VENENO MATA CENTENAS DE ANDORINHAS NA RODOVIÁRIA DE ILHÉUS

Crueldade é pouco para denominar o que a empresa Só Limpo Dedetização fez com centenas de andorinhas que tinham ninhos no teto da rodoviária de Ilhéus. A empresa é contratada pela Palma, administradora do terminal.

Segundo a Delegacia de Proteção Ambiental (DPA), a Só Limpo usou veneno à base de cola de forma irregular para matar os pássaros.

Os agentes da DPA chegaram ao local após denúncias de moradores e trabalhadores da rodoviária. Na manhã dessa terça (03), pessoas tentavam salvar os pássaros que agonizavam no chão.

O IBAMA e a delegacia estão avaliando o impacto ambiental causado e abriram processos administrativo e criminal para apurar a responsabilidade da empresa. A multa para os responsáveis pode chegar a R$ 500,00 por animal morto.

Usuários do terminal gravaram um vídeo mostrando a situação, confira.

 



9 responses to “VENENO MATA CENTENAS DE ANDORINHAS NA RODOVIÁRIA DE ILHÉUS

  1. Não é a primeira vez que cometem esse tipo de crime.

    Alguns anos atrás, presenciei em um final de tarde, funcionários da referida empresa que administra o terminal rodoviario, disparando pistolões em direção as andorinhas, informei ao pessoal do IBAMA e imediatamente deslocaram-se até o local e advertiram severamente os responsavéis.

    Infelizmente a prática voltou e de forma mais cruel. Esperamos que as punições sejam rigorosas.

  2. Não é possível que nos dias de hoje com tanta informação possa estar acontecendo fatos como este em Ilhéus!!! É revoltante e inaceitável!!! Se os órgãos competentes não tomarem uma providencia drástica, Ilhéus vai acabar sendo desmoralizada, e pior, vamos sofrer com notícias negativas nos meios de comunicação.

  3. A So Limpo mostrou total falta de conhecimento no controle de combate a pragas, no caso as andorinhas que habitam a Rodoviaria. Realmente é um problema muito serio para os transitam pelo terminal mas se eles tivessem o cuidado de consultar a Internet eles iriam achar empresas especializadas que poderiam ajudar no caso. Vejo o site a seguir: http://www.parquedosfalcoes.com.br/?pg=info&spg=controlePragas
    esta empresa é especialista no combate de pragas sem agredir o ambiente.

  4. Parabéns para este blog, por publicar matérias que realmente se carácteriza como crime ambiental, temos que jogar duro denúnciando práticas desta natureza. Parabéns para a população de Ilhéus, pois foram eles pessoas simples, quem chamou a policia e demais orgãos competêntes, quando perceberam o crime, dando demostração clara de que já existe uma conciência ambiental amadurecida dentro de cada cidadão Ilheense.

  5. Esses caras são loucos, já havia presenciado soltando fogos para afugentar os pequenos animais, devem ter achado que matando todos os problemas acabariam(não sei quais eram).

  6. Aparelhos eletrônicos espantam andorinhas, pombos, etc. Fabricados aqui mesmo e mais alguns importados da Europa, no Brasil, já existem dezenas de modelos de repelentes eletrônicos ultrassônicos que cumprem eficientemente a função de espantar aves como andorinhas e pombos dos locais públicos.
    São aparelhos de baixíssimo custo, que não exigem instalações complexas e/ou manutenção. Funcionam continuamente por longos períodos sem nenhum problema ou pane.
    O mais importante é que esses aparelhos eletrônicos não causam nenhum dano à integridade física ou à saúde das aves e dos seres humanos.
    A emissão de sinais sonoros de altíssimas frequências não são percebidas pelos ouvidos humanos; mas o são intensamente pela audição das aves que, sob esses sinais sonoros são obrigadas a mudar-se para outros locais.
    É um crime hediondo induzir a morte e/ou causar danos à saúde dos animais silvestres ou urbanos, aves ou mamíferos. O que os contratados do Terminal Rodoviário de Passageiros de Ilhéus, estão fazendo, é uma barbaridade, uma ignomínia absurda; o que comprova o despreparo, o desaparelhamento e irresponsabilidade dessas empresas no trato para com o meio ambiente.
    Essas aves migratórias, bem como, os pombos, são transmissores de graves zoonoses que podem levar seres humanos à morte, se não diagnosticadas precocemente. Sem duvidas, as andorinhas oferecem riscos à saúde de quem utiliza do Terminal Rodoviário de alguma forma; mas nem por isso cabe-nos o direito de sacrificar essas aves migratórias em nome da prevenção e segurança. É uma desumanidade.
    Qualquer biólogo saberá dar assessoria adequada e condizente de como se deve atuar para a remoção tranquila, sem traumas ou danos a essas belas aves. Quem não sabe; pergunta! Busca assessoria e informações. Matá-las? Jamais!

  7. Incomodados pela presença das andorinhas? Não sabem que quem invade a natureza somos nós! Inconformada….crueldade de consequencias que dinheiro nenhum pode amenizar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *