PORTO SUL: IBAMA QUER ESTUDOS SOBRE O DISTRITO INDUSTRIAL

Da Época

O Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama) pediu à Bahia Mineração (Bamin) novos estudos de viabilidade para construção do Porto Sul, complexo que será integrado à Ferrovia Oeste-Leste.

O órgão quer um estudo mais aprofundado sobre a possibilidade de construí-lo no distrito industrial de Ilhéus (BA).

Os dois locais inicialmente escolhidos pela empresa, Ponta da Tulha e Aritaguá, foram contestados por ambientalistas e pelo próprio Ibama porque trariam danos ambientais significativos ao ecossistema.

Segundo o órgão, esses danos serão minimizados caso a obra seja instalada no distrito industrial. O governo baiano fará consultas públicas entre os dias 28 de maio e 02 de junho nos municípios de Uruçuca, Itacaré, Itabuna, Coaraci, Itajuipe e Barro Preto.



4 responses to “PORTO SUL: IBAMA QUER ESTUDOS SOBRE O DISTRITO INDUSTRIAL

  1. KKKKKKK!!!!! Não sei em que local eles chamam de Distrito Industrial. Onde eu trabalho a 32 anos, não acredito que encontrem área adequada para abrigar o retroporto. Creio que estão “mais perdidos que cego em tiroteio”. Como venho dizendo: tudo que começa errado, tende a terminar errado. Melhor será recomeçar, percorrendo todo o caminho, sem pretender dar passos maiores que as próprias pernas, nem queimar etapas.

  2. Precisamos pensar positivo e desejar que a Bamin trabalhe em prol da melhoria de Ilhéus,vcs mesmos falam de caos. Então:deixe a empresa trabalhar,só quem ganhará com isso somos nós moradores dessa sofrida cidade.Isso só enxerga que tem raciocínio e não pensa só em si…Quantas cidades queria ter esse privilégio!Vamos ser inteligentes,futuro melhor para todos.

  3. NÃO SEREI REDUNDANTE QUANTO À DEFESA DO EMPREENDIMENTO, MAS, GOSTARIA DE SABER: SE ESSE PROJETO FOSSE EM OUTRA CIDADE QUE NÃO FOSSE DO INTERESSE DE FORASTEIROS, SERÁ QUE TERIA A MESMA REPERCUSSÃO???
    ILHÉUS ESTÁ COM 30 ANOS NO ATRASO E ELA PRECISA CRESCER, O QUE NÃO SE PODE E QUERER BENEFICIAR FORASTEIROS(DONO DA NATURA, FUNCIONÁRIO DA REDE GLOBO E ETC) EM DETRIMENTO DE UM POVO SOFRIDO QUE VER A CADA DIAS OS SEUS FILHOS INDO EMBORA POR FALTA DE EMPREGO.

  4. R I D Í C U L O !!!!! Difícil acreditar que exista no IBAMA técnicos despreparados para dificultar esta obra especial para Ilhéus. Parece que há equívoco nesta matéria. Mas se for verdade, temos que agir contra estes imbecis e oportunistas. Deve tá rolando grana por trás disto.
    O que fizeram os ambientalistas de plantão contra as aberrações estampadas contra o ambiente urbano e rural que existem na região: construções fragilizadas dos pobres nos morros e construções de belíssimas mansões em áreas de preservações permanentes nas praias de Ilhéus e Itacaré, pesca predatória, a vergonha do lixo urbano e seu destino contaminador das águas subterrâneas, o esgoto urbano que é despejado no Rio Almada desde a nascente até sua foz e outras infelizes desconformidades ambientais por aí afora. Mata Atlântica em Aritaguá é piada, pois se cortar as eretrinas, restarão poucos cajazeiros, genipapeiros, jaqueiras e cacaueiros na maioria decadentes.
    A maioria da população quer estas obras, e vamos apoiar o vinda de outro ciclo de desenvolvimento para a região. Ilhéus perdeu 40 mil habitantes na última década, segundo o último censo do IBGE. Será que vamos esperar mais dez anos para contabilizar outro fracasso???
    Sou a favor desta especial oportunidade: FIOL e Porto Sul em Ilhéus. Quando chegar a vez da ponte e do aeroporto os ambientalistas vão novamente dar “as caras”, por causa da grana e do status destas obras para levarem vantagens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *