BLOG DO GUSMÃO REJEITA ANÚNCIO DO ALELUIA ILHÉUS. ENTENDA O MOTIVO

Aleluia! Driblamos a transparência.
Aleluia! Driblamos a transparência.

A agência de publicidade M21 entrou em contato com este blog para oferecer um anúncio do Aleluia Ilhéus Festival.

Nós recusamos, pois entendemos que o prefeito Jabes Ribeiro e o secretário de turismo Alcides Kruschewsky não estão primando pela transparência (promessa de campanha do atual gestor). Por duas vezes fizemos questionamentos, nos dias 25 e 01, e mesmo assim não obtivemos respostas.

Não vamos aceitar “cala boca”.

As perguntas insistem em romper o silêncio imposto pelo atual governo.

A empresa de eventos que cuidará do Aleluia Ilhéus Festival será contratada por meio de licitação ou por “simpatia pessoal”?

A famosa carta convite, que no passado beneficiou “agências” de petistas, ou da preferência de Alcides Kruschewsky, vai se repetir?

A agência de publicidade M21, que fez a campanha do secretário estadual de turismo Domingos Leonelli em 2010 (para deputado federal, pelo PSB, mesmo partido de Alcides) vai competir com outras ou já foi escolhida?

Lamentamos que a gestão do prefeito Jabes Ribeiro esteja se afastando do princípio da transparência. 



21 responses to “BLOG DO GUSMÃO REJEITA ANÚNCIO DO ALELUIA ILHÉUS. ENTENDA O MOTIVO

  1. Parabéns Gusmão! São atitudes assim que agregam credibilidade respeito e admiração de todos ao conjunto jornalista e blog; porquanto, sem generalizações, não é incomum nos depararmos com veículos de informações que vivem das migalhas atiradas como esmolas cala bocas àqueles susceptíveis a esse tipo de isca engodo sujo e imoral.
    Acredito que as iscas engodos recusadas por você, serão avidamente degustadas por aqueles que nos supõem sem opinião formada, sem princípios morais, sem independência, sem vergonha, sem amor próprio e sem respeito pela opinião pública, com quem interage profissionalmente.
    Algumas pessoas acreditam que o dinheiro compra tudo e, a tudo modifica inclusive a idoneidade moral e os paradigmas. Eles erraram o alvo ao atirarem as moedas de dinares.
    Ainda bem! Parabéns!
    Em minha opinião, esse governo já começou apodrecido, pois a fede insuportavelmente a cada dia; e olha que ainda estamos em Março!

  2. Lembro que o prefeito disse que não seria gasto nada da prefeitura, pois não tem dinheiro. Os servidores estão com salário de dezembro atrasado. Alguns puxa saco dizem que o debito é de Newton Lima, pois Jabes esta pagando em dia. Não sou funcionário de Newton Lima e nem de Jabes Ribeiro. Sou funcionário da prefeitura de Ilhéus. Não importa quem esta no Palácio Paranaguá, ainda assim a Prefeitura me deve. Se tem dinheiro para fazer festa tem que ter dinheiro para pagar meu salário atrasado. Depois fica pedindo para os servidores fazerem um sacrifício em favor do município. Assim fica difícil.

  3. Vocês estão querendo encontrar chifre em cabeça de jegue. A Secretaria de Turismo de Ilhéus abraçou o projeto mas não gastará um centavo. A festa vai ser boa, o povo terá merecida diversão, e não adianta os agourentos remarem contra a maré. Parabéns Alcides e Jabes. Sigam em frente. Os contra-tudo ficarão para trás. Eu pessoalmente não gosto de shows em praça publica , mas meus filhos adoram.

  4. A tabelinha está pronta. Leonelli passa os 400 mil para a Atil, que repassa pra M21.
    O publicitário fez a campanha de Leoneli, é presidente da Atil e dono da M21.
    Joga em várias posições.
    Cidão assiste tudo contente.

  5. Mas, ao aceitar esse moço no governo, o prefeito estava assinando uma carta em branco para a coisa errada. AS HISTÓRIAS MAL CONTADAS DESSE RAPAZ CHEGAM ÀS RAIAS DO ABSURDO. Quem não lembra da reação do Partido dele (leia-se Lídice, Leoneli) quando o mesmo se ensaiou ir para o governo do Estado? -“Não, não, fique em Ilhéus mesmo, a gente tenta ajudar daqui…” Não foi à toa essa reação. Eles sabem que em tudo que esse cara põe a mão, ocorre o oposto do Rei Midas. Vira problema. Tem sido assim desde a questão com os indios, lembram?

  6. Segundo alguns “articulados” pós-modernistas, porém antiquados fiéis ao velho relativismo; dinheiro não fala; não indica endereço; não fornece número telefônico; não dá informações! Basta, precavidamente, não exagerar nas lantejoulas e purpurinas; manter-se em comedimento com os frontispícios arquitetônicos dos ninhos construídos ao longo da carreira de expertises; abster-se de automóveis luxuosos; evitar laranjas baia, preferindo tangerinas; comprar pouco e fiado; entrar em bancos como se fosse pagar um “papagaio” muito velho e teimoso. O dinheiro das “expertises” impõe regras e normas rígidas de usufruto.
    Embora não manche as mãos como ao comer uma jaca, chupar uma manga ou degustar uma caranguejada; o dinheiro das expertises, mesmo sob disfarces miméticos sofisticados, não escapa aos olhares agudos, carregados de censura e asco morais deitados pelo povo!
    Para aqueles que a possuem; o dinheiro das expertises não emporcalha somente as mãos. Ele evidencia o conjunto sujeiras pré-existentes na imagem pública dos expertos, bem como, no conjunto dos valores da moral, da ética, da honradez, autoestima, alem de suscitar apontamentos públicos inesquecíveis quanto às possíveis visitas coercitivas às chefaturas de polícia, conduzidos em veículos plotados, e direito a deixar gravados nos anais da crônica policial e no Livro do Tombo, as suas elegantes impressões digitais artisticamente colhidas por papiloscopista trajado a caráter!
    FESTA? Quando a cidade está desabando sobre o povo? Quando a imundície e a epidemia de dengue grassam entre nós? Quando pessoas; sejam crianças, adultos, jovens e velhos, gestantes morrem por falta de atendimento médico; ainda assim querem transformar nossa cidade num salão de festas? Só se for festa fúnebre para velarmos nossos mortos nessa festa com cheiro acre dos exudatos de cadaverina.
    Fala sério vai! Um pouco de bom senso combinado com um mínimo de respeito para com o povo resulta numa poção capaz de acalmar os ânimos inconfessáveis que acomete a plebe.

  7. Caro Emílio,

    É lamentável que as autoridades municipais e as agências
    corretoras de espaços publicitários continuem a intimidar os veículos de comunicação de Ilhéus, através da prática prostituída dos anúncios “cala a boca” de ocasião.
    Entra governo, sai governo e eles, macomunados, igualam-se acreditando que com um maço de notas de procedência duvidosa podem comprar todo tipo de consciência e toda linha editorial, que lhes interpõem questionamentos éticos acerca da prestação de contas públicas.
    Neste episódio, como em alguns outros anteriores do mesmo naipe, você honrodamente se safou de um assédio promíscuo.
    A sua atitude pode não lhe render lucro financeiro.
    Entretanto, rende credibilidade e confiança por parte dos seus anunciantes e, principalmente, do seu fiel público leitor.

    Um grande abraço,

    Dirceu Góes – Jornalista e ilheense.

  8. A história é essa mesmo, ou é porque esse blog não ficou com a conta da m21? hummm…. isso está me cheirando a interesses pessoais contrariados.

    Editor responde.

    O Blog do Gusmão não organiza eventos. Não trabalhamos nesse mercado. Fomos procurados pela agência para veicularmos um anúncio. Não aceitamos.

  9. Como comunicador VOLUNTÁRIO para divulgação do evento ALELUIA ILHÉUS FESTIVAL, venho agradecer ao Gusmão por levantar esta questão. Esclareço os motivos:
    1)acho que TODA a população deve continuar cobrando demonstração de ações transparentes do Governo Jabes. Como ele não é onipresente (por ser humano) não tem condições de acompanhar TUDO A TODO TEMPO. Portanto cobranças como esta o ajuda, tanto para enxergar com antecipação riscos de efetivação de não-conformidades quanto para que TODOS fiquem desestimulados de validar a frase “Tudo como antes no reino de Abrantes;
    2)tenho tido à Comissão Organizadora do evento, a cada oportunidade que aparece, que DEVEMOS maximizar a divulgação do evento ALELUIA ILHÉUS FESTIVAL pela WEB. Isto porque atingimos um publico maior do que os ouvintes de radio e leitores de jornais. Diferentemente destas duas mídias a WEB veicula imagens em cores e em movimento de forma ininterrupta ou a qualquer hora do dia e que pode ser facilmente reproduzida. Não tenho a pretensão de dizer que a Sec. Turismo esta buscando todo mundo que é expressão na triha de comunicação via WEB em Ilhéus, por seguir a minha recomendação, mas não deixo de ficar contente vendo isto acontecer. E no meu entender o Gusmão que tem acompanhado esta iniciativa deste o inicio, bem como demonstrado que também (como todos nós) deseja o sucesso dela não deveria deixar de ser buscado neste momento que se massifica a divulgação.
    3)No seio da comunicação grassa um saber de que é necessário sempre criar um fato novo para dar sustentabilidade a difusão de um grande evento. Isto porque a repetição do já anunciado não estimula a difusão além dos limites já conquistados. Sabe-se também o quanto a intriga estimula a curiosidade e o interesse popular. Observem como a Globo aproveita isto para divulgar o BBB e suas novelas. Portanto acho que ao Gusmão abrigar este questionamento em seu blog contribui muito mais para manter o evento citado em evidência do que se colocasse simplesmente um anúncio fixo.
    Quanto as respostas para as questões aqui levantadas eu ACHO que a Secretaria de Comunicação da Prefeitura haverá de esclarecer com a devida competência. Mas, como CIDADÃO COLABORADOR, quero também comentar aqui três tópicos a serem analisados:
    1)no que se refere ao evento ALELUIA ILHÉUS FESTIVAL (apraz-me repetir este nome), não esta saindo UM CENTAVO dos cofres da Prefeitura de Ilhéus para pagar serviços de terceiros;
    2)os recursos vindos da Secretaria de Turismo do Estado já vêm destinados ao pagamento de shows que são tratados como específicos e portanto dispensam licitações. A exemplo da contratação do Padre Fábio de Melo, não é possível se fazer sequer uma tomada de preços entre outros padres que tenham o carisma dele junto a população católica para cantar as músicas dele e fazer as falas dele com a mesma entonação que o tornou famoso e amado por seus fãs;
    3) todas as despesas com comunicação estão sendo custeadas pela ATIL que (até onde sei) não esta subordinada a Lei 8666. E CREIO que seu presidente Marco Lessa esteja conduzindo todo este processo com o TOTAL conhecimento e o APOIO legal dos associados que mantêm aquela entidade.
    Portanto finalizo MEU COMENTÁRIO ratificando: É muito bom que continuemos atentos ao cumprimento do prefeito de forma afinada ao que ele prometeu sobre transparência. Porém, para os que buscam algo forte para confrontá-lo, este evento não serve. Porque o fluxo deste dinheiro não passa pelos cofres da Prefeitura. AVANCEMOS!

  10. PITOMBO!!!! Vaselina não, por favor! Não aguento mais tantos hidrocarbonetos e lubrificantes espessos! Prefiro creme de chantilly dessa vez! Aleluia!
    Quando você estiver do lado de fora, vamos reinterpretar os contextos das suas redações, suas defesas, seus malhos, sua passividade…

  11. PREFEITO FAFARRÃO!

    TEM DINHEIRO PRA FAZER FESTA E DIZ QUE NÃO TEM PARA PAGAR O SALÁRIO DE DEZEMBRO.

    TRABALHEI E QUERO RECEBER, TENHO FILHOS E PRECISO PAGAR MINHAS CONTAS.

    POR FAVOR PAGUE OS FUNCIONÁRIOS!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *