UM PERFIL DE PABLO GEOVANE, O MENINO DESAPARECIDO

Fotografia feita sobre o cartaz espalhado pela família de Pablo.
Fotografia feita sobre o cartaz espalhado pela família de Pablo.

ELE COSTUMAVA CARREGAR COMPRAS NO NELSON COSTA

Pablo Geovane está desaparecido desde o dia 1º de julho. Ele tem 10 anos e mora no Nelson Costa, Avenida Lotus, número 845. O garoto vive com dois (dos seus seis) irmãos na casa da avó, a senhora Joselita Araújo.

Aline Andrade, mãe de Pablo.
Aline Andrade, mãe de Pablo.

Dona Joselita criou as cinco primeiras crianças geradas por sua filha Aline Andrade (32), mãe de Pablo. Aline é casada e mora no conjunto habitacional do projeto estatal “Minha casa, minha vida”, perto do Banco da Vitória. A falta de escola nas redondezas fez com que Pablo se mudasse, definitivamente, para a casa da avó. Pablo cursa a 4º série, no Centro Comunitário Nelson Oliveira. Segundo seu tio, José Eduardo, P. Geovane é estudioso e muito querido pelas professoras.

Antes do desaparecimento, mesmo contra a vontade da Avó, Pablo começou a trabalhar carregando compras. Apesar da proibição da família, o menino insistia na labuta, escondido. Na manhã daquela segunda-feira (01/07), dona Joselita alertou seu neto sobre a pontualidade do almoço. Ele respondeu: “não se preocupe, não, vó, em qualquer canto que chegar eu como”. A brincadeira dessa frase tomou outros sentidos, depois do sumiço da criança.

Pablo não foi registrado pelo pai – Paulo Geovane. Segundo a família, Paulo nunca foi um pai presente e uma de suas poucas visitas ao filho foi há mais de um ano. Ainda assim, o tio do garoto não descarta a possibilidade de Pablo ter sumido em busca de familiares do pai, em Itabuna. Essa possibilidade se reforçou com a notícia de que uma empresária itabunense disse ter visto um garoto com as características de Pablo, em Itabuna, na Rua Paulino Vieira.

Dona Joselita, avó de Pablo.
Dona Joselita, avó de Pablo.

A família do desaparecido também não descarta a hipótese de rapto. Segundo a avó, Pablo é acostumado a andar pelas proximidades de sua casa e não se perderia no Nelson Costa. Entrosado com parentes e amigos, ainda de acordo com dona Joselita, o menino não tinha motivos para fugir. Além de regular e comprometido com os estudos, Pablo participava do coral da Igreja Restauração Pentecostal. É com a camisa do grupo Jardim de Deus que o menino aparece na foto dos cartazes espalhados pela família.

No intervalo desses 15 dias, desde quando Pablo desapareceu, sua mãe só pôde ir duas vezes ao Nelson Costa. Dona Joselita tem tomado as providências pelo aparecimento do neto. Ela registrou ocorrência na Polícia Civil de Ilhéus, mas nenhum policial veio à sua casa se informar sobre a situação. Notícias sobre o afogamento de uma criança levaram-na ao Instituto Médico, mas avó não reconheceu seu neto no corpo afogado.

Qualquer pessoa com pistas sobre o paradeiro de Pablo Geovane deve entrar em contato com a família, através dos números (73) 8206-5613 e 8181 -1303.



7 responses to “UM PERFIL DE PABLO GEOVANE, O MENINO DESAPARECIDO

  1. Gostaria de saber se Pablo já apareceu,pois há rumores aqui no Nelson Costa que ele apareceu morto e sem os olhos,isso é verdade?

  2. VIRAM ELE EM PORTO SEGURO COM UM CASAL DE GRINGO ALMOÇANDO. UMA IRMÃ DE UMA MIGA NOSSA TAVA DE PASSAGEM PRA IR PRA SÃO PAULO E UMA PARADA QUE ELA FEZ VIU ELE. AI ELA FOI FALAR COM ELE SE ELE ERA O PABLO MESMO, E ELE RESPONDEU QUE SIM.

  3. Já confirmaram se ele esra morto mesmo?
    O garoto que conheço em sp já está bem grande. Mas veio paea sp em abril dd 2014 cpm os pais.
    Parece demais cpm ele. E como a mãe não liga muito ora ele é tem padrasto. …

  4. Olá marta e os demsis, sou o irmão de pablo geovane, quero q saiba q todos nossos familiares não esqueceu do sumiso de pablo, e quem esquece um inte querido da familia! Qualquer outra novidade avise porfavor, creio em Deus q encontrarei meu irmão, nunca perdir a esperaça e nunca vou perde, meu facebook é “vitor andrade” procure se sober de mais alguma coisa, obrigado por ajudar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *