JABES E A TRANSPARÊNCIA COM NÚMEROS ERRADOS

Jabes: apresentação com erros primários. Imagem: Correia Neles.
Jabes: apresentação com erros primários. Imagem: Correia Neles.

No dia 14 de junho, no Palácio Paranaguá, a Professora Enilda Mendonça, presidente do sindicato do professores (APPI), desmontou a apresentação do prefeito Jabes Ribeiro sobre as contas da Prefeitura de Ilhéus.

Ao calcular o custo da folha de pagamento, o governo Jabes somou despesas que a Lei de Responsabilidade Fiscal não considera, quando determina o limite máximo de gastos (54% das receitas próprias) com o funcionalismo.

Despesas com aposentados e pensionistas, assistência social, salário-família, licença-maternidade, ticket-alimentação e inativos entraram na “aritmética” oficial.

Enilda, na frente do secretário de administração Ricardo Machado, contestou as inclusões, e também ressaltou aspectos contraditórios de um governo que ameaça demitir concursados, mas, eleva o custo dos comissionados (incluindo secretários).

O prefeito, um pouco envergonhado, admitiu os erros. Mesmo assim, ficou uma dúvida: houve incompetência ou intenção de enrolar de quem montou a apresentação?

O fato eleva a dúvida e a desconfiança à condição de posturas imprescindíveis diante das apresentações do governo.

Muita atenção e conhecimento nessas horas.

Assista você mesmo e tire suas próprias conclusões. Vídeo do blog Correia Neles.



7 responses to “JABES E A TRANSPARÊNCIA COM NÚMEROS ERRADOS

  1. TUDO NESTE GOVERNO É FALSO, COMEÇANDO PELAS PROMESSAS DE CAMPANHA E ATUALMENTE PELAS CHORADEIRAS DO GESTOR, TUDO É PARTE DE UMA SORDIDA ENCENAÇÃO ADMINISTRATIVA, CUJO TITULO NA VERDADE É “COMO ENGANAR OS ILHEENSES NOVAMENTE PARTE IV.

  2. eu quero e novidade, quem nao sabia desta enrolaçao. muitos cargos comissionados,e os concursados esperando ate hoje para serem convocados, os concursados deveria fazer passeata em pro da sua convocaçao.

  3. tudo farinha do mesmo saco, a secretaria do bem estar social estar cheia de ex-funcionários da gestão anterior!!!!!

  4. Ao ouvir do prefeito que queria um PACTO, e ao ver que o mesmo deveria vim de dentro para fora,em que no relato, o salário dos secretários teve um aumento de R$2.500,00, solicitei que deveria ter um aperto diante da situação do município. Qual categoria teve um aumento tão abusivo quanto este? Se multiplicar este valor pela quantidade de secretários, daria para colocar 80 catadores de resíduos sólidos nas ruas, com isto a coleta seletiva estaria funcionando mediante ao convênio que foi feito com a cooperativa de catadores na retirada dos mesmos do lixão do Itariri. Essa seria umas das proposições da Ass. de Moradores, convidada para essa reunião, mais infelizmente ao fazer esse relato sofremos intimidação por parte de um daqueles que teve esse belo aumento. Será que não temos livre arbítrio de expor nossas opiniões?

  5. Pequeno não consegue administrar a associação dos moradores da Urbis quer administrar o município, é sem noção mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *