. Israel Nunes, Pocurador Federal um nome que dignifica o Poder Judiciário.Parabéns Dr.Israel Nunes,pelo seu magnifíco trabalho de investigar, denunciar as mazelas dos poderes Executivo e Legislativo que impera em nossa cidade.
    Melck Rabelo

  3. Sr. Claudio

    Se o Senhor fosse cidadão atuante, teria evitado escrever bobagem, pois certamente participaria ativamente como nós, dos Conselhos e aí saberia o que vem sendo feito. Areal não é crime ambiental se for legal. O que o Senhor demonstra é total desconhecimento do papel da sociedade civil organizada e do Governo. Fique tranquilo pois não é o único. Quando tivermos cidadãos menos desconhecedores do seu papel, certamente a cidade e a Região serão bem melhores. O povo tem o governo que merece.

  4. QUE PENA QUE SO AGORA VI ESSA REPORTAGEM, AFINAL SÃO TANTAS QUE PERDI A CONTA, SO QUE TODAS AS OUTRAS NOTICIAS FALAM A VERDADE E SE BASEIAM NAS PROVAS QUE A POLICIA FEDERAL APRESENTA.
    POREM ESSA MIM CAUSOU ESPANTO!! SE REALMENTE EU ESTAVA MENTINDO SOBRE TUDO, PORQUE SERA QUE DEPOIS QUE O VIDEO FOI ENTREGUE A POLICIA FEDERAL MAIS TRES “INDIOS” FORAM PRESOS??
    MEU AREAL É LEGAL E A MINERAÇÃO É UMA ATIVIDADE LEGAL SO PESSOAS MUITO INGUINORANTES PARA ACHA QUE O CONSELHO MUNICIPAL DO MEIO AMBIENTE E A SEMA DE ILHEUS NÃO CUMPREM COM O SEU PAPEL. TODA SEGUNDA SEGUNDA-FEIRA DO MES ESTAMOS LA NA REUNIÃO DO CONDEMA E TENHO CERTEZA QUE, QUEM JULGA NUNCA PARITICIPOU.

  5. Mea culpa?? não entendi bem o que você quis dizer com isso, mais de uma coisa tenho certeza no final dessa investigação a verdade vai aparecer. E tenho certeza procurador que suas intenções foram das melhores!! das melhores formas de se ganha voto de Índio. Antes da dita reunião eu acreditava que la estaria presente uma pessoa que esta sempre do lado da lei, mais não foi o que vi. Suas intensões eram apenas politicas e índio é maioria não é? e a maioria que elege alguém. A lei é apenas a lei não elege ninguém. E tem mais suas influencias podem ser boas e por conta desse comentário passa a mim persegui, e eu vou ta aqui e a verdade comigo. Mais a vida é assim um dia vai ser a sua vez de presta contas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *