“OS PARTIDOS VIRARAM PROSTÍBULOS”, AFIRMA RUY

Ruy Carvalho.

Para sacramentar de vez o apoio do PRB à candidatura de Jabes Ribeiro (PP), a executiva estadual da legenda divulgou uma nota nesse fim de semana oficializando a aliança.

Segundo o texto, em pouco mais de um ano não foi possível viabilizar a candidatura do médico Ruy Carvalho à prefeitura.

De acordo com o JBO, Ruy sequer foi informado da decisão. Só ficou sabendo após a divulgação da nota oficial do partido.

Ao radialista Vila Nova (Conquista FM), na manhã dessa segunda (18), o médico não escondeu a decepção e criticou as alianças construídas em Ilhéus. “Os partidos se tornaram prostíbulos e os políticos os prostitutos e prostitutas”, declarou.

Ruy não poupou críticas à direção municipal do PRB, e disse que o acordo com Jabes é uma “safadeza”.

No fim da conversa, afirmou que deixa a vida política de cabeça erguida e se negará a fazer campanha para um político que sempre combateu.

No mesmo programa, o presidente do PRB em Ilhéus, Sebastião Vivas, declarou que Ruy sabia das articulações e que sua candidatura foi inviabilizada por falta de densidade eleitoral.



5 responses to ““OS PARTIDOS VIRARAM PROSTÍBULOS”, AFIRMA RUY

  1. É isso mesmo, os partidos de aluguel vivem disso hoje. Não respeitam mais as lideranças locais, o que vale é a caixa registradora do partido nanico. É uma grande vergonha esse nosso sistema partidário. E os espertos, principalmente jabes, investem nessas sujeiras.

  2. Concordo plenamente com as duras críticas do Dr. Ruy sobre os motivos indiciais que o leva a classificar as atitudes dos partidos políticos do baixo clero de Ilhéus como prostibulares.
    Claro, considerando as devidas retratações para com os Prostíbulos, em sua maioria, onde se exige do visitante, bom comportamento e respeito de ambiente familiar! Onde meretrizes e seus clientes reservam para a confidencialidade da alcova o desatar da libido e a fruição dos impulsos lascivos no lúbrico coito fortuito de relativa ocasionalidade, cronometrados no tempo. Nesse caso, tempo é dinheiro!
    De fato; Dr. Ruy está correto em sua assertiva! Depois que os partidos de Ilhéus perceberam que será difícil, senão impossível; superar a preferência do eleitor e a enorme margem conquistada pelo professor Jabes em dianteira à frente de todas as siglas partidárias; as brigas entre si é pela disputa (eu disse dis-pu-ta viu?) pela coligação com o PP de Ilhéus e seu candidato, por um espaçozinho no seu palanque! Isso, almejando fazer pelo menos um vereadorzinho mirrado nas próximas eleições.
    Provérbio popular: “Se o teu adversário é superior a ti, alia-te a ele”… O grande obstáculo é que na confortável posição conquistada nas pesquisas de intenções de votos, mercê do seu trabalho visitando a Deus e o mundo em todos os lugares de Ilhéus; o professor Jabes optou por uma peneira de crivos minúsculos por onde seleciona parcerias; os grãos da “farinha crueira”, meticulosamente (eu disse: me-ti-cu-lo-sa-men-te viu?) para compor sua mesa.
    Vem daí a suposta frase tumular sabiamente proferida pelo Dr. Ruy: “Os partidos se tornaram prostíbulos e os políticos os prostitutos e prostitutas”.
    Nesse caso, vai bem o provérbio que D. Marta imortalizou: “Se o estupro é iminente, relaxem e gozem!”.

  3. É Gusmão, está mais que comprovado que hoje na politica, não basta ter um candidato acima de qualquer suspeita e com bons projetos, sangue novo na politica, pois os partidos estão cada vez mais interessados em ganhar dinheiro, é o fim dos tempos.

    Henrique Lemos

  4. Enquanto o nosso grande líder Jabe Ribeiro, faz política sem brincadeiras, sem amadorismo, sem vaidades pessoais. Os amadores se perdem como velhotas choramingonas em comentários tolos.

  5. eu vejo da seguinte forma: se na política “todos são prostitutas” e o dr. ruy se encontra sem qualquer viabilidade política, a conclusão lógica que posso ter é que a “prostituta” em questão está bem caidinha, a pele flácida, os seios murchos, e como ninguém ofereceu a paga pelos seus serviços, ficará de fora da corrida eleitoral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *