BISPO MARINHO CONVERSA COM JABES

Jabes e Marinho: conversas em Salvador.

Ciente de que o médico Ruy Carvalho, prefeiturável de Ilhéus, anda desmotivado, reclamão e com dificuldades para emplacar, o núcleo do PRB na capital decidiu não perder tempo.

O bispo Marinho, chefe do partido na Bahia e deputado federal, tem mantido conversas com o ex-prefeito, Jabes Ribeiro, tratando de uma possível aliança.

O parlamentar religioso teria oferecido o partido, para compor uma chapa com o PP, desde que indicasse o vice. Jabes teria vetado Ruy.

Um jabista importante pensou no ex-vice-prefeito, José Henrique Abobreira, certo de que ele estivesse no PRB. Foi informado que o filho de Abobreira, Fred, se filiou ao partido, mas o pai continua no PSB.

De qualquer forma, a luz vermelha relacionada ao PRB ilheense está acessa na capital. Do jeito que vai, preso às dificuldades e limitações políticas de Ruy Carvalho, o partido talvez não eleja sequer um vereador.

Os candidatos ao legislativo não tem grande potencial eleitoral e vão depender de uma boa coligação.

Antes que este blogueiro esqueça, a ausência de Ruy Carvalho, durante a visita do ministro da pesca, o bispo Marcelo Crivella, não pegou bem. Crivella, líder principal do PRB, esteve em Salvador no dia 23 de março e foi recebido pelo jabista e presidente da Bahia Pesca, Isaac Albagli (clique aqui para ver).

TENSÃO NA RÁDIO BAHIANA

O clima anda quente na Rádio Bahiana de Ilhéus.

Dois grupos políticos, antes aliados, estão em conflito dentro da emissora.

Os cabos eleitorais do vereador Jailson Nascimento (PMN) e do sindicalista Bebeto Galvão (PSB) não se entendem, e isso repercute na programação.

No mesmo dia, pela manhã, Gerdan Rosário abriu espaço para Jailson, pré-candidato a prefeito. Poucas horas depois, ao meio-dia, Fábio Roberto teceu críticas ao vereador, e entrevistou a outra candidata do PMN, Maísa Fontana.

Um assessor de Jailson Nascimento, conhecido como Julio Dias, tentou interferir no trabalho de Fábio Roberto e foi expulso do estúdio.

A confusão foi iniciada após Jailson desconsiderar a pré-candidatura de Bebeto. Num encontro do PMN, ele afirmou que o domicílio eleitoral do ex-aliado é de Camaçari.

Como resposta, os aliados de Bebeto chamam Jailson de ficha suja, lembrando as duas contas rejeitadas pelo TCM (2009 e 2010), quando o vereador presidiu a câmara.

30 ANOS DEPOIS…

A atração da cidade.

Na última semana, a prefeitura de Canavieiras inaugurou uma obra iniciada há 30 anos.

A demorada obra, agora inaugurada, reúne o velório municipal, o necrotério e uma nova área de sepultamento anexa ao cemitério da cidade.

Para marcar a data épica, o prefeito Zairo Loureiro convidou políticos de toda a Bahia, além de líderes religiosos da cidade.

ILHÉUS: CONVOCADOS DEVEM SE APRESSAR

Lidiney Campos.

A secretaria de educação de Ilhéus credita aos professores aprovados no concurso público a demora nas admissões.

Segundo a secretária Lidiney Campos, a prefeitura convocou cerca de 150 aprovados, mas somente 98 se apresentaram e já estão aptos a dar aulas.

Caso os outros não apareçam, de acordo com a secretária, o município vai considerá-los desistentes e uma nova relação será divulgada.

A lista dos convocados está disponível no diário oficial, clique aqui para ver.

GURITA QUER INVESTIGAR A TAXA DO COVEIRO

Gurita.

Em entrevista ao radialista Gil Gomes na manhã de ontem (quinta, 29), o vereador Gurita afirmou que pretende criar uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) para apurar o destino do dinheiro arrecadado com a taxa do coveiro.

A famigerada taxa é cobrada pelos próprios coveiros em alguns cemitérios da cidade na hora do enterro. Sem grana, sem sepultamento.

A ordem, segundo denúncias, vem de velhos funcionários da secretaria de serviços urbanos, que recebem a grana, mas não repassam para a prefeitura.

Já foram registradas cobranças no Banco da Vitória, Salobrinho e em distritos rurais.

Em tempo: Gurita já ensaiou a criação de uma CEI para investigar o destino dos 10 milhões de reais enviados pelo ministério da integração nacional para ajudar na contenção de encostas de morros da cidade, mas não deu em nada.

SEGUNDO MARCELO NILO, JABES E JUÇARA LIDERAM

Pesquisas indicam rumos das eleições desse ano.

Pelo menos é isso que apontam pesquisas realizadas pela BABESP, empresa ligada ao presidente da Assembléia Legislativa da Bahia, o deputado Marcelo Nilo (PDT).

Nilo informou os resultados em seu perfil no twitter.

O deputado não citou números, nem o nome dos outros pré-candidatos pesquisados, mas afirmou que em Ilhéus o ex-prefeito Jabes Ribeiro (PP) está disparado na frente.

Sobre o quadro itabunense, Nilo disse que a esposa de Geraldo Simões, Juçara Feitosa (PT), lidera a briga.

TERMINAL DE PASSAGEIROS NA LISTA DE PROMESSAS

Terminal sairá do papel. Se seguir o ritmo de outras promessas, vai demorar.

Em Salvador desde o dia 27 participando de reuniões com representantes do governo estadual, o prefeito de Ilhéus, Newton Lima, confirmou que o terminal de passageiros do Porto do Malhado sairá do papel.

O projeto conceitual já está pronto, segundo A Região. O terminal será construído num terreno entre a Concha Acústica e o Porto, servindo para desafogar o único acesso aos navios, por onde pessoas e cargas desembarcam.

Após o conceitual, resta a aprovação para que seja transformado em projeto executivo, dentro dos padrões do ISPS Code (Código Internacional para proteção de Navios e Instalações Portuárias).

Segundo o projeto, além de facilitar o desembarque de passageiros, o terminal servirá de central de informações para turistas.

A promessa é que a obra seja inaugurada antes da alta temporada de 2013.

GEDDEL E ACM NETO NA CAMPANHA DE CACÁ

Presença indigesta.

O pré-candidato do PMBD à prefeitura de Ilhéus, Cacá Colchões, promete reunir caciques dos dois maiores partidos de oposição ao governo do estado em sua campanha ao Palácio Paranaguá.

Geddel Vieira, do PMDB, e ACM Neto, do DEM, devem vir a Ilhéus no dia 27 de abril, para lançar o empresário candidato a prefeito, segundo o Agravo.

A presença da oposição pode gerar grande desconforto aos outros partidos da Plenária Unificada, em sua maioria, aliados dos governos federal e estadual

RETIRADA ILEGAL DE AREIA NA BARRA

Caminhões supostamente enviados pela prefeitura estão retirando areia de forma irregular da praia da Barra, em Ilhéus. A denúncia é feita por líderes comunitários.

Desde ontem (quinta, 29), máquinas estão trabalhando na área, com o pretexto de retirar lixo que se acumula, sob as ordens da secretaria de meio ambiente.

Os homens que trabalham na retirada do lixo, ou da areia, não apresentaram documentos que autorizam a operação.

Os líderes comunitários informaram que vão denunciar os responsáveis à Delegacia de Proteção Ambiental (DPA).

PRISCO SERÁ REINTEGRADO À PM

Marco Prisco voltará à PM.

Com participação em dois movimentos grevistas, Marco Prisco (42) ganhou na justiça o direito de voltar a ser soldado da polícia militar baiana.

Prisco foi exonerado em 2001, após o primeiro movimento grevista que participou.

Respaldado pela edição da Lei 12.191, de janeiro de 2010, que anistiou os demitidos em greves da PM, ele entrou com um pedido de reintegração no Tribunal de Justiça. Ganhou em 2011, mas o governo não cumpriu a decisão.

Segundo o A Tarde, ele comemorou a decisão divulgada ontem, mas emitida dia 26 de março. No texto, o juiz anula o ato da demissão de Prisco de 2001 por ausência de provas de que tenha participado da greve.  

A procuradoria do Estado recorrerá da decisão. Porém o advogado de Prisco, Fábio Brito, disse não ser possível suspender a ação.

VALEC VAI LANÇAR NOVO EDITAL DE AQUISIÇÃO DOS TRILHOS PARA A FIOL

A Valec Engenharia, estatal que toca as obras da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), informou ao Ministério Público Federal na Bahia (MPF) que atenderá à recomendação do órgão e vai elaborar um novo processo licitatório para aquisição de trilhos para a ferrovia, cumprindo os requisitos legais.

A primeira licitação apresentou várias irregularidades, como o curto prazo entre o aviso e o pregão, a falta de clareza no texto do edital, o exagero na quantidade de trilhos incluídos no processo e o fato da empresa vencedora não poder firmar contrato com órgãos púbicos.

Em ofício enviado ao MPF em Ilhéus, em fevereiro, o presidente da Valec informou que a empresa está finalizando um novo edital.