PC DO B OFICIALIZA CANDIDATURA DE ALICE PORTUGAL

Alice e a senadora Lídice da Mata na convenção do PCdoB. Foto: Elvio Magalhães.

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) de Salvador lançou ontem (domingo, 17) a candidatura à prefeita da deputada Alice Portugal.

A convenção do partido ocorreu no auditório do Centro de Convenções da capital e contou com a participação dos presidentes nacional e estadual do PCdoB, Renato Rabelo e Daniel Almeida, da Senadora Lídice da Mata (PSB), e de lideranças de várias legendas.

A importância da candidatura de Alice foi reforçada pelo presidente nacional, Renato Rabelo. “Na Bahia o PCdoB é forte e tem muito para crescer. É um partido que tem uma ligação real com o povo e já estava na hora de ter uma candidatura própria”.

Na convenção, além de referendar a candidatura de Alice, o partido oficializou a chapa com 65 candidatos a vereador.

UGT FECHA APOIO A JABES RIBEIRO

Jabes e líderes da UGT na cidade.

A pré-candidatura de Jabes Ribeiro (PP) à prefeitura de Ilhéus recebeu nesse fim de semana o apoio da União Geral dos Trabalhadores (UGT).

O apoio foi firmado após uma reunião com representantes de vários sindicatos locais, como dos padeiros, rodoviários, agentes de trânsito e outros.

Segundo o presidente da UGT em Ilhéus, Magno Lavigne, a decisão leva em conta o fato de que Jabes Ribeiro é hoje o nome com maior chance “de derrotar o projeto representado pelo atual governo”.

Sobre o apoio, Jabes afirmou que “Queremos fazer um governo de participação, no qual os trabalhadores certamente irão exercer um papel importante”.

JORNALISMO PRESCRITIVO: DICAS PARA NÃO MORRER NUNCA

Por Malu Fontes

Alguns dos espaços antes ocupados, no jornalismo impresso e no telejornalismo, por um subgênero chamado de jornalismo de serviço, serviam para informar aos leitores e telespectadores o que abriria e fecharia nos feriados, cotação de preços de produtos alimentícios básicos em períodos especiais ou estações, onde encontrar atendimento para uma série de demandas sociais, dicas de emprego e de outras oportunidades, foram, aos poucos sendo substituídos pela tendência da auto-ajuda. Nos últimos anos tal tendência virou febre e a televisão embarcou nessa onda sem nenhum comedimento.

Das bancas de revistas, aos jornais impressos e nos programas de TV matutinos e vespertinos é impossível contar a quantidade de produtos voltados para dizer às pessoas como elas devem viver, comer, dormir, fazer sexo. Enfim, para qualquer ponto que se olhe da indústria cultural há um texto, um apresentador, um especialista ou, na maioria das vezes, um picareta de plantão na televisão, dizendo o que as pessoas devem fazer para serem felizes e viverem bem todos os dias da vida. O fenômeno é tão alarmante que basta ler, ouvir ou assistir as falas desses conselheiros de plantão, personais de tudo, para deduzir que o enunciado dos seus discursos, no conjunto, não diz outra coisa senão: se vocês fizerem tudo o que a gente manda, comerem tudo o que a gente aconselha, fizerem os exercícios certos, usarem os produtos que recomendamos, nunca morrerão, pois as causas da morte ou os riscos de esta acontecer desaparecerão de suas vidas.

(mais…)