MPF RECOMENDA NOVOS ESTUDOS DE IMPACTO NA CONSTRUÇÃO DA FIOL

O Ministério Público Federal na Bahia (MPF/BA) recomendou à Valec a realização de estudos sobre os impactos sociais e econômicos que serão causados em comunidades tradicionais na região de Caetité e Barreiras, por onde passará a Ferrovia de Integração Oeste Leste (Fiol).

Segundo o MPF, os estudos devem ser requisitos para que o IBAMA analise o pedido de licença para instalação da ferrovia.

As investigações do MPF, realizadas até fevereiro desse ano, apontaram que os documentos já apresentados pela estatal não englobam todas as comunidades, nem falam da real amplitude dos impactos.

Para o Ministério Público, a licença só deve ser emitida quando a Valec concluir estudos precisos e com informações completas.

Entre as informações exigidas, estão sobre uso e ocupação do solo e da água, sítios arqueológicos, históricos e culturais das comunidades, relação de dependência entre as localidades, recursos ambientais e potencial utilização destes no futuro, além de dados sobre o modo de vida e subsistência das populações afetadas com o empreendimento.

O INSPETOR GERAL CHEGA AO RIO DE JANEIRO

Registro da peça que continua encantando o público.

O espetáculo O Inspetor Geral, montado pelo Teatro Popular de Ilhéus (TPI) e que já conquistou várias platéias pelo país, será apresentado na Mostra Especial do Festival de Teatro Cidade do Rio de Janeiro.

A apresentação será no dia 2 de maio, no Teatro Princesa Isabel, em Copacabana.

Além de ser selecionada para a Mostra, a peça concorre ao Prêmio Shell de Teatro.

CAIXA ELETRÔNICO É ALVO DE BANDIDOS NO MALHADO

Por pouco os bandidos não concretizaram a ação. Foto: Andrei Sansil/Blog do Gusmão.

Quem acha que quadrilhas explodindo caixas eletrônicos só podem ser vistas em cidades pequenas, está enganado.

Na madrugada dessa quinta-feira (08), um grupo tentou roubar um caixa do Bradesco no Malhado, em Ilhéus. A máquina fica em frente ao supermercado Delta.

Segundo populares, a tentativa de roubo aconteceu por volta das 03h. Os homens usaram um maçarico para derreter a estrutura e pegar as notas, quando  a polícia chegou. Houve troca de tiros, mas o grupo conseguiu fugir.