DUAS MULHERES INTELIGENTES E CRUÉIS NO FREDESKO

Por Emilio Gusmão

Na noite de ontem (sábado), meu amigo Carlos Pereira (velho comunista) pisou na bola ao desmarcar de última hora o encontro habitual no Fredesko. Por sorte minha, na mesa estavam Socorro Mendonça e Elizabeth Cerqueira.

Foi um bate-papo diferente, acompanhado por Abobreira com muita atenção. O vinho estava ótimo! A revolução russa e a múmia de Lênin foram deixadas de lado, e Fidel Castro sequer foi lembrado.

No centro da discussão, as minhas amigas colocaram as complexidades da alma feminina e a difícil convivência com os homens. Foi sim, uma conversa lúcida baseada na realidade.

No final, confesso que saí preocupado, pois recebi lições sobre a manutenção do casamento (ensinamentos novos, alheios ao meu cotidiano). Corri para casa, na expectativa de não encontrar minha esposa. Foi uma noite marcante, mas também cruel! Ainda bem que ela estava dormindo, tranquila.

Socorro e Elizabeth me proporcionaram uma noite muito interessante. Concluí que foi melhor Carlos Pereira ter ficado em casa. Apesar de tê-lo como grande amigo, não fez falta. Mao Tsé-Tung nunca se preocupou em manter casamentos e a segunda esposa de Stalin cometeu suicídio.

Viva as mulheres! Abaixo o comunismo!

CALA-TE BOCA!

O vereador Bel do Vilela teria dito que a “irmãzinha” Ângela costuma acender uma vela para Deus e outra para o diabo.

O diabo pretende processar o vereador. “No inferno ele não entra”, garantiu o chifrudo.

Cala-te boca!

A sociedade protetora dos animais vai mover um processo contra o Blog do Gusmão.

Motivo: uma fotomontagem onde um prefeito aparece como “cãozinho domesticado” do seu secretário de finanças.

Cala-te boca!

Na frente unificada, o grande Abobreira toca triângulo, zabumba e sanfona.

A música é bem tocada, mas os forrozeiros não acostumaram com o ritmo.

Israel Nunes ouve forró de olho nos camaradas da estadual, “Canguruy” não quer deixar a Austrália (está em queda nas pesquisas), a “irmãzinha” Ângela não pode dançar forró (proibida pela igreja, ela só não trai o pastor), Cacá Colchões só dança se “Painho Geddel” permitir, já Bebeto Galvão é bailarino da banda “Mastruz com Jabes via Pai Cidão”.

Cala-te boca!