POLÍCIA PRENDE MÃE E FILHO EM ITABUNA

Polícia prendeu mãe e filho. (Foto: Vermelhinho)

Na manhã de hoje (quinta, 16), a polícia Civil de Itabuna prendeu mãe e filho no bairro Nova Itabuna.

Marilene Ferreira de Amorim e José Amorim Araújo, de 23 anos, foram presos em uma residência na rua Beira Rio. Com eles, a polícia encontrou um revólver calibre 38 e drogas.

 No local também estavam Rafael Santos, Karol Silva e três menores. Um deles assumiu as drogas.

PROJETO QUER PROIBIR CACHAÇA EM SALVADOR

Segundo o Jornal Tribuna da Bahia, o projeto de lei proposto pelo secretário de Promoção Social e Combate à Pobreza, Mauricio Trindade, que proíbe o consumo de cachaça nas ruas e avenidas de Salvador, tem gerado polêmica.

Segundo o secretario, o teor alcoólico da aguardente é considerado alto e prejudicial, chegando a ser sete vezes maior que das outras bebidas.

Ele também afirma que o uso da bebida em locais públicos a qualquer hora do dia traz prejuízos não apenas para a comunidade, mas principalmente para os consumidores, que acabam perdendo emprego, gerando desavenças familiares além de ser uma porta de entrada para outras drogas como o crack. O projeto ainda será encaminhado ao prefeito ACM Neto.

APAE TERÁ REPASSE DE RECURSO

Após uma denúncia apresentada na Câmara de Vereadores de Ilhéus pelo vereador Lukas Paiva de que a Associação de Pais e Amigos Excepcionais (Apae) não estava recebendo da prefeitura o recurso financeiro oferecido pelo  Governo Federal há quatro meses, vereadores se reuniram com o prefeito Jabes Ribeiro e o secretário de Assistência Social Jamil Ocké, que garantiram normalizar a situação.

O recurso do Governo Federal, repassado mensalmente para o Fundo Municipal de Assistência Social, é de R$ 8.902,70. O valor é utilizado pela APAE para o pagamento  de 26 funcionários que atuam na instituição, além dos encargos com o FGTS, INSS, energia, vale-transporte e alimentação de 178 alunos.

Socorro Pastor, presidente da APAE, disse que o atraso no repasse do recurso deixou a instituição em “situação desesperadora” e as atividades somente não foram interrompidas  graças ao empenho e o compromisso da equipe, que apesar das dificuldades financeiras decidiram permanecer realizando o atendimento aos alunos.

APÓS QUASE 23H, CÂMARA VOTA MP DOS PORTOS

Depois de quase 23h de iniciado o processo de votação da medida provisória (MP) 595, que cria novo marco regulatório para o setor portuário nacional, a chamada MP dos Portos, a Câmara dos Deputados conseguiu votar a redação final do texto e enviar a matéria para o Senado.

Houve comemoração no plenário assim que foi anunciada a aprovação final da matéria, no entanto, se não for aprovada ainda hoje pelos senadores, a MP perde a validade. 

A MP dos Portos estabelece novas regras para as concessões de portos públicos e autorizações de terminais privados e causou polêmica no Congresso. O texto-base foi aprovado ainda na terça-feira, quando a sessão foi iniciada às 11h da manhã e finalizada às 5h da manhã de quarta.

O texto aprovado é o que saiu da comissão especial, de autoria do senador Eduardo Braga (PMDB-AM), que foi alterado em relação à proposta original que veio do Executivo. Os deputados aprovaram uma emenda e três destaques, que alteraram partes do texto final. Com informações do Terra.

SESAB ABRE SELEÇÃO PARA 150 VAGAS

Correio:

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) publicou no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (16) o edital de um novo processo seletivo simplificado para contratação de pessoal, por tempo determinado, em Regime Especial de Direito Administrativo (Reda).

São 150 vagas, sendo 100 para técnicos de enfermagem, 36 para enfermeiros, e 14 para fisioterapeutas. Deste total, 5% das vagas são reservadas aos candidatos com deficiência. A jornada de trabalho será de 30 horas semanais. Não poderão ser contratados candidatos que já tiveram 48 meses de contrato Reda com o Poder Executivo do Estado.

A remuneração para nível superior é constituída pelo vencimento básico de R$ 841,62, acrescido de uma gratificação equivalente a R$ 1.687,26, perfazendo um total de R$ 2.528,88. A remuneração para técnico é constituída pelo vencimento de R$ 690,70, acrescido de gratificação de R$ 583,88, perfazendo um total de R$ 1.274,58. Haverá ainda o acréscimo de auxilio transporte.

As inscrições ficarão abertas, exclusivamente pelo site da Sesab (www.saude.ba.gov.br), no período de 24 a 30 de maio  O processo seletivo será constituído de uma única etapa, Análise Curricular, de caráter eliminatório e classificatório. A análise será realizada de 03 até 06 de junho através dos dados cadastrais e da ficha de inscrição obrigatória.

 Clique no “leia mais”  e confira o edital.

(mais…)

DEBATE SOBRE REGIME JURÍDICO EM ILHÉUS

aaa
Atividade reuniu servidores municipais e sindicatos

Na manhã de ontem (quarta,15) o SindiAcs/Ace promoveu um debate com o advogado trabalhista Marcos Brito, de Salvador, para que os servidores municipais ilheenses pudessem tirar dúvidas sobre o regime estatuário. O evento aconteceu na Câmara de Vereadores.

A prefeitura de Ilhéus mudou o  regime jurídico dos servidores municipais de celetista para estatutário, mas estabeleceu um prazo de 180 dias para encaminhar o projeto para a Câmara. Uma comissão com participação dos principais sindicatos de trabalhadores municipais deverá construir uma proposta de estatuto.

Na opinião de Roberto Machado, presidente do SindiAcs/Ace, os trabalhadores devem estar unidos para que a mudança não traga perdas para os servidores.  A atividade contou ainda com a presença de Rodrigo Cardoso, presidente da CTB\Ilhéus e da sindicalista Enilda Mendonça, do Sindicato dos Professores.

CARLOS AMARILLA NÃO PREJUDICOU APENAS O CORINTHIANS. ÁRBITROS COMO ELE PREJUDICAM O FUTEBOL

Carlos Amarilla: ameaça ao futebol.
Carlos Amarilla: ameaça ao futebol.

O apresentador Jorge Kajuru insiste na tese de que a desonestidade prevalece no futebol. 

Kajuru muitas vezes se notabiliza pelo exagero, entretanto, admito que essa afirmação do polêmico jornalista contribuiu para o fim da minha ingenuidade em relação ao esporte.

Ontem à noite, o Corinthians foi roubado no Pacaembu, na presença de 38 mil torcedores, frente ao Boca Juniors da Argentina.

O árbitro paraguaio Carlos Amarilla não deu um pênalti claríssimo no 1º tempo, a favor do Corinthians, quando Martin (29) do Boca cortou uma jogada de Emerson Sheik com a mão. Minutos depois, o auxiliar Rodney Aquino (filho de Ubaldo Aquino, árbitro que prejudicou o Palmeiras na libertadores de 2001) anulou um gol “legalíssimo” de Romarinho.

No 2º tempo, Sanchez Mino (30) do Boca empurrou Emerson Sheik dentro da pequena área. Carlos Amarilla mais uma vez negou o pênalti.

O amigo visitante pode conferir os erros aqui, comentados pelo ex-árbitro Carlos Simon (do canal Fox Sports).

Até mesmo a imprensa Argentina concordou que os erros favoreceram o Boca (veja aqui).

Muitos torcedores de times adversários costumam celebrar os erros da arbitragem. A turma do contra não vê que esse tipo de infortúnio ao rival prejudica, na verdade, o futebol como um todo. Tira a credibilidade de um esporte que nos alivia a rotina, gera alegria, torna meninos pobres ricos, une pais, mães e filhos, além de reunir amigos.

Futebol é prazer que alivia o sofrimento, está no mesmo patamar do sexo, é amor, arte e identidade.

Quando um árbitro prejudica um time intencionalmente, ele se transforma num inimigo, impede os pouquíssimos espasmos de prazer que o futebol oferece à vida.

A derrota tem que acontecer na bola, jamais na base da desonestidade.

Continuarei torcedor, amante do futebol e sujeito aos sarros. Não posso abrir mão desse prazer que se renova em cada grande jogada.

Domingo tem Corinthians e Santos na final do Paulistão. Seremos Campeões! Na libertadores torcerei pelo Atlético Mineiro (Galo). Por aqui, desejo um milagre: a recuperação do Colo-Colo na 2ª divisão do campeonato baiano.

Caso as minhas expectativas saiam frustradas, que sejam na bola, no jogo ruim dos meus times, nos erros táticos ou até no azar. Nunca e de forma alguma nos erros intencionais de árbitros bandidos.

Emílio Gusmão.

CESOL VISITA COMUNIDADES TUPINAMBÁ

A equipe do CESOL e a Cacique Valdelice Amaral. (Foto: Walney Magno)
A equipe do CESOL e a Cacique Valdelice Amaral. (Foto: Walney Magno)

Uma equipe técnica do Centro Público de Economia Solidária – Cesol Litoral Sul – visitou comunidades indígenas tupinambá de Olivença, em Ilhéus, e se reuniu com representantes das aldeias para discutir uma reorganização e fortalecimento do artesanato e da atividade. 

Nas visitas foram abordados diversos aspectos do segmento, incluindo as embalagens para comercialização e o apoio no projeto de aquisições de maquinas e ferramentas para a fabricação do artesanato, em parceria com Ação Tupinambá e o Instituto Mauá da Bahia. 

A parceria da associação dos índios Tupinambá de Olivença (Ação Tupinambá) e o Cesol visam efetivamente, buscar novas alternativas através da economia solidária, gerando renda e trabalho para os Tupinambá.