O SOFISMO CÉTICO

foto de Thiago blog do gusmãoJabes é Newton Lima e Valderico Reis.  O mandatário da capitania.   O senhor de engenho.  O coronel do cacau.  Jabes é a imagem do passado persistente e ressentido. Determinado, não desistirá da sua missão. Não renunciará ao cargo.  Não se engane, eleitor ilheense, Jabes será candidato em 2016.

 

Por Thiago Dias

A imprensa digital difundiu a confissão de Jabes Ribeiro: “Não pretendo me reeleger, Ilhéus está ingovernável”.

A informação não é de fácil assimilação. Diante desse evento discursivo, mesmo as cognições mais preparadas titubeiam. Desconfiam. Deixam o som das palavras reverberar, no caminho dos sentidos possíveis. Dão tempo às segundas e terceiras intenções do dizer.

Caso a confissão do prefeito causasse espanto popular, provavelmente, dois argumentos lhe seriam pertinentes. Primeiro, esse é o recorte descontextualizado da sua fala. Segundo, os problemas da cidade foram herdados das administrações passadas. Duas verdades. No entanto, pouco válidas como álibi do homem público.

A sentença foi pronunciada e repercutiu. Ainda fora do seu contexto, significa. Mas, se é pelo bem da perspectiva sistemática devolver o fenômeno discursivo ao seu contexto original, façamos. Jabes falava aos seus pares, num encontro promovido pela União dos Prefeitos da Bahia. Portanto, o contexto da sua fala era o do espetáculo da administração pública estadual. Palco de encontros e enlaces políticos. O prefeito de Ilhéus apelou à função fática da linguagem. Testou o canal comunicacional com os seus e com os opositores (aliados virtuais?). Chamou pra conversa. Sugeriu disposição ao diálogo pela governabilidade.

A segunda possibilidade argumentativa (que atribui a condição “ingovernável” da cidade aos governos passados) é pura ironia. Aliás, logo que os políticos se apegam ao sofismo, revelam-se sujeitos irônicos. É simples, mas parece que Jabes esqueceu: ele foi protagonista em boa parte dos governos passados que nos lançaram nesse estado de coisas.

Jabes é Newton Lima e Valderico Reis.  O mandatário da capitania.   O senhor de engenho.  O coronel do cacau.  Jabes é a imagem do passado persistente e ressentido. Determinado, não desistirá da sua missão. Não renunciará ao cargo.  Não se engane, eleitor ilheense, Jabes será candidato em 2016. Mesmo sem pretender a reeleição. Poupemos então o homem cético de novo sacrifício. Realizemos sua vontade nas urnas, caso a morosidade (conivente) dos poderes competentes não permita sua cassação até lá.

Thiago Dias é comunicólogo formado pela UESC.

TRABALHO: SINEBAHIA ILHÉUS OFERECE VAGAS NESSA SEGUNDA-FEIRA

Confira abaixo as vagas disponíveis segunda-feira (15), na agência do SineBahia Ilhéus, que fica na sala 13 do SAC, situado na Rua Eustáquio Bastos, 308, Centro.

Não se esqueça de levar a carteira de trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e de chegar antes das 9h.

Supervisor de Vendas Comercial

Formação: Ensino Superior Completo

6 meses de experiência

1 vaga

Gerente Administrativo

Formação: Ensino Superior Incompleto

6 meses de experiência

1 vaga para Itabuna

Vendedor Pracista

Formação: Ensino Médio Completo

6 meses de experiência

4 vagas para Ilhéus

1 vaga para Santa Luzia

(mais…)

DIABÉTICOS DE ITABUNA RECLAMAM DA CARÊNCIA DE FITAS

glicemiaO Sistema Único de Saúde (SUS) distribui fitas para medir o nível de glicose dos pacientes com diabetes. Em Itabuna, há 4 meses elas não estão mais disponíveis nos postos de atendimento.

A carência dessas fitas impede que muitos diabéticos realizem a medição diária (glicemia). Esse procedimento é fundamental para avaliar a efetividade dos tratamentos.

 

JUSTIÇA FEDERAL CONDENA EX-GOVERNADOR

Ronaldo Lessa, ex-governador de Alagoas.
Ronaldo Lessa, ex-governador de Alagoas.

Do Correio Braziliense

A Justiça Federal em Alagoas condenou o ex-governador do estado Ronaldo Lessa (PDT) a 13 anos e 4 meses de cadeia e o empresário Zuleido Veras, sócio da construtora Gautama, a uma pena de 8 anos de prisão pelo desvio de verbas públicas empregadas em uma obra em Maceió. De acordo com a procuradora da República Niedja Kaspary, responsável pela denúncia contra ambos, o desvio de recursos do empreendimento de Macrodrenagem do Tabuleiro dos Martins totaliza R$ 16,4 milhões.

A sentença aponta que Lessa e Veras foram considerados culpados por desviar mais de R$ 5 milhões. Cabe recurso contra as condenações. A defesa do ex-governador destaca que ainda não foi notificada pela Justiça, mas adiantou que e recorrer contra a decisão judicial.

Ronaldo Lessa foi condenado por ter viabilizado, segundo a sentença, a continuidade de uma construção considerada inviável. “A conduta do réu apresenta grau máximo de reprovabilidade, tendo em vista que, na trama criminosa engendrada pelo mesmo e por seus comparsas, aproveita-se de valores transferidos de convênios e contrato para realização de obra fundamental para o estado de Alagoas e o município de Maceió”, destaca trecho da decisão.

A denúncia havia sido apresentada em 2009 e teve como base investigações conduzidas pelo Ministério Público Federal (MPF) e pela Polícia Federal, durante a Operação Navalha. Na época, evidências apontavam que houve o desvio de recursos da obra, orçada em R$ 48 milhões. De acordo com o MPF, a Gautama havia sido contratada para construir o empreendimento e solucionar os recorrentes problemas de enchente na parte baixa da capital alagoana.

O desvio de verbas, no entanto, conforme o MPF, agravou ainda mais o quadro da cidade, aumentando os transtornos enfrentados pela população. Entre os problemas que atingem os moradores de Maceió, incluem-se a poluição do Rio Jacarecica e de manguezais, enchentes em vias públicas e até a perda de propriedades.

SECRETARIA ADIA ELEIÇÃO DO CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE

A Secretaria de Saúde de Itabuna adiou, em reunião na tarde de ontem (11), a realização da eleição que escolherá os novos integrantes do Conselho Municipal de Saúde.

A eleição estava marcada para este domingo (14), mas diretores da Secretaria de Saúde e representantes das entidades decidiram pela suspensão da mesma. Eles acordaram que o processo necessita de mais tempo de divulgação.

A nova data do pleito ainda não foi definida, mas deve ocorrer até o final do mês.

FICC ABRE INSCRIÇÕES PARA O FESTIVAL MULTIARTE

imagesEstão abertas até dia 25, as inscrições para o VII Festival Multiarte Firmino Rocha, promovido pela Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC).

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas na sede da fundação, de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h, ou pelos Correios, com postagem para a Praça Laura Conceição, 339, centro, Itabuna-Ba.

O Festival é um dos mais importantes eventos culturais do Sul da Bahia, e será realizado de 28 de Julho a 2 de agosto. As categorias são teatro, dança, música, cinema e vídeo, artes plásticas e artesanato.

Cada participante ou grupo pode se inscrever com um único trabalho em cada modalidade. As apresentações ocorrerão em palcos montados na Praça Rio Cachoeira. O formulário de inscrição (com ficha e regulamento) já está disponível no site www.ficc.com.br.