JABES NA FESTA DO DIVINO ESPÍRITO SANTO

O ex-prefeito Jabes Ribeiro participou na manhã de ontem (quinta, 31) da festa do Divino Espírito Santo, em Olivença. JR aproveitou a visita para conversar com outros participantes do evento e para ver de perto os problemas enfrentados pela comunidade.

O Blog do Gusmão está aberto para divulgar informações de todos pré-candidatos, basta enviar para o email [email protected]

NARRATIVA SOBRE A AUDIÊNCIA PÚBLICA DO PORTO SUL EM ITABUNA

Por Anna Karenina

Ontem tive a oportunidade de participar da Audiência Pública sobre o Porto Sul, em Itabuna. Antes que entrasse no grande salão da AABB, que estava lotado de pessoas, logo na porta dei de frente com o então prefeito de Ilhéus. Quando adentrei o grande salão, tratei logo de assinar a lista de presença da Audiência, momento em que pude voltar o olhar para a mesa e visualizar as representações dos empreendedores do projeto, assim como representantes do Governo, cena bem parecida com a que tive na Audiência realizada em outubro do ano passado.

Apresentações e algumas falas iniciais deram início à Audiência, destaque para a fala do Presidente da Bahia Mineração – quase uma promessa de que aquele projeto era a salvação de uma região inteira, chegando a afirmar que a implantação de um Porto Off Shore e o desenvolvimento que isso pode gerar aqui, pode ser comparado com o de países europeus, como a França. Nesse momento uma imagem cinematográfica interviu em meus pensamentos, grandes navios aportando, luxo, pessoas felizes, dinheiro no bolso, estivadores trabalhando alegres e satisfeitos, e uma região muito, mas muito próspera, suscitavam daquela elucubração profunda na minha mente. Foi exibido um vídeo demonstrativo de como o complexo se instalaria nas terras que abrangem a região de Aritaguá e Serra Grande no litoral norte de Ilhéus, e sua logística, incluindo a estrada de ferro.

(mais…)

PF APREENDE 3 MIL QUILOS DE LAGOSTA EM ILHÉUS

A apreensão foi a maior do tipo já feita pela PF em Ilhéus.

A Polícia Federal em Ilhéus apreendeu mais de três toneladas de lagosta, pescada e armazenada ilegalmente em período de defeso.

Duas pessoas também foram presas e indiciadas na Lei de Crimes Ambientais, que prevê pena de até oito anos de prisão.

A ação foi denominada “Mar Sem Fim” e apreendeu, no total, 3.200 kg da cauda e mais 600 kg do crustáceo inteiro.

Segundo a polícia, um dos presos afirmou que investiu R$ 50 mil na carga ilegal.

A carga foi enviada ao IBAMA e deve ser doada para entidades assistenciais.