CONVENÇÃO DE JABES E CACÁ REÚNE 16 PARTIDOS

Imagem: Emílio Gusmão.

Na tarde desta quinta-feira, 28, o ex-prefeito Jabes Ribeiro (PP) iniciou, de fato, a sua campanha eleitoral que objetiva o retorno à prefeitura de Ilhéus.

Dezesseis partidos decidiram apoiar o principal opositor ao atual prefeito, Newton Lima. São eles: PP, PMDB, PSB, PDT, PC do B, PTB, PRB, PR, DEM, PHS, PSL, PRTB, PTC, PRP, PTN e PSDB.

O candidato a vice-prefeito, Cacá Colchões (PMDB), chorou no início do discurso, ao lembrar da mãe.

O evento lotou o salão de festas do Clube Social de Ilhéus. Antes dos pronunciamentos, o público escolheu a música da campanha, por meio de uma votação.

A senadora Lídice da Mata (PSB) esteve presente, assim como o deputado federal Mario Negromonte (PP), e os deputados estaduais Mario Negromonte Jr (PP), José de Arimatéia (PRB), Pedro Tavares (PMDB), Aderbal Caldas (PP) e Ronaldo Carletto (PP).

Jabes e Cacá fizeram votos de lealdade.

No seu discurso, Jabes ao lado do companheiro de chapa Cacá Colchões (PMDB), lembrou a situação caótica do município e a rejeição do atual prefeito junto à população (quase 90%). “Ilhéus não pode perder tempo. Em 1º de janeiro temos que trabalhar pesado para reorganizar a cidade, pois são oito anos de abandono”, afirmou JR.

O candidato afirmou que a sua principal adversária, Professora Carmelita (PT), não conseguirá reunir um grupo significativo de deputados. “Os deputados do PSD, com exceção da deputada de Ilhéus (Ângela Sousa), não subirão no outro palanque. Os deputados do PT não virão aqui, pois em Salvador ninguém concordou com a loucura que fizeram, quando decidiram abraçar esse governo péssimo que está aí”.

Pedro Tavares, Israel Nunes e Bebeto Galvão dançaram e bateram palmas com a música da campanha: “A emoção bate forte no peito. Volta Jabes. Volta meu prefeito”.

Jabes não deixou de criticar a deputada estadual Ângela Sousa (PSD): “ela só olha pro próprio umbigo. Não leva em conta os interesses da cidade. Faz política pequena e rasteira”.

No final, o ex-prefeito pediu que a militância o defenda na internet, sobretudo nas redes sociais, onde costumeiramente lhe são dirigidas muitas críticas.

Salão de festas do Clube Social com muitas pessoas.

“A MINHA ILHÉUS TRANSPARECE A PAIXÃO PELAS COISAS E PELOS HOMENS, O AMOR INFINITO PELA VIDA”

Pronunciamento do escritor Jorge Amado ao receber o título de “Cidadão Ilheense”, em 1997.

A Ilhéus que encantou Jorge Amado. Foto: José Nazal.

Poucas vezes me senti tão honrado em minha vida como me sinto agora. Aconteceram-me fatos diversos que levaram a mim e aos meus livros mundo afora. Eles significaram, antes de tudo, Ilhéus. Não só porque aqui comecei a vivê-los, porque aqui imaginei a escrevê-los, mas porque a presença de Ilhéus irradiou a luz especial que ilumina essas minhas pobres páginas.

Foto: José Nazal.

É de Ilhéus que nasce o que de mais puro e sensível, o que de mais belo possa ter o que escrevi. Ilhéus como tema me inspirou, me marcou de forma profunda o que escrevi de alma e corpo, as coisas que quis dizer em todo o meu trabalho literário da decorrência de toda a minha vida, onde tantas coisas aconteceram e acontecem com aspectos tão diferentes e diversos à realidade mais distante, e por consequência, a realidade fundamental em Ilhéus.

Mais um clique de Nazal mostrando as belezas de nossa cidade.

Vim pra cá aos quatro anos. Aqui transcorreu a minha adolescência, vivi minha infância, corri nas ruas solto, livre, capaz de amar a liberdade sobre todas as coisas, pois a primeira lição que recebi desta terra foi a lição de liberdade. Ilhéus não é apenas uma bela cidade do sul da Bahia, com tradição de luta, de violência, de vida espantosamente vivida. Ilhéus é bem diferente, é bem mais que isso. É a transformação de tudo isso em viva e translúcida realidade.

Foto de José Nazal.

Ilhéus para mim significa o começo e significa a construção posterior. Quando eu, por acaso, ponho os olhos naquilo que escrevi eu vejo que Ilhéus está na base de tudo. Ilhéus é o começo. Aqui eu cheguei criança e aqui me fiz homem, aqui me fiz escritor e quando eu quero saudar a verdade de mim próprio, aquilo que é essência de meu ser, de minha vida, eu penso nessa cidade, por mais distante que eu possa estar geograficamente das suas praias, das suas ruas, da sua gente.

Zona rural de Ilhéus. Clique de José Nazal.

Essa cidade me acompanha. A cada dia eu me revejo nela, a cada dia eu me redescubro nela, a cada dia eu me sinto mais próximo e fundamental de tudo quanto eu fiz. Eu não sei se fiz grandes coisas. Algumas eu busquei fazer na minha trajetória de escritor, algumas verdades busquei dizer, algumas realidade coloquei no papel. Tomei delas da vida para transformá-las em literatura. Tudo isso se deu porque vivi nessa cidade. A minha Ilhéus transparece a paixão pelas coisas e pelos homens, o amor infinito pela vida.

Nosso litoral, um dos maiores do país. Imagem de José Nazal.

Que dizer mais dessa cidade? Dizer que a amo de uma forma imensa, infinita. Meu amor por Ilhéus não tem limites, pois é o amor que vem da meninice, da adolescência, dos tempos felizes e alegres, dos dias em que eu quis aceitar a verdade da minha vida.

Catedral de São Sebastião. Foto de José Nazal.

Quero ainda dizer que em nenhum momento desses acontecimentos me tornaram conhecido, deixei de me lembrar que foi aqui onde tudo começou. Foi aqui em Ilhéus, na praça do Vesúvio, não foi noutro lugar.

Ouça a carta na voz do próprio Jorge. Com a colaboração de Maria do Socorro Mendonça. 

 

PALAVRAS DO SAUDOSO JORGE AMADO – ALERTA GERAL – ARQUIVO EM 12-08-2011 by Andrei Sansil

PERSONALIDADES SÃO CONDECORADAS NO ANIVERSÁRIO DE ILHÉUS

José Nazal foi um dos condecorados na tarde dessa quinta (28).

Cinco personalidades que contribuíram com o crescimento da cidade foram condecoradas nessa quinta-feira (28) com a Comenda da Ordem do Mérito São Jorge dos Ilhéus, entregue todos os anos no aniversário da cidade.

Nesse ano, quando o município completa 478 anos de fundação e 131 anos de elevação à cidade, o fotógrafo e chefe de gabinete da prefeitura de Ilhéus, José Nazal, os empresários Libério Menezes Filho e Roque Lemos, o professor Dorival de Freitas, e ex-secretário-geral da Ceplac, José Haroldo Castro Vieira (já falecido), foram condecorados numa cerimônia no Teatro Municipal nessa tarde.

Essa é a mais alta condecoração concedida pelo município a seus ilustres colaboradores.

MOTIVOS PRO “GALEGO” NÃO VIR

Carmelita.

O Blog do Gusmão vai listar alguns motivos para o governador Jaques Wagner não vir à convenção que oficializará o nome de Carmelita Ângela (PT) na disputa pela prefeitura de Ilhéus.

Carmelita é professora, foi presidente do sindicato dos professores, os mesmos que estão em greve há quase 80 dias e não poupam o governador (certeza de vaias).

Além disso, Wagner não está nem ai pra Carmelita, que já o criticou duramente por causa da mesma greve, por ter se recusado a negociar com a categoria. Carmé disse que o governador jogou no lixo seu histórico de sindicalista (lembre aqui).

É melhor os petistas de Ilhéus desistirem.

AGENTES DO ESTADO TORTURAM AINDA HOJE SEM TEMER PUNIÇÃO

Da Agência Pública

Policiais torturam para forçar confissões, agentes penitenciários torturam para castigar os presos. Há centenas de denúncias todos os anos mas poucos agentes do Estado são punidos.

“Zero Um” é o mais nervoso dos quatro policiais militares que revistam a casa de Marlene. Depois de encontrar um cigarro de maconha, além de um relógio, munição e um computador roubados, os PMs a levam para o quarto algemada, fazem com que ajoelhe e desferem uma rodada de tapas no seu rosto, coronhadas na cabeça e chutes pelo corpo. É de “Zero Um” a ideia de pegar um saco plástico: “Não vai falar, vagabunda?”. Ele coloca o saco preto ao redor da cabeça de Marlene. Ela desmaia.

O nome da vítima foi trocado, para preservar sua identidade, mas o apelido “Zero Um” é verídico, escolhido pelos PMs entre os codinomes usados pelos personagens de Tropa de Elite – filme que retrata a ação do grupo de elite da polícia militar do Rio de Janeiro.

Eram dez horas da noite do primeiro dia de 2012 quando a camareira de 28 anos autorizou a entrada dos policiais em sua casa, que fica em um bairro pobre de Manaus. Ela estava grávida de 5 meses, perdeu a criança dois dias depois. A “técnica” do saco no rosto para extrair informação também aparece nas cenas de Tropa de Elite.

(mais…)

GABRIELA DEPILADA?

Do Yahoo TV

Limpinha demais.

A atriz Juliana Paes terá de colocar pelos pubianos para uma cena de nu frontal de sua personagem Gabriela, na novela das 23h inspirada na obra de Jorge Amado. A informação é do jornal “Extra”.

A decisão foi tomada depois que críticos de TV e o público nas redes sociais perceberam que a Gabriela de Ju Paes era muito “limpinha”, sem pelos nas axilas e com dentes muito brancos. Isso seria um erro, já que Gabriela enfrentou uma vida muito difícil.

Ainda como conta o “Extra”, Juliana nunca pensou ter que passar por essa situação, já que fez depilação a laser nas axilas e na virilha justamente para não se preocupar mais com os pelos.

Tem que entrar na personagem, Juliana, com a cara e a coragem!

CORINTHIANS EMPATA NA ARGENTINA COM GOL DE JOGADOR REVELAÇÃO

Romarinho encobre o goleiro Órion e empata o jogo para o Corinthians.

O Corinthians viajou até a Argentina para enfrentar, dentro do caldeirão de La Bombonera, um dos maiores vencedores da Taça Libertadores da América, o Boca Junior, na noite de ontem (quarta, 27) pela final do torneio.

Coma a cabeça erguida e a invencibilidade na competição, o time do Brasil jogou melhor o tempo todo, indo para cima, não entrando na mandinga dos argentinos, até que num vacilo da zaga levou, saiu o gol do Boca, no segundo tempo.

O gol veio de uma cobrança de escanteio. Riquelme cobrou no segundo pau, a bola foi desviada para o meio e Silva mandou na trave. Na volta, Roncaglia encheu o pé e acertou o fundo das redes.

O placar desfavorável poderia ter desestabilizado o Corinthians, mas não foi isso que aconteceu.

Com todas as dificuldades, o técnico Tite ousou e tirou Danilo, um dos principais jogadores da campanha, para colocar Romarinho. Foi aí que brilhou a estrela do garoto até então desconhecido.

Em ataque rápido após erro de Riquelme, Emerson deixou o camisa 21 na cara do gol. Ele encobriu Orión e empatou a partida.

Com um novo herói, o jogo acabou empatado em 1 a 1 e será decidido no Brasil, na próxima quarta (04). Confira no vídeo abaixo o gol do garoto Romarinho, o novo xodó da Fiel.

 

AS AGÊNCIAS DA CAMPANHA ELEITORAL

Provavelmente, a campanha da Professora Carmelita (PT) à prefeitura de Ilhéus será de responsabilidade da agência Maxmídia, de Rildo Mota. A coordenação será do secretário de serviços urbanos, Gerson Marques (cheiro de baixaria no ar).

Do outro lado, Jabes Ribeiro (PP) dispensou a contratação de uma empresa de fora. Robson Hamil (até pouco tempo anti-jabista, ligado a Cacá Colchões), dono da agência Gênesis, acompanhado de Magno Santos (jabista de longas datas) e sua MS Propaganda vão cuidar da campanha do ex-prefeito.

Jorge Luís e Coronel Batista, candidatos do PSOL, provavelmente não terão os serviços de uma agência, por falta de recursos.

NÃO TEM PARA ONDE CORRER

O PT de Ilhéus vai fazer uma belíssima festa para oficializar a candidatura da vereadora Carmelita Ângela à prefeitura.

A convenção será a partir das 18h de amanhã (sexta), no Boca Du Mar, no Pontal, e não deve contar com a presença do prefeito Newton Lima.

Nas rodas políticas, comenta-se que o prefeito se ausentará para evitar as tradicionais vais que lhe são dispensadas sempre que aparece em eventos públicos.

Um gaiato do QG petista cogitou convidar o governador Jaques Wagner, mas o plano foi descartado pelo mesmo motivo.

ELEIÇÃO DCE: COM METADE DOS VOTOS APURADOS, DECISÃO FICA PARA JULHO

Chapa 1 venceu primeiro round da disputa.

Sob determinação da justiça, a comissão eleitoral que coordena as eleições do Diretório Central dos Estudantes da UESC apurou os votos do pleito, finalizado no dia 19 após confusões geradas pelo roubo de uma urna (lembre aqui).

Das quinze caixas abertas na madrugada dessa quinta (28), somente sete foram contabilizadas. As outras oito foram impugnadas por discrepâncias entre o número de assinaturas na lista e a quantidade de votos nas urnas, ou por outros fatores, como assinaturas falsificadas nas relações de votantes.

Das urnas contadas, foram apurados 994 votos, sendo 515 para a Chapa 1, 354 para a Chapa 2 e 125 votos nulos.

As urnas dos cursos de Letras-Lea-Pedagogia, Comunicação-História-Medicina, Pafor, Ciências Contábeis-Administração, Economia, Direito e Exatas, que foram retiradas da contagem, serão reabertas para votação suplementar no próximo dia 11, como prevê o estatuto do DCE.

Assim, não houve vencedor após a apuração dessa madrugada. O resultado final deve sair depois da votação do dia 11.

O CHORO NO ANIVERSÁRIO

De Carlos Mascarenhas, no facebook

Chove muito agora, e é como se Ilhéus chorasse de tristeza no dia em que completa 478 anos de fundação e 131 anos que foi elevada a Cidade. Mas pelo menos nos resta um pequeno consolo, faltam 186 dias para o fim do Governo Newton Lima. Fica aqui o desejo e a esperança de que possamos ter dias melhores.