CHINA ADMITE CORTAR EMISSÕES DE CO2

Leslie Hook e Pilita Clark | Financial Times

A China pretende introduzir controles mais rígidos à poluição provocada pelo carbono já em 2016, uma mudança que poderá estimular as discussões sobre o acordo global para conter as emissões de gases que provocam o efeito estufa. A informação foi dada ontem por uma autoridade ligada à política do país para o carbono.

A China, que responde por quase um quarto das emissões mundiais de dióxido de carbono, vem resistindo às pressões internacionais para se comprometer com cortes absolutos em suas emissões, as maiores do mundo. Em vez disso, vem dizendo que vai reduzir sua “intensidade de carbono”, relativas à produção econômica.

Porém, o Ministério do Planejamento Econômico está cogitando impor um teto às emissões para seu próximo plano quinquenal (2016-2020) e estudando o nível que seria apropriado, segundo informou Jiang Kejun.

Isso poderá ajudar a acabar com um impasse nas discussões da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre o clima, para se chegar a um acordo global compulsório sobre o corte das emissões, em uma reunião em Paris em 2015, que seria levado a efeito em 2020.

Jiang, um membro da Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma especializado em política de carbono, disse: “Tenho certeza de que a China terá uma meta para as emissões totais durante o 13º plano quinquenal”.  Jiang, cujo departamento influi na elaboração das políticas de carbono da China,  disse que uma meta para as emissões totais seria “mais eficaz” que a meta anterior de intensidade. Ele acrescentou que “é bem possível” que a China desista de sua oposição de longa data aos tetos às emissões de carbono para as nações em desenvolvimento, antes da reunião sobre o clima da ONU em Paris em 2015.

(mais…)

VIRADA GLOBAL EM 2020?

Por José Eli da Veiga

Quando haverá governança global que evite o pior na mudança climática, principal desafio socioambiental contemporâneo? Em apenas oito edições, o Valor publicou três emblemáticas manifestações de desesperança sobre essa possibilidade.

Na entrevista ao “The Wall Street Journal”, “O que tira o sono da diretora-gerente do FMI” (Valor, 24/5), Christine Lagarde diz que “Nossos filhos serão grelhados, fritos, assados e torrados”, ao responder a uma pergunta do jornalista David Wessel sobre os riscos de não enfrentamento das mudanças do clima. Não havia sido diferente a conclusão das duas últimas colunas semanais de Martin Wolf, editor e principal comentarista econômico do “Financial Times”, “O mundo e o risco de caos no clima” (Valor, 15/05) e “Vitória dos céticos da mudança climática”, Valor 22/05): “Apenas a ameaça de uma catástrofe mais iminente é passível de mudar esse quadro e, quando isso acontecer, poderá ser tarde demais. Esta é uma verdade deprimente”.

Possível antídoto contra tanto derrotismo está na suposição de que avanços para uma efetiva governança mundial da sustentabilidade dependam essencialmente da força que vierem a adquirir os “neoconservadores” americanos e os “triunfalistas” chineses. Ambos consideram que a realização do sonho da China será forçosamente o pesadelo americano, por rechaçarem a viabilidade de ascensão tranquila dessa nação. Mas, se forem isolados, algum equacionamento da questão climática tenderá a emergir no âmbito do G-20, o que certamente contribuirá para posterior superação do impasse de quinze anos na ONU, causado pelo oligofrênico Protocolo de Kyoto.

O processo de descarbonização – de longe o maior determinante da sustentabilidade – depende da alternativa enfatizada por Kissinger em “Sobre a China” (ed. Objetiva, 2011): apostar na construção de uma “Comunidade Pacífica”, adequada à coevolução da relação sino-americana. Com ela, os dois países poderiam buscar seus imperativos domésticos, cooperando sempre que possível e se ajustando de modo a minimizar o conflito.

(mais…)

COLO-COLO ENFRENTA O ITABUNA COM OTIMISMO

O Colo-Colo de Ilhéus enfrenta amanhã (2), pela sétima rodada da segunda divisão do Campeonato Baiano, o Itabuna. A partida será realizada na casa do adversário, o estádio Luis Viana Filho, às 15h.

Na rodada passada, o Itabuna perdeu para o Jequié por 2 a 0. Já o Colo-Colo, na quinta rodada, encarou o mesmo time e venceu por 2 a 1.

Em entrevista na manhã de hoje (sábado, 1) ao repórter Coutinho Neto, da rádio Santa Cruz AM, o técnico do time ilheense, Carlos Goiabão, relatou o otimismo da equipe para o “clássico do cacau” neste domingo.

Goiabão destacou ainda o apoio da torcida e a força de vontade dos jogadores do Colo-Colo, que superam as dificuldades financeiras  do time.

Confira a entrevista:


CONCURSO PARA MARINHA ABRE INSCRIÇÕES NA SEGUNDA

A Marinha abre inscrições na próxima segunda-feira (3) para dois concursos com 87 vagas de nível superior.

O primeiro, para ingresso no quadro complementar de Oficiais Intendentes, destina-se ao preenchimento de vagas nas seguintes áreas: administração (42), ciências contábeis (3) e economia (1). O ingresso na Marinha ocorrerá no posto de Segundo-Tenente, após o candidato ter sido aprovado e classificado em todas as fases da seleção inicial e do curso de formação.

O segundo concurso, para ingresso no quadro técnico do Corpo Auxiliar, oferece 41 vagas de nível superior nas seguintes áreas: administração (3), arquivologia e gestão de documentos (1), ciências contábeis (2), ciências econômicas (1), comunicação social (4), direito (7), educação física (1), estatística (1), física – licenciatura (1), informática (7), matemática – licenciatura (1), metereologia (1), pedagogia (2), psicologia (4), serviço social (2), e segurança do tráfego aquaviário (3). O ingresso ocorrerá no posto de Primeiro-Tenente.

Os concursos terão prova escrita de conhecimentos profissionais, redação, inspeção de saúde, teste de aptidão física, verificação de documentos e de dados biográficos, além do curso de formação de oficiais. Haverá ainda prova discursiva para a área de direito e prova de títulos para as áreas de física e matemática.

O curso de formação, de caráter eliminatório e classificatório, será realizado no Centro de Instrução Almirante Wandenkolk (CIAW), no Rio de Janeiro, e terá a duração de, aproximadamente, 39 semanas. Durante o curso, o candidato receberá remuneração correspondente à sua graduação, como previsto na Lei de Remuneração dos Militares, além de serem proporcionados alimentação, uniforme, assistência médico-odontológica, psicológica, social e religiosa.

Os salários não foram informados. As inscrições devem ser realizadas na página oficial da Diretoria de Ensino da Marinha (DEnsM), no endereço www.ensino.mar.mil.br ou www.ingressonamarinha.mar.mil.br, até as 23h59 do dia 27 de junho, horário oficial de Brasília/DF.

Clique em “leia mais” e confira os editais.

(mais…)

VILA CULTURAL ABRE O SÃO JOÃO DE ITAGIBÁ

Vila Junina acontece na Praça Duque de Caxias (foto: Andre Oliveira)
Vila Junina acontece na Praça Duque de Caxias (foto: Andre Oliveira)

O São João de Itagibá foi aberto oficialmente ontem (sexta,31) com a instalação da Vila Cultural,  na Praça Duque de Caxias.

O espaço funciona hoje (1) e nos dias 2,7,8 e 9 de junho, com atividades como concurso de  quadrilha junina, concurso garota junina, pau de sebo, apresentações de bandas de forró, danças populares,   gastronomia e etc.

A Vila Cultural foi idealizada pela  Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Itagibá, com o objetivo de dar oportunidade a grupos e produtores da cultura local.

Em 2013, a Vila Cultural homenagea  a  Drª Hilda Philadelpho, que foi uma das precursoras do São João de Rua, juntamente com outros moradores de Itagibá. Ela trouxe para a Praça os festejos juninos que eram realizados nas escolas.

SALVADOR: CURSO DE DEFESA PESSOAL PARA MULHERES TEM FILA ATÉ 2014

A Prefeitura de Salvador decidiu promover um curso de defesa pessoal para mulheres, com direito a aulas práticas e professores da Guarda Municipal.

Segundo Mônica Kalile, chefe da Superintendência de Políticas para as Mulheres da gestão ACM Neto, a capital baiana registrou 600 casos de violência contra a mulher no último mês e é a quinta com mais ocorrências dessa natureza no Brasil.

“Entendemos que uma das formas de combater o aumento desse índice, e ainda fazer prevenção, seria um curso assim”, disse Kalile.

As aulas, que começam na próxima terça-feira, serão gratuitas. As 50 mulheres serão divididas em dois grupos, com aulas pela manhã e à tarde, duas vezes por semana, ao longo de um mês.

A seleção das alunas privilegiou aquelas que já foram atendidas no centro de referência à mulher em situação de violência da cidade, mas o projeto vai continuar devido à alta demanda.

“A gente esta com agenda até 2014, fila de espera de interessadas. Para você ver como as mulheres estão se sentindo”, disse a superintendente. Informações da Folha.