A SOCIEDADE CIVIL É O ESCUDO DE JABES

escudo de Jabes

A sociedade civil deve andar precavida com a “abertura democrática” do prefeito de Ilhéus.

O “Pacto por Ilhéus” soa discretamente como um escudo para proteger o governo Jabes Ribeiro dos sindicatos, notadamente da APPI.

Jabes sabe que há muitos anos o sindicato dos professores é dominado pelos Mendonças ligados ao PT (Edinei, Carmelita e Enilda). Como não tem  meios para controlá-los no campo da agitação, buscou arrego num suposto pacto, na verdade um subterfúgio para conseguir aliados.

Ao tomar conhecimento de mais uma paralisação deflagrada pelos docentes nos dias 11, 12, 13 de julho, JR mandou soltar uma nota onde expõe sua programada consternação. Segundo ele: “ao convocar a sociedade organizada para participar do Pacto por Ilhéus o fez pelo entendimento de que somente num ambiente de profunda compreensão acerca da difícil situação enfrentada pelo município será possível promover a retomada do caminho do crescimento e do desenvolvimento econômico e social”.

Dando a largada em mais um jogo de empurra, o prefeito lembra aos seus governados que as paralisações “estão causando sérios prejuízos aos pais dos alunos, ao deixar sem aulas milhares de estudantes”.

Calma aí Jabes! Muitas escolas do interior ficaram cinco meses sem aulas por falta de professores (muitas ainda estão).  Seu governo colocou no “olho na rua” professores concursados sem ao menos verificar as necessidades dos alunos. Depois, fez uso da contradição ao contratar dezenas de educadores por meio de uma seleção simplificada.

Jogar a sociedade civil contra a APPI ou fazê-la de escudo não impedirá que vejamos a incompetência do governo.

Além do mais, a reivindicação dos professores é justa. Eles querem reajuste nos vencimentos, em obediência ao piso nacional da categoria instituído por uma lei aprovada no Congresso Nacional (n° 11.738).



8 responses to “A SOCIEDADE CIVIL É O ESCUDO DE JABES

  1. Eu acho que o grande problema que o governo jabes vai ter que enfrentar é a raiva que alguns setores da pseudo-imprensa têm dele.Eu estou entendendo que o prefeito, numa situação caótica do município, está tentando de forma legítima um pacto de governança. Mas a raiva de algumas pessoas não entendem dessa forma e desancam como bem querem. Ilhéus, vai ser isso mesmo por muito tempo, fazer o que?

  2. MEU DEUS QUE RAIVA CLAYTON A CIDADE TÁ UM CAOS E VC VEM COM ESSA CONVERSA A INFLAÇÃO ESTÁ LÁ EM CIMA OS PROFESSORES QUEREM O REAJUSTE SIM É DIREITO POR LEI NÃO FALE BESTEIRA SE VC NÃO SABE AS CONTAS Q O SEU PREFEITO APRESENTOU ESTAVAM ERRADAS PESQUISE PRIMEIRO DEPOIS DÊ SUA OPNIÃO AFF.

  3. A LEI TEM QUE SER CUMPRIDA, NÃO É ASSIM QUE SE FAZ QUANDO CHEGA ALGUMA AÇÃO JUDICIAL.NÃO É MELHOR EVITAR ALGO MAIS CONSTRANGEDOR.

  4. Clayton te dou a noticia em primeira mão, voce vai ser convocado para ingressar na equipe da assessoria de imprensa da nossa prefeitura. AGUARDE O CONVITE KKKKKKK

  5. Jabes sempre teve esse habito.Isso é antigo.Assim q retornou ao governo ele começou a colocar a culpa da situação na cidade pra cima dos funcionários. Demitiu os concursados pra colocar gente sua,aumentou salario do seus.Esse cara é um nojo,um ser humano desprezível. Triste sina dessa cidade.

  6. Jabes se preocupa tanto com a educação que desde o começo do ano há uma escola no Banco da Vitória que possui 276 alunos sem estudar…Fico emocionada…

  7. Para o querido clayton paternostro o chorão do Jabes não ofereceu nenhum número, nenhum, isso significa que o prefeito não tem nenhuma consideração com os profissionais, nem 0% ou 20% nada, será que não tivemos inflação? será que o feijão e a farinha continuam de 2,50, veja bem meu caro, se Jabes tivesse preocupado com os alunos não deixava tanto tempo sem merenda, quem não luta pelos seus direitos não é digno deles.

  8. Ao pessoal do ôba ôba, uma risada de desprezo. Quem vai sofrer com essa raivinha de vcs é a própria cidade, que desinformadamente vcs se referem. Aqui só é válido o que é contra. Para anarquizar e distribuir ódio, vcs são imbatíveis. Mas que adianta, se a cidade é quem vai sofrer com essa intolerância? ahahahahahahah

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *