INTEGRANTE DO REÚNE ILHÉUS GERENCIA RÁDIO QUE NÃO CONCEDE VALES-TRANSPORTES AOS FUNCIONÁRIOS

Maurício Galvão.
Maurício Galvão: gerente da Rádio Bahiana.

Diretores e membros da Força Sindical Regional Sul decidirão, nessa tarde, se haverá paralisação na Rádio Bahiana de Ilhéus. A emissora pode sair do ar a partir das 5 horas dessa sexta-feira (19). De acordo com Elias Reis, presidente do sindicato dos radialistas ilheenses, o ato é pelo cumprimento da legislação trabalhista.

A Rádio Bahiana é comandada por dois políticos: o secretário de relações institucionais, Jailson Nascimento, e o sindicalista Bebeto Galvão. Quem gerencia é Maurício Galvão, filho de Bebeto e um dos integrantes mais ativos do movimento Reúne Ilhéus.

Nas negociações com o prefeito de Ilhéus, sobre o transporte coletivo, Maurício Galvão exige o abatimento do valor da passagem e documentos relacionados. Inteligente, utiliza discurso bem encadeado e excelente oratória. Por outro lado, segundo funcionários da Rádio Bahiana, a emissora que ele gerencia não concede vales-transportes e atrasa constantemente os salários.

Comentário do blog.

Este espaço é favorável à pauta do Reúne Ilhéus. Também repudiamos a forma como o prefeito de Ilhéus trata o movimento, sem diálogo e com autoritarismo. Jabes dá a entender que prefere o silêncio dos empresários, do que o grito das ruas.

Nessa postagem, apenas questionamos um discurso, que segundo os radialistas, está bem distante da prática.

Atualizado às 16h53min.

Não conseguimos entrar em contato com Maurício Galvão. Ligamos para o número de final 2131.

Clique em leia mais para ler o comunicado oficial do Sindicato dos Radialistas.

Comunicado

O presidente do sindicato dos radialistas de ilhéus, Elias Reis, comunica a todos os seus diretores e membros da Força Sindical Regional Sul, que  ainda hoje à tarde  será decidido sobre a provável paralisação amanhã, dia 19 de julho de 2013, da Rádio Bahiana de Ilhéus, a partir das 05 horas da manhã. Motivo: inadimplência com a legislação trabalhista.

A partir desta data não será admitido nenhum tipo de irregularidade ou mesmo tolerância, seja lá qual for a emissora.

Afinal de contas os radialistas são trabalhadores como qualquer outro, assim preceitua a lei. E, em ilhéus a lei precisa ser cumprida.

Elias Reis, Presidente.



9 responses to “INTEGRANTE DO REÚNE ILHÉUS GERENCIA RÁDIO QUE NÃO CONCEDE VALES-TRANSPORTES AOS FUNCIONÁRIOS

  1. Sinceramente, eu gostaria que o movimento sindical, neste momento importante de negociações com a gestão municipal, se desvinculasse do Reúne Ilhéus. São pautas diferentes que podem se tornar conflituosas.

  2. PARA EXPLORADOR DE TRABALHADOR……….CADEIA…..É ASSIM QUE VEJO…MAS CABE AOS FUNCIONÁRIOS FAZER UMA GREVE GERAL…PARA LUTAR POR SEUS DIREITOS…

  3. A VERDADE É QUE A PREFEITURA TEM 5 MIL FUNCIONARIOS E A POLPULAÇÃO DE ILHEUS NÃO VER OS BENEFICIOS DESSES FUNCIONARIOS. TEMOS QUE ENTENDER QUE EXISTE UMA LEI QUE INDICA UM ÍNDICE A SER CUMPRIDO PELO PREFEITO E OS RECURSOS DA PREFEITURA NÃO PODE SER SO PARA OS FUNCIONARIOS, TEM MUITAS DEMANDAS A SER ATENDIDAS AOS 195 MIL MORADORES DESSA CIDADE.

  4. O manifesto tem sido de grande importância para nossa cidade, porém se queremos realmente o JUSTO, devemos ser justo. Infelizmente isso nos leva a refletir: ” se o mesmo protestador é protestado, a que fim se leva o manifesto?” queremos dignidade e direitos praticados a luz da lei, vamos lutar com carácter de ser humano e não com ações mascaradas.

  5. Conta outra todo mundo sabe de quem é a rádio, todo mundo sabe de onde veio o dinheiro” do bolso dos trabalhadores” que bancam a farra de Bebeto que anda de helicóptero, e deu carro de luxo ao filho,Maurício essa rádio esta no nome do laranja dele Alisson Gonçalves que por sinal é secretário de Agricultura e pesca de Itaparica.

    E ainda vem Elias Reis, dizer que vai parar a rádio kkkk e é filiado a farça Sindical rsssssssssss

  6. conheço de catedra a postura hipocrita e mentirosa do senhor mauricio galvao ,testa de ferro do papy sindicalista,acordos trabalhista firmados e nao honrados e ai não poso deixar de fora o também hipocrita e mentiroso jaison nascimento

  7. Eu sabia e até comentei , sexta-feira, no Reúna Ilhéus que, infiltrado no movimento , tinha pessoas ligadas à Jabes para desarticular o movimento.

  8. Realmente, não podia deixar de negar as origens. Tal pai, tal filho. O pai já responde a diversos processo trabalhistas por não cumprimento dos direitos garantidos pela CLT, para os funcionários do SINTEPAV, sindicato comandado pelo “paizinho”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *