ABRAÇO DE IRMÃOS TERMINA EM MORTE

O noticiário policial da capital baiana foi tomado por um fato que chama a atenção pela violência e o preconceito.

No último domingo (24), em Camaçari, região metropolitana de Salvador, dois irmãos gêmeos foram brutalmente espancados por um grupo de homens, simplesmente porque andavam abraçados na rua.

José Leonardo da Silva, 22 anos morreu no local, e José Leandro, foi levado ao hospital com afundamento na face, mas já foi liberado.

Os agressores não tem passagem pela polícia e foram presos na mesma noite, segundo o Blog do Pannunzio. Douglas dos Santos Estrela, 19, Adriano Santos Lopes da Silva, 21, e Adan Jorge Araújo Benevides, 22 foram autuados em flagrante por homicídio qualificado (por motivo fútil) e formação de quadrilha. Diogo dos Santos Estrela, irmão de Douglas, está foragido.

Para a delegada da 18ª Delegacia, Maria Tereza Santos Silva, trata-se de um crime de homofobia

– Pensaram que eles fossem um casal homossexual. Os agressores e as vítimas não se conheciam e não tiveram nenhuma briga anterior, por isso acho que a motivação seja a homofobia – explica.

O presidente do Grupo Gay da Bahia (GGB), Marcelo Cerqueira, afirma que o episódio demonstra claramente o grau de homofobia cultural presente na sociedade.

– Esse caso mostra o perigo que é ser homossexual e demonstrar carinho em público. A gente repudia a situação e chama a atenção para a aprovação da lei que torna a homofobia crime no Brasil. Enquanto isso não acontecer, muitos casos vão se repetir – ressalta.



One response to “ABRAÇO DE IRMÃOS TERMINA EM MORTE

  1. eu tenho vergonha de ser baiano nessas horas!!!

    PORRA!!!!

    só tem gente ignorante nesse estado de merda (travestido de 1º mundo); sem falar em Ilhéus e arredores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *