PM PRENDE DOIS NO BANCO DO PEDRO

Dupla presa no Banco do Pedro suspeita de envolvimento com o tráfico de drogas.

Policiais militares deram uma batida no distrito do Banco do Pedro na manhã dessa sexta-feira (31) e prenderam dois homens supostamente envolvidos com o tráfico de drogas.

Por volta das 10h, os policiais chegaram ao distrito e avistaram Roberto dos Santos Lima, vulgo “Lunga”, e Wellington Gonçalves dos Santos, conhecido como “Palmeirense”, em atitude suspeita.

A dupla estava com 55 trouxas de maconha, 51 pedras de crack, 01 revólver calibre 32, munições, um celular e dinheiro.

Segundo a polícia, Roberto e Wellington eram ligados a Eduardo Pastori, um suposto traficante de drogas que foi morto há um mês.

VAGAS DE EMPREGO PARA SEGUNDA-FEIRA EM ILHÉUS

Os interessados devem se dirigir à unidade do SineBahia no SAC, sala 13, situado na Rua Eustáquio Bastos, 308, Centro de Ilhéus. É necessário levar carteira de trabalho, RG, CPF e Comprovante de Residência.

O atendimento é feito unicamente de forma presencial. A divulgação das vagas é de responsabilidade do Sine-Ilhéus e valem para segunda-feira (03).

  • Atendente de Balcão

Formação: Ensino Médio Completo
05 vagas
Sexo Masculino
Somente para Moradores da Zona Sul

  • Auxiliar de Cozinha

Formação: Ensino Médio Completo
Sexo Masculino
Idade 18 a 30
01 vaga

  • Auxiliar de Linha de Produção

Formação: Ensino Fundamental Completo
Vaga Exclusiva para Portadores de Necessidades Especiais
01 vaga

Clique no leia mais e confira outras vagas.

(mais…)

JORGE LUIZ PARTE PARA O ATAQUE

Coronel Batista (vice) e Jorge Luiz.

A candidatura de Jorge Luiz (PSOL) à prefeitura de Ilhéus não poupa críticas aos seus dois adversários. Nas entrevistas que concede fica clara a postura.

Nos últimos dias, o principal alvo da campanha é o prefeiturável do PP, Jabes Ribeiro, que tenta retornar ao cargo pela quarta vez.

Numa nota enviada à imprensa, a assessoria da campanha explica os motivos da candidatura e afirma que o principal motivo para lançar Jorge Luiz ao pleito é livrar a cidade do “jogo de peteca política em que Ilhéus se encontra há anos”.

A nota lembra do processo movido pelo PSOL pedindo o indeferimento da candidatura de Jabes, afirmando que “ele responde mais de 30 processos por improbidade administrativa” e “nem deveria ser candidato”.

Clique no leia mais e confira a nota na íntegra.

(mais…)

ZONA SUL TERÁ BASE DO SAMU

As comunidades da zona sul de Ilhéus vão contar, a partir de 15 de setembro, com uma base do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

A unidade, que terá uma ambulância à disposição e já está com a estrutura física sendo finalizada, fica no Hernani Sá, ao lado do Centro Avançado de Saúde.

A base terá na equipe um consultor socorrista e técnico de enfermagem, contando com uma unidade móvel.

EMBASA LEVA PALESTRAS PARA ESCOLAS DE CAMAMU

Projeto envolve estudantes do ensino fundamental.

O projeto Embasa na Escola iniciou suas atividades na última quarta-feira (29) em Camamu, no baixo sul do estado.

Os 139 alunos da Escola Municipal Professora Áurea Cruz Ferreira assistiram a palestra, ilustrada com vídeos, sobre noções básicas de saneamento básico e o uso racional da água.

Os estudantes, que cursam do 2º ao 5º ano do ensino fundamental, tiveram uma visão dos serviços prestados pela Embasa, desde a captação até a distribuição final da água em cada residência.

O projeto busca desenvolver uma série de ações socioambientais com os estudantes, professores e pais, possibilitando a ampliar a compreensão e a responsabilidade de todos com o meio ambiente.

BILHETE DA PRESIDENTE DILMA PARA MINISTRAS VIRA NOTÍCIA

Vacilou na frente das câmeras, virou notícia. Foi assim com a presidente Dilma Rousseff num evento na manhã de ontem (quinta, 30) no Palácio do Planalto.

Quando lia um bilhete enviado por ela mesma às ministras Izabella Teixeira, do Meio Ambiente, e Ideli Salvatti, das Relações Institucionais, a presidente foi fotografada e as lentes capturaram o conteúdo.

Nas linhas, Dilma questiona as ministras sobre uma acordo fechado no congresso sem a participação do governo: “Por que os jornais estão dizendo que houve um acordo ontem (quarta) no Congresso sobre o Código Florestal e eu não sei de nada?”, reclamou.

As câmeras capturaram também parte da resposta de Ideli Salvatti, que escreveu: “Não houve acordo com o Congresso e o governo. A posição do governo era de defesa da MP com foco especial na escadinha. O relatório votado manteve a escadinha”.

No discurso que fez no evento, a presidente afirmou que não se responsabilizaria por acordos fechados sem a participação do governo.

No congresso, Dilma Rousseff defende a modificação do texto aprovado na comissão mista , recolocando a escadinha, que prevê área maior de recomposição ambiental na beira dos rios, de acordo com o tamanho da propriedade.

Na foto de Beto Barata/AE, dá para ler parte do bilhete.

SOBRINHOS DE JABES E CARMELITA UNIDOS

No bairro Hernani Sá (Ilhéus), Marcos Ângelo (sobrinho de Carmelita, à esquerda) e Jefferson Ribeiro (sobrinho de Jabes, à direita) são amigos de muito tempo. A disputa política não altera a boa convivência, muito menos o voto fiel de cada um. Seria bom que este exemplo fosse repetido por todos os bairros. No meio da imagem, aparece Ricardo Menezes, amigo em comum.

CARMELITA FALA DE SAÚDE, GERAÇÃO DE EMPREGO E TURISMO

Carmelita Ângela.

Finalizando a primeira rodada de entrevistas no rádio, o programa Cidade Informe, conduzido por Ciro Zatele na Conquista FM, recebeu a candidata do PT, Carmelita Ângela. Confira os principais pontos.

Saúde – Para a candidata, é preciso “acontecer”. Defendeu a disponibilidade de médicos diariamente nas unidades de atendimento, principalmente no interior.

Educação – Criticou o número de alugueis de casas para funcionamento de escolas e a falta da construção de novas unidades.

Relação com o governador Jaques Wagner – Carmelita negou que haja fissuras em sua relação com o governador e afirmou que as mesmas críticas ditas na câmara de vereadores sobre as duas últimas greves (professores e PM) foram levadas por ela diretamente a Salvador.

Geração de empregos – Focou em projetos de inserção de jovens no mercado de trabalho, garantindo o primeiro emprego. Defendeu a vinda do complexo intermodal como vetor maior do desenvolvimento.

Juventude – Prometeu a criação da secretaria de juventude, sem levar em consideração os custos para isso. Também falou da reativação da pasta de esportes, como uma forma de “fortalecer o lazer e a prática esportiva para os jovens”.

Turismo – Disse que não enxerga, atualmente, o turismo na cidade. Afirmou que é necessário fazer o básico, limpar as ruas, por exemplo. Defendeu o turismo rural e histórico.

Nos últimos dois dias, os candidatos Jabes Ribeiro (PP) e Jorge Luiz (PSOL) foram ouvidos no programa. Ouça abaixo a entrevista com Carmelita Ângela (PT).


CARMELITA NO CIDADE INFORME 30 08 12 by audios do blog

RACHA NO PSOL DE ILHÉUS

Fontes do PSOL informam que o empresário Ricardo Creazolla, da construção civil, teria oferecido recursos à campanha de Jorge Luiz,  algo em torno de 120 mil reais.

O montante seria declarado, tudo certinho, como manda a legislação.

Jorge Luiz não aceitou a grana, ja que a administração dos recursos, por exigência do apoiador, ficaria sob a responsabilidade de Augusto Macedo, famoso atleta de alcova, que marcou época na secretaria de assistência social.

Um dos integrantes do PSOL, Edson Ferramenta, discordou da posição de Jorge Luiz. Voto vencido, Ferramenta ficou chateado e preferiu deixar a campanha.

Perguntado por este blog sobre a recusa do Psol, Augusto Macedo negou o oferecimento dos recursos. Entretanto, garante que foi contratado para fazer a prestação das contas eleitorais (é contabilista).

Jorge Luiz nega que Augusto Macedo tenha sido contratado. Afirma que Raimundo Borges vai fazer o serviço.

Depois do aborrecimento, Edson Ferramenta, agora mais calmo, decidiu retornar à campanha.

CALA-TE BOCA!

A ex-vereadora Ana Margarida afirma que é “jabete” ou “jabista”.  O marido dela, Carlinhos, exerce a função de administrador de Olivença no governo Newton Lima.

Para aperfeiçoar o espírito democrático, a família precisa colocar um parente na campanha de Jorge Luiz, do PSOL.

Cala-te boca!

Em Ilhota, cidade fictícia, Jorge Paraíba, o homem que toma conta do dinheiro público, está ficando cada vez mais rico, riquíssimo, como diria Eduardo Anunciação (grande mestre!).

Ladrão contumaz, liso, cínico e com pinta de lorde inglês, Paraíba não dá entrevistas, não gosta da imprensa livre, mas tem o seu grupo de jornalistas, radialistas e blogueiros contratados.

Sem ter como provar sua honestidade, Jorge Paraíba costuma chamar  de “boiolas” os jornalistas que revelam sua roubalheira.  Além de desonesto é preconceituoso.

Um dos supostos “boiolas”, convicto de sua masculinidade, pede a Jorge Paraíba uma noite num motel com uma de suas parentes. Pode vir nua, de camisola preta e seios rijos, montada numa das éguas de raça que ele comprou recentemente.

Cala-te boca!

Valmir de Inema perdeu o administrador de Banco Central para Liquinha, dono da livraria que vende cestas básicas à secretaria de assistência social.

A liderança tem 150 votos na mão, todos certinhos.

De uma hora para outra, o administrador achou Liquinha mais preparado, inteligente e bonitinho. Viva a per$ua$ão!

Cala-te boca!

“QUEBRADEIRA”

Informações que chegam do Palácio dão conta de que o todo poderoso “homem do dinheiro” fechou o duto para a campanha governista.

Os carros de som estão parados e a equipe que coloca os cavaletes também. O coordenador geral ao perceber o acúmulo de dívidas mandou parar todos os serviços. Os candidatos ao legislativo à espera de material de campanha foram deixados de lado, por isso, já começaram a pular.

O governo percebeu que a derrota é inevitável, por isso, decidiu concentrar esforços na candidatura do vereador do chá e das lâmpadas, no candidato da livraria que vende cestas básicas à secretaria de assistência social e no vereador cassado que tem mandato. Para esses, dinheiro não vai faltar.

O gestor atual deixará muitas irregularidades. Uma pequena bancada na câmara poderá livrá-lo de algumas encrencas futuras.

AGENDA DOS CANDIDATOS – ILHÉUS E ITABUNA (31/08)

À noite, Jabes se reúne com lideranças.

Jabes Ribeiro (PP)

09 h – Corpo a corpo no Alto do Basílio; concentração no colégio da praça.
15h30 – Visita ao Alto dos Palmares; concentração no ponto final.
19 h – Reunião com lideranças.

Jorge Luiz (PSOL)

08h – Visitação em: Carobeira, São José, Novo Ilhéus.
14 – Visitação em: Igreja Santa Terezinha- Alto da Esperança e Carvalho.

ITABUNA

Vane do Renascer (PRB)
10h – Coletiva à imprensa no comitê da Av. Princesa Isabel
15h10min – Caminhada no Jorge Amado e Urbis IV, saindo do fim de linha do Jorge Amado

Zé Roberto (PSTU)
8h – Café da manhã no Sarinha
10h – Reunião na Difusora AM
13h – Panfletagem e corpo a corpo em porta de fábrica
19h – Reunião com a militância do PSTU

Capitão Azevedo (DEM)
15h25min – Caminhada no Odilon, saindo da Somadiesel, na J.S. Pinheiro

Zem Costa (PSOL)
10h – Reunião na Rádio Difusora
14h50min – Visita a moradores da Nova Califórnia
20h – Grava programa de TV e Rádio

Juçara Feitosa (PT)
10h30min – Gravação do programa eleitoral
14h – Corpo a corpo no bairro Maria Pinheiro
19h – Inauguração do Comitê de Juçara na Califórnia

ILHÉUS: PT USA HORÁRIO DOS CANDIDATOS A VEREADOR PARA ATACAR ADVERSÁRIO. JUSTIÇA VEDA A PRÁTICA

A coligação “Ilhéus Mais Forte”, liderada pela candidata do PT, Carmelita Ângela, vem usando parte do tempo do programa eleitoral destinado aos candidatos a vereador para atacar oponentes.

Em pelo menos quatro inserções no programa dessa quinta-feira (30) aparecem referências, sem citar nome, ao candidato do PP, Jabes Ribeiro.

O programa usa o termo “a turma que quer voltar” e diz para o eleitor escolher “alguém que não promete que vai fazer”. Mais a frente, usa um jinglle que diz “o J aqui já era”.

Segundo o Artigo 43 da resolução Nº 23.370 do Tribunal Superior Eleitoral, que pauta a propaganda eleitoral deste ano, “É vedado aos partidos políticos e às coligações incluir no horário destinado aos candidatos às eleições proporcionais propaganda das candidaturas a eleições majoritárias, ou vice-versa, ressalvada a utilização, durante a exibição do programa, de legendas com referência aos candidatos Inst nº 1162-41.2011.6.00.0000/DF 24 majoritários, ou, ao fundo, de cartazes ou fotografias desses candidatos (Lei nº 9.504/97, art. 53-A, caput)”.

No mesmo artigo, inciso 2º, o TSE ratifica a posição: “É vedada a utilização da propaganda de candidaturas proporcionais como propaganda de candidaturas majoritárias e vice-versa (Lei nº 9.504/97, art. 53-A, § 2º)”.

No artigo 42, inciso 1º, a resolução proíbe também o uso do horário para satirizar ou ofender adversários.

Se for denunciada e provada a infração, o PT e toda sua coligação pode ficar fora do horário eleitoral.

Ouça abaixo o programa dos candidatos a vereador onde aparecem inserções criticando o adversário.


PROG. POLITICO 30-08-2012 by Andrei Sansil Blog