ESTADO TEM 72 HORAS PARA PAGAR OS PROFESSORES

O Supremo Tribunal Federal (STF) negou ontem (sexta-feira, 08) a suspensão de liminar da Procuradoria Geral do Estado (PGE) e manteve a decisão da desembargadora Lícia Laranjeira que obriga o estado a pagar o salário dos professores da rede estadual, em greve há 60 dias.

Segundo Rui Oliveira, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB), o estado agora tem 72 horas para confirmar o pagamento dos salários, que foram cortados em 18 de abril.

De acordo com o Correio, com a decisão do STF de negar seguimento ao pedido, a suspensão de liminar nem chegou a ser votada pelo Supremo.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *