DENÚNCIA GRAVE NA CÂMARA

Ninguém pode descansar em paz em Ilhéus.

Durante a sessão especial da câmara de vereadores de Ilhéus, que discutiu a problemática dos cemitérios, na tarde de ontem (quarta, 14), Arnaldo Tititi, líder comunitário do Banco da Vitória, fez uma denúncia grave no plenário.

Segundo ele, para que uma família possa enterrar seus entes no cemitério da comunidade é preciso pagar uma taxa de R$ 53.

O dinheiro é pago pelas famílias aos coveiros, que não emitem boleto de pagamento, mas afirmam que a grana é entregue a um funcionário da secretaria de serviços urbanos, conhecido como “Dema”, que nunca teria prestado contas ao município.

A prática, segundo explanado na câmara, é bastante antiga e o destino de todo o dinheiro é um mistério. 

Numa entrevista à rádio Santa Cruz, na manhã dessa quinta (15), Arnaldo disse que, após a denúncia, passou a ser ameaçado por Dema. 

Presente na câmara, o secretário de serviços urbanos, Gerson Marques, disse não ter conhecimento dos pagamentos e afirmou que vai investigar a denúncia. 



9 responses to “DENÚNCIA GRAVE NA CÂMARA

  1. tem gente que nao pode compra nem o caixao e se nao teve esta taxa para enterra o difunto fica em cima da cova ate providenciar o dinheiro

  2. Começa a aparecer problemas na Secretaria de Gerson Marques. Muita gente já tá de orelha em pé dizendo que até demorou muito.

  3. Quero externar meu apoio a este bravo representante do povo do Banco da Vitória,que mesmo sofrendo ameaças dos covardes não tem se calado, o srº Arnaldo alves (TiTi). E ao mesmo tempo fazer um apelo de manifestação as pessoas que passaram por este constrangimento, de no momento de maior dor pela perda de um ente querido, ter que sair correndo para pedir emprestado R$ 53,00(cinquenta e três reais), enquanto o corpo aguarda para ser sepultado só mediante o pagamento da taxa e o mais grave, isso ocorre sem nenhum aviso prévio é só depois que o corpo já está dentro do cemitério.
    É Verdade sim, e, quero defender os coveiros pois tenho certeza que este dinheiro não fica nas mãos dos mesmo, tem gente grande por traz, eles são obrigados a fazer essa prática, se legal é no minimo imoral.

  4. Gusmão e leitores, o único dema na secretaria sou eu,espero que se esclareça o mais rápido possível este fato. Gusmão e leitores, jamais me faltei com ombridade e honestidade, sei que sou rigoroso com minhas obrigações e por isso sou odiados por muitos. Primeiro o responsável e administrador dos cemitério e o Sr. carioca e jamais fui e ando em cemitério. Forjaram e querem me crucificar, mas logo que sair o resultado me mandarei o relatório. E quem me conhece é sabedor do que estou falando. Abrço a vc e seus colaboradores. dema

  5. OBS: gusmão no mesmo setor que trabalho ja trabalhou outro dema, mas com isso não quero transferir denuncia e julgar ninguem, pois nunca ouvi comentarios que o desabonasse. abrço desculpe de dois erros no comentário anterior. Grato.dema

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *