SOBRE A PURGAÇÃO DAS VERDADES INDIGESTAS

Por Mohammad Jamal

Desde criança, e já faz um bom tempo que fui criança, ouço as mais diversas reflexões sobre o tema culpabilidade. Dentre elas, a campeã das repetidas e surradas menções axiomáticas sobre a culpa é “quem cala consente”! É impressionante a atemporalidade em que sobrevive imune a provectude e faz viajar no tempo a mais antiga forma de expressão ao ato confessional: o silêncio. Um sobrevivente refratário à morte sociológica, indiferente a todos os meios de comunicação.

Não é incomum Imaginarmos que todo aquele se cala ante uma afirmação acusatória não só assume a inculpabilidade e suas decorrentes, como também delega aos supostos poderes do tempo, a tarefa erosiva de desgastar ao esquecimento os perjúrios e as maquinações dos logros praticados. Algumas máculas nodosamente menos escuras são, são susceptíveis a uma boa ensaboada e alvejantes fortes; entretanto, outras são maculosamente fortes, refratárias a tudo e, indeléveis como as manchas do vitiligo; pra toda a vida.

Ao reflexionar sobre um recente fato jornalístico ocorrido aqui mesmo, neste blog; vieram-me à mente os exemplares velhos jogos de memória, tipo jogo da velha; jogo dos sete erros; cartas enigmáticas; palavras cruzadas, charadas, etc.; não por acaso, mas por razões analógicas. Explico: Vimos uma simples cerimônia de leitura coletiva a que poderíamos chamar de apuração de débitos, ou de lavação de roupa suja, ou tomada de contas a público, transformar-se em desafiador libelo, mercê das sutis singularidades da língua Portuguesa. Tendo a arguta maestria redacional e leveza acuradas do articulista Marcos Penha com sua admirável alquimia jornalística em bravo editorial, transmutar-se para concorrida disputa midiático jornalística desta semana. Isso com maciça torcida do povo que vibrou e apoiou em uníssono o seu atleta editorialista Marcos Penha contra o adversário governamental Jabes. Uma partida que nada tinha a ver com ‘morte súbita’, mas que transcorreu como se o fosse.

É fato que a vitória foi por W.O., mas a dislalia silenciosa em que se recolheu murcho o adversário Jabes, equivaleu uma vitória por goleada de razões e pertinências, sem faltas ou impedimentos.

(mais…)

TRABALHO: SINEBAHIA ITABUNA OFERECE VAGAS NA PRÓXIMA SEGUNDA

Confira abaixo as vagas disponíveis a partir da próxima segunda-feira (20) na agência do SineBahia Itabuna, que fica no SAC, na Avenida Amélia Amado, 429, Centro.

Não se esqueça de levar a carteira de trabalho com PIS, PASEP ou NIS. Levar também RG, CPF e comprovante de residência e certificado de escolaridade.

Horário de funcionamento: das 7h às 15h30min (senhas distribuídas a partir das 6h).

Eletricista de instalações (veículos automotores e máquinas operatrizes, exceto aeronaves e embarcações)

06 meses de experiência

Fundamental completo

Vagas do quadro masculino

02 vagas 

Operador de empilhadeira elétrica

06 meses de experiência

Vagas do quadro masculino

Fundamental completo

01 vaga

(mais…)

JOHN RIBEIRO NA SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL

Um pouco de colunismo social.

John Ribeiro (irmão do prefeito) sempre visita a secretaria de desenvolvimento social.
John Ribeiro (irmão do prefeito), o terceiro da esquerda para a direita, sempre visita a secretaria de desenvolvimento social de Ilhéus, local onde possui muitas amizades. Nessa imagem ele posa ao lado de funcionários. Imagens divulgadas no facebook.
John tem um ótimo relacionamento com o secretario Jamil Ocké. Ajudou bastante na campanha.
John tem ótimo relacionamento com o secretário Jamil Ocké. Ajudou bastante na campanha do amigo para a câmara de vereadores. Nessa secretaria ele circula com muita tranquilidade.

EM QUATRO ANOS, PAULO CARQUEIJA CONSEGUIU APROVAR 18 PROJETOS DE LEI

carqueijaSeguindo a ordem alfabética, já mostramos o desempenho de AlcidesAldemirAlissonGuritaCarmelitaDinho GásBel do Vilela,  Jailson Nascimento e Marcos Flávio, no que diz respeito à aprovação de projetos de lei durante a legislatura passada. Hoje será a vez do ex-vereador Paulo Carqueija.

Segundo o Instituto Nossa Ilhéus, Paulo Carqueija, do PT, no período de 01/2009 a 12/2012 permaneceu vereador por todo o período, sem tirar nenhuma licença.

Nesse tempo, o vereador teve 18 de seus projetos de lei aprovados, sendo 1 projeto para cada uma das áreas (Meio Ambiente, Obras, Planejamento Urbana, Saúde, Segurança e Trânsito e Transporte), 4 (22%) reconheceram algumas associações como de “utilidade pública” e 8 (44%) mudaram nomes de logradouros.

Paulo Carqueija também fez parte das comissões permanentes de: finanças, orçamento, obras e serviços públicos (membro) e transporte (membro).

ABSURDO JURÁSSICO

renato_mauricio_pradoPor Renato Maurício Prado

Faz sentido um time ser eliminado de uma competição tão importante, como a Libertadores, por causa de erros crassos (e flagrantes!) do juiz e de seus auxiliares? Na partida em que o Boca Juniors se classificou às quartas-de-final do torneio, houve um pênalti escandaloso não marcado a favor do Corinthians e um gol dos brasileiros absurdamente anulado (de Romarinho). 

Vi ainda outra penalidade máxima (em Emerson, no segundo tempo) e achei mal invalidado também o segundo gol de Paulinho. Mas em relação a estes até admito que pode haver outra interpretação. Nos dois primeiros, não. 

Tivesse o quarto árbitro uma TV em sua mesa, a mão do argentino na bola teria sido marcada e o gol de Romarinho, validado. Os lances foram cristalinos no “replay”. E as duas jogadas pararam em seguida, o que permitiria a intervenção tecnológica. 

O tamanho do prejuízo corintiano causado pelos erros é enorme. E não me venham dizer que não influenciariam no resultado, pois tanto o pênalti quanto o primeiro gol anulado aconteceram antes do belo gol (sem querer!) de Riquelme para o Boca. Ou seja, aos 24 minutos do primeiro tempo, o Corinthians já teria os 2 a 0 que necessitava. 

É absurdo, injusto e revoltante que o futebol continue a conviver com esse tipo de lambança, somente por não querer abandonar a pré-história em que se encontra e ingressar na era digital em que praticamente tudo se vê. Quando a Fifa e os velhinhos da International Board se darão conta disso? 

REABERTAS INSCRIÇÕES PARA POLÍCIA FEDERAL

policia federalConforme anunciado foram reabertas nesta sexta (17) as inscrições no concurso para os cargos de escrivão, delegado e perito da Polícia Federal. São 600 vagas com salários que variam entre R$ 7,5 mil e R$ 14 mil.

Todos os cargos exigem curso de nível superior, carteira nacional de habilitação de, no mínimo, categoria “B” e são para 40 horas semanais nos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia, Roraima e unidades de fronteira.

Para se inscrever ao cargo de Escrivão, é preciso se candidatar no site da Cespe/UnB, que organiza o concurso, através deste endereço,  com taxa de R$ 125.

Já para o cargo de Perito Criminal e de Delegado, as taxas são de R$ 150 e as inscrições podem ser feitas aqui e aqui.

Clique em “leia mais” e veja os editais.

(mais…)

SENADO APROVOU MP DOS PORTOS

senado_comemora
Senadores comemoraram aprovação da MP dos Portos (Foto: Alan Sampaio)

O Senado aprovou na noite de ontem (quinta, 16) o texto final da Medida Provisória 595, a MP dos Portos. A aprovação se deu por 53 votos a favor, sete contra e cinco abstenções. O texto agora vai para sanção da presidente Dilma Rousseff .

A MP dos Portos passa a autorizar que os Terminais de Uso Privativo (TUPs) poderão movimentar cargas de terceiros. A licitação também passa a validar propostas por competitividade, ou seja, ganhará a concessão de portos empresas que mostrarem maior eficiência operacional, com maior volume de carga pelo menor custo.

Vira regra a partir de agora que empresas com mais de 5% de participação em companhias que operam navios de carga não podem disputar licitação de portos.

Também será criado com a nova lei dos portos os terminais-indústria. Isto é, pólos industriais poderão contar com instalações portuárias fora dos portos públicos – o que beneficia em especial o setores de mineração e grãos. A instalação desses terminais dispensará licitações, podendo ser realizadas por chamadas públicas e processos seletivos. Com informações do IG.

TRIO DE TRAFICANTES PRESOS NO BASÍLIO

"Nem", Luan e Pedro. Os três foram presos no Alto do Basílio. (Foto: polícia Militar)
“Nem”, Luan e Pedro. Os três foram presos com armas e drogas. (Foto: Polícia Militar)

Na tarde de ontem (quinta, 16), policiais militares da PETO 70 prenderam no Alto do Basílio, em Ilhéus, Luan Henrique, Alexandro Ramos (conhecido como “Nem”) e Pedro Cesar. O fato aconteceu após uma denúncia anônima de que os três estariam armados e traficando na localidade.

Com eles, os policiais encontraram 2 armas, 19 trouxas de cocaína, 12 pedras de crack, 1 tablete de maconha, 1 balança de precisão e munições.

Os policiais também descobriram que Pedro Cesar possuía um mandado de prisão da Comarca de Una.

UM “LINGUARUDO” NO SECRETARIADO

LINGUA GRANDEO prefeito Jabes Ribeiro está disposto a descobrir quem é o “linguarudo” que faz parte do seu secretariado.

Na última reunião com os secretários, o gestor ilheense cobrou lealdade e ameaçou exonerar imediatamente, caso identifique a pessoa que está passando informações à imprensa.

Alguém teria vazado o desentendimento entre os secretários Marcos Antonio (fazenda) e o “super super” Isaac Albagli (trânsito, obras, transporte, coleta de lixo. Ufa!).

Segundo a central de fofocas (não merece credibilidade), no final da reunião o vice-prefeito Cacá Colchões, também secretário de indústria e comércio, e o secretário de agricultura e pesca, Sebastião Vivas, receberam alguns olhares desconfiados.

IFBA SELECIONA PROFESSORES

ifbaianoEstão abertas até o dia 26 de maio as inscrições para a seleção de 132 professores substitutos do IFBA (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia). O salário chega a R$ 2.968,02, com jornada de 20 a 40 horas semanais.

Há vagas para os campus de Barreiras, Brumado, Camaçari, Eunápolis, Feira de Santana, Ilhéus, Irecê, Jacobina, Jequié, Paulo Afonso, Porto Seguro, Salvador, Santo Amaro, Seabra, Simões Filho, Valença e Vitória da Conquista.

A inscrição custa R$ 50 e pode ser feita através desta página. A seleção dos candidatos será feita por meio de prova de títulos e avaliação de desempenho didático.

Clique no “leia mais” e confira o edital.

(mais…)

MORADORES DO SANTO ANTÔNIO RECLAMAM DO TRANSPORTE

Moradores do Santo Antônio, zona rural de Ilhéus, reclamam do transporte coletivo. Segundo eles, os ônibus disponibilizados para a localidade estão em péssimo estado de conservação. O fato ainda piora devido a estrada ruim.

Outro problema apontado foi a mudança de horário do ônibus das 5h50min para 6h50min, que prejudica quem precisa chegar cedo ao trabalho. Além disso, as empresas retiraram a linha para o Couto.

MARINA DIZ QUE FOI VÍTIMA DE MANCHETE “ENCOMENDADA”

Do Valor Econômico

MarinaPré-candidata à Presidência em 2014, a ex-senadora Marina Silva afirmou ontem que foi vítima de um mal entendido em declarações sobre o deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP), presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados. Marina afirmou que Feliciano pode ser alvo de críticas por suas opiniões e não por ser evangélico.

“O preconceito está em dizer que a origem de alguém ter uma posição política equivocada é sua fé”, afirmou, depois de participar do lançamento de um livro em São Paulo. “Ele tem posições equivocadas não só para os pontos do comportamento, há também um despreparo para lidar com a agenda dos desaparecidos políticos, com a agenda indígena”, disse.

Alvo de protesto de movimentos de defesa dos direitos humanos e de lésbicas, gays, bissexuais e transsexuais (LGBT), Feliciano tem causado polêmica por suas opiniões contrárias à união homossexual. O deputado, que é pastor evangélico, afirma que apenas segue os preceitos de sua igreja.

A ex-senadora diz que foi vítima de uma “manchete de encomendada” por um jornal do Nordeste, que escreveu que ela estava defendendo o deputado. Marina passou a gravar as entrevistas que concede para à imprensa. “Estou acostumada com isso desde a primeira eleição do [ex-presidente] Lula. Onde chegava [a imprensa] perguntava: é verdade que o Lula vai liberar a maconha e o aborto?”, disse.

Também evangélica, Marina não quis dizer se teme ficar rotulada por causa de sua fé e afirmou que as posições defendidas por Feliciano não estão na Bíblia. “Não há respaldo bíblico nem legal para nenhum tipo de preconceito”, afirmou.

Marina deu como exemplo de sua postura a campanha eleitoral de 2010, quando, no segundo turno, o ex-governador de São Paulo José Serra (PSDB) tentou derrubar a candidatura da presidente Dilma Rousseff (PT) afirmando que ela era a favor do aborto.

“Nunca fiz uma pergunta para a Dilma ou para o Serra para instrumentalizar a fé. Esse tipo de coisa só apareceu no segundo turno. Se quisesse utilizar os conhecimentos bíblicos que tenho para ficar constrangendo as pessoas, poderia ter feito, mas isso não faz parte do meu referencial ético”, afirmou.